Quinta-feira, 18 de Março de 2010

HIERARQUIA DOS ANJOS - cuidam da segurança do indivíduo no corpo físico. Príncipe Regente: Arcanjo Gabriel.


Anjos

É o nome dado à categoria angelical da qual Deus mais se utiliza para
fazer milagres, fazendo com que a humanidade evolua, através de
experimentos e experiências de vida.


Nome dos anjos desta categoria e os dias que protegem:

ROCHEL, 
Protege os nascidos nos dias: 01/01 - 15/03 - 27/05 - 08/08 - 20/10

YABAMIAH, 
Protege os nascidos nos dias: 02/01 - 16/03 - 28/05 - 09/08 -
21/10

HAIAIEL,
Protege os nascidos nos dias: 03/01 - 17/03 - 29/05 - 10/08 -
22/10

MUMIAH, 
Protege os nascidos nos dias: 04/01 - 18/03 - 30/05 - 11/08 -
23/10

DAMABIAH,
 Protege os nascidos nos dias: 11/03 - 23/05 - 04/08 - 16/10 -
28/12

MANAKEL, 
Protege os nascidos nos dias: 12/03 - 24/05 - 05/08 - 17/10 -
29/12

AYEL,
Protege os nascidos nos dias: 13/03 - 25/05 - 06/08 - 18/10 - 30/12

HABUHIAH,
Protege os nascidos nos dias: 14/03 - 26/05 - 07/08 - 19/10 - 31/12.


Personalidade

As pessoas cujos anjos fazem parte desta categoria são emotivas, atentas, possuem flexibilidade e compreensão e sempre encontram soluções para os problemas. Têm grande facilidade de adaptação a qualquer realidade - são como camaleões. Tendem a fugir de qualquer situação onde haja cobrança, principalmente familiar ou sentimental. Vivem períodos alternados de participação ou do mais absoluto distanciamento. Mestres em usar recursos que não são visíveis à primeira vista, terão dificuldades em resolver as mais diferentes questões sem recorrer ao misticismo. Gostam de ficar em silêncio e o mistério é a sua grande arma de fascínio. Alcançam o que desejam e nunca hesitam quando têm que tomar partido. Deverão ter cuidado para não se fecharem em seus mundos, onde a única coisa importante são as histórias que contam de sí.


Sentimentalmente
São diferentes e adoram ser a atração no meio social. Apesar de sua timidez, geralmente encontram no parceiro alguém que ocupe uma posição de destaque e que seja o oposto de sua personalidade. Ciumentos e pouco fiéis, têm grande energia para o amor. Atenciosos, compreensivos, possuem grande senso de responsabilidade. Não são mentirosos, mas podem destorcer os fatos a seu favor. Não gostam de discutir, porque podem perder a cabeça e partir para a agressão física. Desejam ter todas as experiências, para compreenderem melhor a si mesmos.


Trabalho
As melhores profissões são aquelas que exigem flexibilidade e total integração de sua parte com a ação realizada. Trabalham em grupos mas não se integram. Agem como se estivessem sozinhos, tudo dependendo das suas decisões. Gostam dos trabalhos de pesquisa, que investiguem assuntos desconhecidos. O mundo da ficção os fascina. O único problema é a ambição, que ora parecem desconhecer, ora se deixam dominar de forma incontrolável, tornando-os avarentos com as pessoas próximas.

Profissões
Astrólogo, Psicólogo, Diretor de teatro ou televisão, Pescador, Mecânico, Professor de natação, Corretor, Economista, Administrador, Advogado e Profissões Ligadas ao Exterior.


Ambiente
Para ancorar em sua casa, um anjo da qualidade Anjo necessita da presença de frutas de todas as espécies e formas, não necessariamente como forma de alimento, mas também como decoração.


Ligação com o Mestre Ascensionado:
SAINT GERMAIN.
Influencia nos dons de profetizar e realizar os milagres. Exerce domínio sobre as altas ciências; através da chama violeta, transmuta o ódio em bondade, além de expandir a consciência da espiritualidade. Em outras encarnações foi pai de Jesus, Cristóvão Colombo e o Mago Merlim.


Anjo Contrário
domina o ciúme, a possessividade, a confusão entre a razão e a imaginação, a tendência suicida e o comportamento de fuga.




Aranjo Príncipe da Hierarquia: Gabriel


Seu encontro com Deus: mar ou qualquer outro lugar onde haja lagos ou rios.

Representação: fim do inverno

Manifestação: quando o clima é temperado com brisas leves

Dia da semana: segunda-feira

Número de sorte: 9

Carta do Tarô: O ermitão

Letra hebraica: Teth

Planta: erva cidreira ou carqueja

Pontos fracos no corpo humano:
- distúrbios renais (mágoas acumuladas)
- dificuldade em assimilar sais (inteligência, assimilar idéias novas)
- intoxicação por comida estragada (o corpo é o templo da alma)
- problema de pele (sensibilidade, docilidade; facilmente magoada)
- reumatismo (ser duro com as pessoas)

Problemas kármicos de saúde:
- pés (as pessoas próximas não aceitam suas opiniões)


Texto extraído do livro
Anjos Cabalísticos de
Monica Buonfiglio






"Honra e respeito a todas as religiões, da Encarnação de Deus,
todos os lugares santos. Orai em toda parte com a
mesma reverência profunda, se é um templo,
ashram, na sinagoga, igreja ou mesquita."







publicado por luzdecuraeamor às 22:00
link | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Março de 2010

Transe e êxtase - O Poder dos Sonhos e Entrevista com o Pajé Sapaim.

Transe e êxtase

Por: Piers Vitebsky




Tremores, arrepios, pele-de-galinha, desmaios, queda no chão, espuma pela boca, olhos protuberantes, insensibilidade ao calor, ao frio e à dor, tiques, respiração ruidosa, olhar vidrado....são algumas das características do estado de transe. Como é possível que este tipo de comportamento represente sinais de um estado divino? Embora perturbantes para muitos, estas manifestações representam parte essencial de muitas das atividades dos xamãs deste mundo.

O estado de espírito do xamã durante a iniciação e atuações reveste-se de mistério. O estado de transe parece envolver a concentração da atenção numa área, acompanhada de uma reduzida consciência de tudo o que rodeia o centro da atenção.

A moderna discussão do transe faz-se vulgarmente em termos de um ou mais "estados alterados da consciência" ou mesmo até de um "estado xamânico de consciência" . Tanto para o xamanismo como para a possessão, é fundamental que ocorra um tipo qualquer de transe, embora o transe de um xamã, contrariamente ao de uma pessoa possessa, seja altamente controlado. Isto deve-se provavelmente à natureza da iniciação, que se desenrola e repete em prestações rituais.

Quer a menina sora (tribo aborígene da India), descendo em sonhos até o mundo subterrâneo, quer o futuro xamã siberiano, que, em visões, é raptado, torturado e desmembrado, ambos repetem partes das suas experiências de iniciação todas as vezes que fazem uma jornada, no decurso de seu trabalho. Durante a iniciação, o futuro xamã não teve o conhecimento e os recursos necessários para suportar os esforços do que ele ou ela vão passar, e a violência da experiência foi associada a incapacidade de a controlar. Na verdade, era muito semelhante a possessão involuntária. A partir do momento da iniciação, assinalada pela morte de si próprio e da sua personalidade, e a partir daí em ações regulares, o xamã opera agora como uma pessoa recém-formada ou muito melhorada.



O transe está intimamente ligado ao êxtase . Estas duas palavras são por vezes utilizadas indiferentemente, ou então o transe usa-se como termo médico, referido ao estado psicológico da pessoa, e o êxtase como termo religioso, essencialmente para o mesmo fenômeno. Todavia, o antropólogo americano Rouget argumenta que o transe e o êxtase deverão ser considerados como referentes a tipos muito diferentes de sensibilidade religiosa. Enquanto o êxtase implica a imobilidade, o silêncio e a solidão, o transe depende do movimento, do ruído e da companhia. O êxtase abrange a provação sensorial, enquanto o transe, pelo menos, envolve a superestimulação dos sentidos.

Rouget estabelece a comparação entre os marabus, ou homens santos muçulmanos, no Senegal "que buscam o êxtase no silêncio, e solidão em sua grutas", com os praticantes do ndop, que entram em transe no meio de uma grande multidão, estimulados pela bebida, por uma dança frenética e pelo bater dos tambores.

Mesmo que aceitemos essa distinção, o êxtase e o transe coexistem em muitas religiões, e até mesmo em indivíduos. Os xamãs podem muitas vezes fazer uso da contemplação, como no caso da busca das visões, entre os índios norte-americanos.

No entanto, a idéia da própria jornada cósmica, com a luta que a caracteriza para vencer inimigos e ultrapassar obstáculos, explica a razão pela qual a experiência xamânica tende a ser vigorosa, em especial no xamanismo clássico.

fonte:
http://www.xamanismo.com.br/Universo/SubUniverso1191191114It010



O Poder dos Sonhos


Os sonhos revelam nossos mais profundos mistérios. O pensamento nativo crê que a alma funciona como uma ponte entre o espírito e o corpo. A alma transpõe a mortada rígida do corpo voando para o infinito mundo do espírito, ultrapassando os limites da fantasia, da imaginação. Poder vivenciar fatos extraordinários num mundo de infinitas possibilidades.

Muitos pajés brasileiros, como o Pajé Sapaim,*ver a entrevista* por exemplo, sonham com o paciente e com a planta que será ministrada. Estudos mostram que os xamãs da Ásia, América e África, tinham sonhos que os permitiam curar seus pacientes. Em muitas iniciações o xamã sonha com a morte (morte iniciática), vê seus orgãos arrancados do corpo, depois ele renascido sobe renino dos espíritos, aos céus, para conversar com outras almas, conhecer medicinas de ouitros xamãs mortos ou espiritos ancestrais, diagnosticar doenças.

Nos sonhos encontramos seres nunca antes vistos, terras e paisagens e mundos, no conhecido e desconhecido. Voltamos ao passados, encontramos almas queridas que que conviveram conosto neste planeta. Voamos sem limites.

Passamos em média um terço de nossas vidas sonhando. Separamos a vida em acordado e sonhando. Vivemos o sonho como se não fizesse parte de nossa realidade. Uma parte essencial de nossa vida. Vivemos um terço de nossa vida em realidades de múltiplas possibilidades, um mundo invisivel da Terra.

Segundo Stanley Krippner (Sonhos Exóticos - Summus) :

"Muitas tribos nativas, tais como os índios mapuches, acreditam que o ato de sonhar envolve uma jornada da alma para fora do corpo humano. Durante esse período de tempo, a alma poderia observar lugares e eventos distantes, engajando-se no que os parapsicólogos chamam de clarividência. O sonho clarividente é aquele no qual o relato do sonho corresponde precisamente a uma ocorrencia remota ou local da qual o sonhador não teria maneiras ordinárias de tomar conhecimento.

Os índios Mapuches, que acreditavam que sonhos clarividentes envolvem viagens da alma durante o período noturno, trabalham comn sonhos em três níveis. O primeiro é o nível intratextual em que as imagens dos sonhos são estudadas. O segundo é o intertextual, em que os sonhos sâo interpretados de acordo com o passado e os sonhos de outrosa membros da família. O terceiro é o nível contextual, em que os sonhos são interpretados, tendo como base a situação social e emocional do indivíduo. Os dois últimos métodos permitem a participação direta de membros das famílias no processo de interpretação dos sonhos. Eles podem ainda relacionar seus sonhos com os sonhos do sonhador.Os sonhos chados pelos ocidentais de "anômalos" (clarividência, telepatia, precognição), são considerados perfeitamente normais para os mapuches."

fonte:
http://www.xamanismo.com.br/Poder/SubPoder1193137852


 

Pajé Sapaim




Pajé Sapaim da tribo Kamayurá atualmente vivendo na aldeia dos Ywalapiti, ambas no alto Xingu

O Pajé é conhecido internacionalmente, principalmente por ter atendido o ator Leonardo Di Caprio e a modelo Gisele Bündchen que foram fotografados pintados e abraçados com Sapaim. Também ficou famoso pela apresentadora Xuxa, o cantor Egberto Gismonti a cura do ecologista Augusto Ruschi , etc

É considerado entre os indios o maior Pajé. A Aldeia Kamaiurá destaca-se ritualisticamente principalmente pelos rituais Kwarup - A festa dos mortos, o Jawari – Festa dos Guerreiros, Moitará – Encontro de Trocas, a luta corporal huka-huka .

Léo : Quem é Sapaim ?

Sapaim : Eu sou paje e médico da tribo, da aldeia, maior curandeiro do Brasil,. Então, hoje eu sou pajé, e o espírito da floresta me preparou para ser pajé. Então eu to consultando meu povo, a aldeia, eu to cuidando do meu povo muito forte.

E agora o pajé está aqui hoje consultando o branco.E aldeia está tudo bem, bem tranqüilo, porque eu deixei todas as aldeias estão bem. Já faz 3 anos que pajé saiu da aldeia, mas depois eu volto. Pajé não quer morar na cidade, vai ficar sempre na aldeia

Pajé vai ficar um pouco. Pajé quer conseguir o dinheirinho, pajé vai conseguir o que precisa conseguir. A verdade, a minha vontade é que pajé precisa na verdade é comprar motor de popa, porque tem muito barco da aldeia, e o povo sempre ocupando pra lá, pra cá. Então pajé precisa conseguir o barco. O meu barco particular. Para eu viajar, consultar, atender...tudo no rio é longe....então pajé precisa de barco para viajar e consultar.

Léo : Quando o sr. começou a curar? Quantos anos tinha ?

Sapaim : Olha eu...é... tem muito pajés na tribo...e...pajé não aprendeu com eles. Eu fui escolhido por Mamaé. Mamaé que significa o espírito.

Na época que eu nasci de minha mãe....o espírito estava lá olhando quando eu nasci...quando eu nasci de minha mãe o espérito sentiu minha energia...quando eu nasci. Disse que para ela eu nasci forte e muito bom. Então o espírito me escolheu.....para eu ser pajé. E, eu não sabia que ele tinha me escolhido para ser pajé....e eu cresci...andei...e eu acho... que eu

Tinha mais ou menos nove anos de idade. E chegou meu sonho...primeira coisa eu sonhei.....eu fumava charuto...um charuto grande...eu fumava....e voava...e corria no sonho. Eu cai dentro da lagoa e vi todos os espíritos dos peixes, os espíritos que vivem na água. E com isso eu ficava sonhando...sonhando...sonhando....até que me deu medo esse sonho. E...meu pai já foi pajé também. Meu pai ele entrou....

Léo : Como chama seu pai ?

Sapaim :O nome de meu pai é Kutamaph, e ele entrou e eu estava chorando, estava chorando muito porque....eu estava com medo do sonho...e quando ele me viu...ele perguntou : Porque você está chorando ?Alguém te bateu ? Alguém brigou com você ? Eu respondi :Não! Ninguém brigou comigo! Eu estou com medo desse sonho ?

Ai parei de chorar e perguntei : Me explica o que significa este sonho ? Está dando medo ! E ele me explicou :

Você não sabe, Mamaé escolheu você para ser pajé . Eu disse: Não ! Eu não quero ser pajé...não quero não. Aí ele explicou : Você vai ser pajé !

Aí eu cresci...e fiquei rapaz...eu acho que mais ou menos 12 anos... que aconteceu. Eu acompanhei meu irmão mais velho...ele é pajé também...o nome dele é Tacumã. O meu pai já tinha falecido. Aí eu lembrei muito meu pai e fiquei muito triste...e lembrava o que ele dizia de eu ser pajé....e acompanhava meu irmão...no começo... e a gente fou plantar mandioca, milho, melancia, abaxi, banana...e de manhã, por volta das 10h não tinha vento...e derrepente veio a luz do Mamaé, bem grande, onde nasce o Sol...

Léo : Como é Mamaé ? Ele tem a forma de um animal ou de um homem? É um índio?

Sapaim : A forma de uma pessoa ! Não é bicho !

Aí veio bem branco e caiu em nosso lado...caiu e estourou....bummm...aí subiu...e derrepente eu recebí uma energia dele...Como se a gente está com febre né...aí eu falei :

Meu irmão...eu não to bem...to com febre . Ele disse: Então...vamos para a nossa oca. Vamos voltar.

Aí nós chegamos tarde...por volta das 4:30h...quando eu cheguei na minha oca, piorei muito...Piorei bastante. E, deitei na rede....e quando o Sol acabou...ele veio....Mamaé veio. Entrou e foi direto onde eu estava...onde estava a minha rede...aquele charutão grande e comprido....

Léo : Só com Tabaco ou com outras ervas ?

Sapaim : A gente faz charutos só com a folha do fumo.

Aí Mamaé sentou...só que a família da oca não viu ele entrar...Ele sentou ao meu lado e ...minha irmão e meu irmão...fizeram fogueirinha para me esquentar...eu tava tremendo...e eu via ele....Ele disse : Você ficou com medo de mim quando eu cai de seu lado (tratava-se de uma queda)...eu que cai de seu lado...eu que escolhi você para ser pajé.

Aí não tem como fugir né ? Do que ele falou !

Léo : Mamaé é um espírito que vem do vento, do céu, da terra ..? Da onde vem Mamaé ?

Sapaim : Vem da floresta.

Depois ele disse: Como eu escolhi você....Quando você nasceu de sua mãe...agora já está na hora. Eu vim preparar você para ser pajé . Você vai ser Grande Pajé ! Você vai ser grande curandeiro, eu vou te preparar.

Então ele fumou charuto...e passou energia...e aí eu piorei muito. Dor de cabeça...dor no corpo...tudo. E meu irmão veio me perguntar dizendo : Você está mal, está ruim ? Eu disse : Tô ! Então ele disse: Eu vou chamar o pajé da aldeia para curar você. (Só que ele não via Mamaé ao meu lado).

Então foi chamar os pajés da aldeia...aí vieram dez pajés...dez. Vieram e sentaram, cada um trouxe um charuto né...E aí cada um perguntou :

O que aconteceu ? E disse : Não Sei !!

Então seu irmão foi nos chamar curar você. Você irá ficar bom hoje ou amanhã . E o espírito me falava : Não..você não vai ficar bom agora, ele não conhece a minha energia. Ele não tem como me tirar.

Aí jogaram fumaça, chuparam a cabeça, o corpo, chupava tudo. Olhando ele disse : Eu não estou vendo ? Eu não estou na mão dele ele tentando tirar a minha energia ? Eles não vão conseguir ! Émuito difícil tirar a minha energia ! E aí aí foram embora. Todos os pajés foram embora. Para oca deles. Aí quando eles foram embora...ele fumou charuto...fumou e jogou fumaça no meu rosto e eu desmaiei. E aí..toda a família veio chorando.....

Léo : Para onde o sr. Foi quando desmaiou ?

Sapaim : Eu fui com ele !

Léo : Com Mamaé ?

Sapaim : Com Mamaé. Aí eu voltei, respirei minha energia...e aí toda a família perguntou...o que aconteceu e eu disse : Não Sei ! Não to doente ! Não to doente. Não to mal não ! E derrepente ele tirou a coisa da mão dele, tirou daqui (testa) e fechou meus olhos....

Léo : O que ele tirou ?

É como se fosse um papelão, fita crepe. Colocou na minha boca, e eu não consegui falar, e nos meus olhos, e eu não consegui enxergar...

Léo : Ele cobriu tudo ?

Sapaim : Tudo ! E ele ficou passando a energia em meu corpo e eu fiquei um mês na rede sem comer, sem beber, sem falar, sem enxergar. Depois de um mês ele disse... Ele me chamava de neto...Ele disse: Neto! Você agora está bem preparado, você agora está muito forte, e você vai ser o maior curandeiro da tribo.

Os pajés daqui diziam que era tudo mentira, Que ele não mostrava energia. Que ele tem que mostrar. Aí depois de um mês ele me fez mais uma vez desmaiar. Eu fiquei mais de uma hora desmaiado. Depois ele soprou e eu respirei. Aí ele disse : Agora voce já está bom e pode levantar. Aí eu não sentia mais aquela energia toda na cabeça e fiquei livre. Fiqui bom.

Deepois ele disse : Agora você já está bom e eu vou tirar aqui (Olhos). Tirou pendurou soprou e sumia. Depois tirou daqui (boca) soprou e sumiu. Ele disse : É assim que você vai tirar a dor de seu povo e de toda a sua família. Você tem que mostrar para todos os pajés da aldeia.

Léo : Tirou e apareceu na mão ?

Sapaim : Na mão ! E aí fiquei bom ! Fiqui bom e nunca senti mais nada. Aí ele disse: Agora, você vai ficar na sua oca, não pensa em sai, não pensa em pescar, não pensa em caçar...

Léo : Quanto tempo ?

Sapaim : Fiquei um mês, no outro mês ele deixou..

Léo : O sr comia ?

Sapaim : Aí eu comia ! Aí eu sentia fome depois que eu fiquei bom. Agora quero comer, quero beber ! Eu não comia nada !

Léo : Mas nesses trinta dias o sr. Ficou sem comer ?

Sapaim : Sem comer, sem beber...Ele ficava jogando a fumaça...para eu não sentir fome. Daí...fiquei bom . Aí ele disse : Agora eu não vou dizer para você ficar um mês, dois meses na sua oca não ! Agora você vai ficar dentro da sua oca um ano. E, fiquei um ano...

Léo : Mas...sem comer também ?

Sapaim : Não...ai comendo !

Léo : Mas o sr. Ficava sem sair...de dia e de noite ?

Sapaim : Aí eu não saia nem de dia e nem de noite. Ficava lá preso. Eu só ficava rodando dentro da casa....da oca. Aí depois de um ano ele mandou sair : Pode sair !

Léo : O sr. Ficou até os 10 anos, então, em preparação ?

Sapaim : Em preparação ! Aí eu comecei a trabalhar...eu chamei todos os pajés da aldeia para me ver....

Léo :* Com 10 anos ?*

Sapaim : Não ...com 11 anos. Mostrei o que ele passou para mim...aí eu disse :

Hoje eu sou pajé, Mamaé me preparou para eu ser pajé, disse que eu vou ser o grande curandeiro aqui da aldeia. Agora eu vou mostrar o que ele passou para mim.

Aí fumei charuto ...eu peguei minha pena e limpei minha mão...não tem nada...peguei e saiu o que ele colocou na minha mão...e ficou mexendo...mexendo...e aí todos os pajés levaram susto...todos os pajés viram...todo mundo ficou com medo. E aí eu disse aos pajés :

Eu sou pajé, e é assim que eu vou arrancar a dor de vocês.

Léo : Que fantástico ! Quantos anos o sr. Tem ?

Sapaim : Não sei quantos anos eu tenho (gargalhadas...) E eu saí e depois ele mandou voltar para eu ficar mais dois anos dentro da minha oca.

Léo : Sem sair também ?

Sapaim : Sem sair ! Ele estava me preparando para eu ficar mais forte ainda. A´[i ele me mostrou todas as plantas...qualquer planta eu conheço...qualquer planta..todas.

Léo : Quais são as doenças que o sr. mais cura lá na aldeia ?

Sapaim : Eu curo...tem espírito bom...tem espírito mal...tem animal mal...Então é espírito ruim que está jogando a doença...

Léo : Esse espírito ruim tem um nome ?

Sapaim : A mesma coisa....Mamaé ! Mamaé ruim..

Léo : Ah ! Mamaé siginifa espírito..então ..ruim ou bom ?

Sapaim : É espírito..então esse Mamaé ruim joga doença no povo...e pajé cura...pajé vê...pajé conhece esse Mamaé ruim. Tem o espírito bom que não faz nada...não joga doença...Mamaé bom só ajuda.

Léo : E o Mamaé entra no corpo das pessoas...ele usa o corpo das pessoas , fala através das pessoas ou só fica perto ?

Sapaim : Não, não..ele fala

Léo : Por exemplo, ele entra no corpo do sr ?

Sapaim : Entra !

Léo : Então nessa hora não é mais o sr. Que fala e sim Mamaé ?

Sapaim : É Mamaé que fala .... Mamaé que ta vendo a dor das pessoas.

Léo : Quando o sr, cura então...Mamaé é que está dentro do sr ?

Sapaim : Isso ! Mamaé é que está dentro de mim ! Aí então hoje..eu vejo o espírito...eu converso com o espírito..ele diz o que vai acontecer amanhã ou depois...ele está explicando...então pajé espera o que vai acontecer. Hoje, hoje em dia os brancos estão levando malária, gripe, tuberculose, doenças...então pajé não tem como curar..

Léo : Porque é espírito de branco ?

Sapaim : É espírito de branco...Doença de branco.

Léo : Agora...doenças de índio o sr. Cura todas ?

Sapaim : Eu curo tudo ! Depois eu sonhei para curar as doenças que branco leva...para curar...catapora, sarampo...e então hoje cura doenças de branco também...mas tem a planta para curar sarampo....

Léo : Que planta o sr. Usa ?

Sapaim : Tem boas ervas para curar.

Léo : O sr. Sabe algumas em nossa língua de branco ?

Sapaim : Não ! Só tenho os nomes todos em minha língua.

Sapaim : Eu já mostrei essa planta para a equipe da escola Paulista de Medicina....então já mostrei essa planta.

Léo : O sr. Usa alguma planta para as pessoas sonharem mais ? Para ter uma visão espiritual ?

Sapaim : Tem sim ! Mas, só na aldeia .

Léo :* Como é o nome dela* ?

Sapaim : Só na minha língua ! O nome dela é Iguapó...

Léo : O sr. Faz chá para as pessoas tomarem ?

Sapaim : Não ! Não é chá . É só para passar no rosto, para sonhar.

Tem uma frutinha....sementinha que também uso para sonhar longe.

Léo :* Essa também não toma ?*

Sapaim : Não ! Só para passar no rosto. Aí...recebe aquela energia

Léo : E como se chama ?

Sapaim : Tacupeá ! Eu tenho um pouco.

Léo : O sr. Tem um aí ? E dá para eu sonhar um pouquinho agora com ela?

Sapaim : (gargalhada) Mas eu trouxe só um pouquinho para usar quando eu vou consultar as pessoas.

Léo: E chá? O Sr. Faz algum ?

Sapaim : Sim ! Quando a pessoa está com problema de estômago, pajé faz chá. Pessoal toma e fica bem. Então...hoje pajé trabalha bem...Muito forte... e sonha longe. Eu vejo as pessoas de longe.

Léo : O Tacupeá o sr. Toma antes de fazer o trabalho ? Ou seja, antes o sr. Passa o Tacupeá no rosto ?

Sapaim : Eu passo na minha mão. Quando consulto as pessoas eu uso o Tacupeá pelo corpo. E de noite eu passo.

Léo : Para sonhar ?

Sapaim : Para sonhar !

Léo : Para falar com os espíritos, por exemplo ?

Sapaim : Assim eu posso descobrir de onde vem a doença.

Léo : E quando o sr descobre de onde vem a doença, o que faz ?

Sapaim : Daí quando eu descubro a doença e da onde vem, o espírito vai me mostrar. Então, eu conheço toda e qualquer planta, qualquer árvore. Bom, os médicos da Associação paulista, até hoje ficam encima de mim, do pajé, eles querem que eu mostre o remédio bom. O segredo do pajé. Pajé não abre a mão para eles.

Bom ! Então eu virei pajé...aprendi através de Mamaé. Então hoje sou pajé forte.

Léo : O que significa Sapaim ?

Sapaim : Sapaim significa “índio pequeno”. Na língia da tribo “índio pequeno”, mas pajé cresceu !? (gargalhadas)

Sapaim é o apelido que Orlando Villas Boas me deu. “Índio Pequeno que não cresce, que mora num buraco de pedra.

Então...hoje não é mais Sapaim. Eu entreguei Sapaim para

o meu neto novo. Então hoje ele é que é Sapaim . Agora eu sou só...Pajé.

Léo : Qual é o seu nome verdadeiro na língua da tribo ?

Sapaim : Meu nome é Yanomaká Kumã !

Léo : E o que significa ?

Sapaim : Onça ! “Grande Onça” . Kumã é grande, Yanomaká é onça.

Léo: * A maior das onças ! É isso ?*

Sapaim : É !

Léo : Muitos brancos estão usando a medicina de índios de várias tribos, de vários países. Como o sr. vê isso ?

Sapaim : Hoje em dia, o branco não é minha área. Não é da minha terra. O branco está estudando as ervas de outros índios...outros povos...Na verdade os brancos estão estudando...pesquisando...E pra mim o que esle está estudando, pra ele vai ser muito fraco. A verdade é que minha erva, ninguém vai conseguir. Pra o branco estudar.....é muito difícil..

Léo : Então o sr faz as curas vendo que doença é....o Mamaé diz qual é a doença e também a planta que vai curar. É assim que o sr. cura ?

Sapaim : É !

Léo :* Por exemplo, o sr. está em São Paulo.....deve ter trazido várias ervas da aldeia?*

Sapaim : Eu não trouxe várias ervas não. Eu trago as que quero trazer. Agora o resto fica guardado.

Léo : Quando sr faz uma sessão.....ela demora quanto tempo ?

Sapaim : Eu consulto pessoa...ela fica deitada...mais 1 hora. Eu tenho que sentir...eu tenho que ver tudo o que pessoas estão sentindo. Aonde a pessoa sente dor...

Léo : Então...não precisa falar nada ? O sr. vai sentindo ?

Sapaim : Eu vou só olhando ! Aí...vou descobrir onde tem dor. Então dali, o pajé arranca a dor das pessoas...com a mão...as duas mãos. E sai na minha mão. Eu mostro...aqui (mostrou as mãos). Eque eu faço...fecho a mão...depois sopro....fuuuuu....E vai embora .

Dr. Wilson Gonzaga : Quando ele diagnostica, ele pega ador. Ele passa a mão e a dor se materializa como uma massa cinzenta meio gosmenta. E todo mundo vê ! Ele faz um gesto, sopra e massa desaparece. Ele tirou do local onde estava doendo.

Léo : Na seqüência ele dá uma erva para a pessoa ?

Dr. Wilson Gonzaga : Hoje ele atendeu o dia inteiro. Depois ele dorme e descobre a erva de cada um, e no dia seguinte ele passa.

Léo : Então ele irá receber as mesmas pessoas amanhã ?

Sapaim : O trabalho continua no sonho.

Léo : Então o sr ainda irá sonhar, e recber a erva que cada um vai ter que tomar ?

Sapaim : Isso ! Exatamente !

Léo : Qual foi a pessoa mais famosa que o sr atendeu ?

Sapaim : Bom...eu já atendi a Ministra da Noruega. Ano passado eu viajei para a Noruega. Então pajé foi lá na casa dela. Pajé consultou...pajé mostrou...e ela sentiu bem. Ela não sentiu mais nada. Ela todo mundo me filmou...eu consultando ela.

Agora já a muitos anos, e primeiro...que mostri meu trabalho....foi Augusto Ruschi...que pegou veneno de sapo.

Naquela época pajé saiu pela primeira vez na cidade....pajé ficava sempre na aldeia. Então, na época do governo Sarney...na época dele...então todo o Brasil se preocupou muito com ele. Tinha ido fazer exame. Não sei quantos anos...o médicos não descobriram o que era esse veneno e a Funai mandou rádio pro pajé, mas a gente não quis sair.

A gente estava trabalhando na aldeia.... por duas vezes a Funai mandou rádio. E como pajé não queria...a Funai mandou avião pra buscar pajé. E pajé entrou todo pintado...e pajé sujou avião...porque pajé veio pintado (gargalhadas). E Raoni, tava lá na Funai em Brasilia, e o presidente da Funai em Brasília perguntou se Raoni sabia curar veneno de sapo. Ele disse: Não ! Não sei curar ! Eu não sou pajé ! Aí ele me mostrou, Raoni me chamava de irmão. Ele disse: Eu tenho meu irmão. Ele é grande pajé e curandeiro.

Então a Funai mandou avião pra buscar pajé. Pajé foi na Funai...e pajé foi conversar com o presidente da Funai....e ele me perguntou se eu sabia curar o veneno. E eu disse : Eu sei ! Eu sei curar !

Então ele arrumou uma passagem...pajé foi para o Rio...primeira vez que pajé saiu. Ai eu consultei o Ruschi...que tava mal. Peguei ele na garganta e no pescoço....e saiu o veneno. O veneno branco do sapo...e mostrei. E Raoni....lá que ele virou pajé. E disse: Eu vou curar também.

Três dias eu fiquei consultando ele. Depois de três dias acabou aquele veneno. Ele ficou muito contente...saiu na televisão...no jornal. Ele já morreu. Ele viveu três anos depois do veneno do sapo . Depois ele pegou outra doença. Não sei se coração? Não sei ! Foi a primeira vez que sai da aldeia.

Então hoje...todos os brancos não esquecem do pajé. Porque eu já mostrei meu trabalho....já mostrei o veneno. Então...hoje em dia...o branco precisa muito do pajé.

Gisele Bündchen foi lá...procurou pajé na aldeia.

Léo : Com o Leonardo Di Caprio ?

Sapaim : Também ! A Xuxa..... Gisele Bündchen, a mãe dela..o namorado (Leonardo)

Léo : A Gisele é bonita...não é pajé?

Sapaim : Não sei ! (gargalhadas). Só que ela não passou pela Funai de Brasília. Ela foi direto, sem autorização. Derrepente...o avião dela pousou na aldeia...a gente nem conhecia ela. E ela disse:

- Eu sou Gisele Bündchen, e este é Leonardo, meu namorado (risos).

Aí ela disse:

- Eu vim procurar pajé....para o pajé me consultar. Ela dormiu na casa do cacique e meu sobrinho, Aritana e aprendeu lá, a fazer bijou, raspar mandioca, e dançou junto com as mulheres e pintaram ela, e pintaram também o namorado dela (Leonardo).

Só que o povo pintou ele (L.Di Caprio) com pintura de mulher !

Léo : Ele quem quis ?

Sapaim : Não ! Nós que quisemos ! (gargalhadas).

Aí eu vi e pensei : Pôxa ! Pintura de mulher ele está usando ? (gargalhadas). Foi assim ! Mas ela gostou muito ! Então é assim..meu trabalho é assim.

Pajé já viajou muito ! Pajé já foi até o Japão, Nova York, Washington, Europa, Marrocos.....Já viajei muito ! Aí depois que o pajé viajou...pajé parou um pouco na aldeia....cuidando de meu povo.

Léo : O sr. já atendeu vários brancos ! Qual é a maior reclamação deles?

Sapaim : O que eu estou mais consultando...é pessoa que manda energia ruim. A gente também tem isso ! É olho grande, inveja, preocupação, nervoso. Então as pessoas mandam más energias para as outras, como eu sou pajé....eu faço a limpeza. Eu tiro !

Então...a pessoa não tem como viver bem, preocupada, não consegue trabalhar bem, porque ele está usando a energia da pessoa que mandou. Isso é o que eu estou vendo!

Léo : O que mais acontece é isso ?

Sapaim : Isso ! Por isso vou tirando...vou limpando....para a pessoa ficar bem. Se você ficar assim muito carregado, pesado, triste, preocupado, nervoso.....você está sentindo a energia da pessoa que mandou, e sua energia fica presa, amarrada. Voc~e não tem como soltar essa energia. É assim que pajé faz !

Léo :* Além de Mamaé, quais são os espíritos que protegem a aldeia.*

Sapaim : Tem vários espíritos.

Léo : Mas qual é o principal ?

Sapaim : Na verdade a gente chama só Mamaé mesmo. Mamaé só...mais nada!

Dr. Wilson Gonzaga : O sr contou uma história sobre Jesus, que o sr. sonhava...e sonhava...e no sonho sonhava..... Pode contar para nós de novo ?

Nísia: Eu perguntei para ele, viu Léo, se ele acreditava em Jesus Cristo...aí ele me contou a história.

Sapaim : Sim é ! O sonho de Pajé é assim : Hoje o pajé vai dormir...vai sonhar... aqui embaixo. (Ele gesticulava mostrando as várias etapas do sonho, como degraus) Lá pajé dorme no sonho (ou seja ele sonha que está sonhando...) .... pajé acorda num outro lugar...pajé olha lá....pajé dorme lá também....pajé sonha....já num outro mundo....E aqui (gesticulava na idéia de degraus) não é mais alto.....o que eu já vi lá...o povo que eu vi....é o povo que mora mais alto. Onde as pessoas que vivem....o povo já não pisa mais na terra....pessoas ficam como pendurados (flutuando). Então o povo lá....as roupas deles são todas brancas, tudo é branco...só não tem cabelo...tudo careca...então tudo anda pendurado.

Então...de lá...vem pensamentos bons...energia boa. Tudo de lá vem aqui para baixo. E...para nós.

Só que o povo joga energia ruim na gente, então...o que veio...atrapalha energia boa. Isto é o que eu estou sonhando.

“Maocini” – Nosso Criador. Eu sonho sempre com ele. De lá vem energia boa. Apessoa que é boa recebe...a pessoa má não recebe. Pessoa boa só recebe energia boa de lá.

Aí pajé veio descendo...acordando....acordando...Quando pajé chegou aqui embaixo.......

Dr. Wilson Gonzaga : O sonho...do sonho....do sonho...

Léo : São os degraus do sonho ?

Sapaim : É assim que pajé está sonhando !

Léo : E a mulher lá na aldeia ? Ela não cura também ? Existe mulher pajé ?

Sapaim : Mulher pajé não cura nada. Mulher pajé só quer namorar ! (gargalhadas)

Léo : Então...ela é mais esperta, não é ? (gargalhadas)

Léo : A mulher não cura na aldeia...então ?

Sapaim : A mulher não !

Nísia : E qual a diferença da mulher da cidade e da mulher da aldeia ?

Sapaim : A índia é muito diferente do que a branca...muito diferente...energia diferente....energia da branca diferente. Porque ? Sempre eu digo como a gente ainda vive...pajé fica nu...índia fica nua. Então energia funciona igual, não tem diferença...Agora energia da branca é diferente. Pra nós como vocês ficam vivendo sempre de roupa....fecha energia. É isto que estou vendo ! Fecha a energia e...num fica assim igual...energia de mulher e energia do homem.

Bia Labate : Muitos brancos te procuram para fazer aprendizado. Daí eu queria saber se eles aprendem e porque você os ensina?

Sapaim : O que eu estou ensinando ? Bom, tem um branco que quer que eu ensine a ser pajé. Só que para ele não é fácil...é muito difícil o branco aprender a ser pajé, aprender a planta. Difícil ! Muito difícil. Ele não tem como sonhar a planta...ele não tem como conversar com a planta...como enxergar, como conhecer a planta. É muito difícil para o branco. Só se o branco...que sabe mexer a planta...pajé conhece...ele estudou a olhar a planta...a pessoa não está mais a própria energia dele...ele está com a energia da planta misturada...a energia da planta vai tirando toda a energia dele e a enrgia da planta passa para ele. Pois eu sei que já tem branco que conhece planta, porque ele está com a energia da planta. Eu hoje não uso mais a minha própria energia...ela acabou...porque eu to com energia do Mamaé. Toda a energia que eu tenho é só Mamaé. Agora minha energia mesmo acabou porque Mamaé limpou, Mamaé trocou.

Bia Labate : Mas tem branco que faz curso com você ? A gente conheceu uma pessoa...O Léo organizou um encontro de xamanismo que o Wilson participou, onde tinha uma pessoa que recebeu um nome seu, uma que chama Yatamalo, e outras pessoas que conheci que também aprenderam com você.

Léo : A Marise Dantas da Paraiba

Sapaim : Sim ! Eu conheço ela. Como ela viu meu trabalho, tirando as dores das pessoas, então ela me viu...então ela disse : Pajé ! Você pode me ensinar ? Eu quero aprender seu trabalho ? É que eu trabalho com pessoas. Como você está tirando a dor ? Você pode me ensinar ? Eu quero ficar pajé.

Eu disse : Olha ! Você é branca ! Muito difícil. Eu posso dar ela pra você...E dei. Não sei se hoje ela está vendo as pessoas...não sei...eu não encontrei ela sabe ? Não sei se ela está vendo a energia das pessoas ! Mas eu dei para ela o nome Yatamalo, o nome das mulheres pajés do Xingu.

Léo :*Qual é mensagem que o sr. daria para nós brancos ?*

Eu posso dar para as pessoas minha energia e meu espírito. Eu posso mandar para o pessoal viver bem, bem tranqüilo...eu mando minha enrgia...eu mando minha reza. Tem reza para mandar para as pessoas...então pessoas recebem meu espírito...minha energia...minha reza...então pessoa já sabe que é para as pessoas viverem bem.

Então as pessoas precisam cuidar de rezar, da energia e do espírito...mais nada !

Ikatu ( Obrigado)


fonte:
http://www.xamanismo.com.br/Aldeia/SubAldeia1192137359It007


 

publicado por luzdecuraeamor às 21:41
link | comentar | favorito

DOCUMENTO 32 - A EVOLUÇÃO DOS UNIVERSOS LOCAIS

Citação do Dia
Março 15, 2010


Sentindo-se em Casa

Jesus fazia os homens sentirem-se, no mundo, como se estivessem em casa; ele os libertava do tabu escravizador e ensinava a eles que o mundo não era fundamentalmente mau.

O Livro de Urântia, (196:2.9)


 



 

DOCUMENTO 32 -  A EVOLUÇÃO DOS UNIVERSOS LOCAIS



Um universo local é a obra pessoal de um Filho Criador do Paraíso, da ordem dos Michaéis. Consta de cem constelações, das quais cada uma abrange cem sistemas de mundos habitados. Cada sistema conterá, afinal, aproximadamente mil esferas habitadas.

Esses universos do tempo e do espaço são todos evolucionários. O plano criador dos Michaéis do Paraíso segue sempre o caminho da evolução gradual e do desenvolvimento progressivo das naturezas e capacidades físicas, intelectuais e espirituais das múltiplas criaturas que habitam a ordem variada de esferas compreendidas em um universo local.

Urântia pertence a um universo local cujo soberano é o Deus-homem de Nebadon, Jesus de Nazaré e Michael de Salvington. E todos os planos de Michael para esse universo local foram integralmente aprovados pela Trindade do Paraíso, antes que ele embarcasse na suprema aventura do espaço.

Os Filhos de Deus podem escolher os domínios das suas atividades de criador, mas essas criações materiais foram originalmente projetadas e planejadas pelos Arquitetos do Universo-Mestre do Paraíso.

1. O SURGIMENTO FÍSICO DOS UNIVERSOS


As manipulações pré-universais da força-espaço e das energias primordiais são um trabalho dos Mestres Organizadores da Força do Paraíso; mas, nos domínios do superuniverso, quando as energias emergentes tornam-se sensíveis à gravidade linear ou local, os Organizadores da Força retiram-se, deixando a obra nas mãos dos diretores de potência do superuniverso envolvido.

Esses diretores de potência funcionam, isoladamente, nas fases pré-materiais e nas fases pós-força da criação de um universo local. Um Filho Criador não tem a possibilidade de iniciar a organização do universo antes que os diretores de potência hajam efetuado a mobilização de energias-de-espaço suficientes para proporcionar uma base material – sóis reais e esferas materiais – ao universo que emerge.

Os universos locais têm, todos, aproximadamente, o mesmo potencial de energia, embora as suas dimensões físicas possam diferir grandemente e ter, de tempos em tempos, variado o seu conteúdo de matéria visível. A carga de potência e a dotação de matéria em potencial, de um universo local, são determinadas pelas manipulações dos diretores de potência e seus predecessores, bem como pelas atividades do Filho Criador e pela dotação de controle físico inerente que os seus colaboradores criativos possuam.

A carga de energia de um universo local é de aproximadamente uma centésima milésima parte da dotação de força do seu superuniverso. No caso de Nebadon, o vosso universo local, a materialização da massa é ligeiramente menor do que isso. Em termos físicos, Nebadon possui todas as dotações físicas de energia e de matéria que podem ser encontradas em qualquer das criações locais de Orvonton. A única limitação física à expansão do desenvolvimento do universo de Nebadon consiste na carga quantitativa de energia-de-espaço mantida cativa pelo controle da gravidade dos poderes conjugados e personalidades do mecanismo combinado do universo.

Quando a matéria-energia houver atingido um certo estágio de materialização de massa, um Filho Criador do Paraíso surge em cena, acompanhado por uma Filha Criativa do Espírito Infinito. Simultaneamente com a chegada do Filho Criador, começa o trabalho na esfera arquitetônica que está para transformar-se no mundo-sede central desse universo local projetado. Por longas idades, essa criação local evolui; sóis tornam-se estabilizados, planetas formam-se e entram nas suas órbitas, enquanto continua o trabalho de criar os mundos arquitetônicos que irão servir como sedes centrais das constelações e capitais de sistema.

2. A ORGANIZAÇÃO DO UNIVERSO


Os Filhos Criadores são precedidos, na organização do universo, pelos diretores de potência e por outros seres originários da Terceira Fonte e Centro. Das energias do espaço, assim previamente organizadas, Michael, o vosso Filho Criador, estabeleceu os reinos habitados do universo de Nebadon e, desde então, tem estado diligentemente devotado à administração desses reinos. Da energia preexistente, esses Filhos divinos materializam a matéria visível, projetam as criaturas vivas e, com a cooperação da presença do Espírito Infinito no universo, criam um corpo diversificado de personalidades espirituais.

Esses diretores de potência e controladores de energia, que em muito antecederam ao Filho Criador, nos trabalhos físicos preliminares de organização do universo, servem, mais tarde, em uma ligação magnífica com esse Filho do Universo, permanecendo, para sempre, no controle conjunto das energias que eles originalmente organizaram e colocaram em circuito. Em Salvington, funcionam agora os mesmos cem centros de potência que cooperaram com o vosso Filho Criador na formação original deste universo local.

O primeiro ato completo de criação física em Nebadon consistiu na organização do mundo-sede central, a esfera arquitetônica de Salvington, com os seus satélites. Desde a época dos passos iniciais dos centros de potência e dos controladores físicos até a chegada, nas esferas terminadas e completas de Salvington, do corpo vivente de assessoramento, houve um intervalo de um pouco mais de um bilhão de anos do vosso tempo atual planetário. A construção de Salvington foi imediatamente seguida da criação de cem mundos-sede centrais das constelações projetadas e das dez mil esferas-sedes dos sistemas locais projetados, de controle planetário e de administração, junto com os seus satélites arquitetônicos. Esses mundos arquitetônicos são destinados a acomodar tanto as personalidades físicas quanto as personalidades espirituais, bem como os seres em estados moronciais intermediários ou em estágios de transição.

Salvington, a sede central de Nebadon, está situada no centro exato da massa-energia do universo local. O vosso universo local, contudo, não é um sistema astronômico simples e, no seu centro físico, existe ainda um sistema imenso.

Salvington é a sede central pessoal de Michael de Nebadon, mas ele não será encontrado sempre ali. Embora o funcionamento harmonioso do vosso universo local não requisite mais a presença fixa do Filho Criador na sua esfera-capital, não foi assim nas épocas anteriores de organização física. Um Filho Criador não pode deixar o seu mundo-sede central até o momento em que a estabilização gravitacional do reino haja sido efetivada, por intermédio da materialização de energia suficiente para capacitar os vários circuitos e sistemas a se contrabalançarem entre si, por atração material mútua.

Em breve o plano físico de um universo está completo, e o Filho Criador, em associação com o Espírito Criativo Materno, projeta o seu plano de criação da vida; e, conseqüentemente, essa representante do Espírito Infinito começa a sua função no universo, como uma personalidade criativa distinta. Quando o primeiro ato criativo é formulado e executado, vem à existência o Brilhante Estrela Matutino, a personificação desse conceito inicial criativo de identidade e ideal de divindade. Este é o comandante executivo do universo, o colaborador pessoal do Filho Criador; que é uno com ele em todos os aspectos do caráter, ainda que nitidamente limitado nos atributos de divindade.

E agora que está providenciado o braço direito, o dirigente executivo do Filho Criador, segue-se a vinda à existência de um vasto e maravilhoso conjunto de criaturas diversas. Os filhos e as filhas do universo local vão surgindo e, logo em seguida, é provido o governo para essa criação, que se estende desde os conselhos supremos do universo aos pais das constelações e aos soberanos dos sistemas locais – que são agregações daqueles mundos destinados a se transformar depois nas moradas das várias raças mortais, das criaturas de vontade; e a cada um desses mundos presidirá um Príncipe Planetário.

E então, quando esse universo houver sido assim tão completamente organizado e tão plenamente povoado, o Filho Criador inicia a proposta do Pai de criar o homem mortal à sua imagem e semelhança divina.

A organização das moradas planetárias ainda está em andamento em Nebadon, pois este universo é, de fato, um agrupamento jovem nos reinos estelares e planetários de Orvonton. No último registro, havia em Nebadon 3 840 101 planetas habitados, e Satânia, o sistema local do vosso mundo, é claramente típico de outros sistemas.

Satânia não é um sistema fisicamente uniforme, nem uma unidade ou organização astronômica simples. Os seus 619 mundos habitados estão localizados em mais de quinhentos sistemas físicos diferentes. Apenas cinco têm mais do que dois mundos habitados e, destes, apenas um tem quatro planetas habitados, enquanto há quarenta e seis que têm dois mundos habitados.

O sistema de Satânia, de mundos habitados, está muito afastado de Uversa e daquele grande agrupamento de sóis que funciona como centro físico ou astronômico do sétimo superuniverso. De Jerusém, sede central de Satânia, até o centro físico do superuniverso de Orvonton, que está longe, muito longe mesmo, no diâmetro denso da Via Láctea, são mais de duzentos mil anos-luz. Satânia está na periferia do universo local; e Nebadon está, agora, bem para fora, na direção da extremidade de Orvonton. Do sistema mais exterior de mundos habitados, até o centro do superuniverso, há um pouco menos do que duzentos e cinqüenta mil anos luz.

O universo de Nebadon agora se move para o extremo sul e leste, no circuito do superuniverso de Orvonton. Os universos vizinhos mais próximos são: Avalon, Henselon, Sanselon, Portalon, Wolvering, Fanoving e Alvoring.

Todavia a evolução de um universo local é uma longa narrativa. Documentos tratando do superuniverso apresentam o assunto, como os desta seção, tratando das criações locais, e continuam-no; enquanto os que se seguem, abordando a História e o destino de Urântia, completam a narrativa. Vós, porém, só podereis compreender adequadamente o destino dos mortais de tal criação local se fizerdes uma leitura profunda das narrativas da vida e dos ensinamentos do vosso Filho Criador, de quando ele certa vez viveu a vida como um homem, à semelhança da carne mortal, no vosso próprio mundo evolucionário.

3. A IDÉIA EVOLUCIONÁRIA


A única criação que está perfeitamente estabelecida é Havona, o universo central, que foi feito diretamente pelo pensamento do Pai Universal e o verbo do Filho Eterno. Havona é um universo existencial perfeito e completo, que está em torno da morada das Deidades eternas: o centro de todas as coisas. As criações dos sete superuniversos são finitas, evolucionárias e coerentemente progressivas.

Os sistemas físicos do tempo e do espaço são todos de origem evolucionária. Eles não estão estabilizados nem mesmo fisicamente, não até que entrem nos circuitos estabelecidos dos seus superuniversos. E um universo local também só se estabelece em luz e vida depois que as suas possibilidades físicas de expansão e de desenvolvimento se hajam esgotado, e até que o status espiritual de todos os seus mundos habitados haja sido, para sempre, estabelecido e estabilizado.

Exceto no universo central, a perfeição é alcançada progressivamente. Na criação central, temos um modelo de perfeição, mas todos os outros reinos devem alcançar essa perfeição pelos métodos estabelecidos, em particular, para o avanço desses mundos ou universos. E uma variedade quase infinita caracteriza os planos dos Filhos Criadores para organizar, fazer evoluir, disciplinar e estabelecer os seus respectivos universos locais.

À exceção da presença da deidade do Pai, cada universo local é, em um certo sentido, uma duplicação da organização administrativa da criação central ou modelo. Embora o Pai Universal esteja pessoalmente presente no Seu universo de residência, Ele não reside nas mentes dos seres que se originam naquele universo Dele, do modo como Ele literalmente reside nas almas dos mortais do tempo e do espaço. Parece haver uma compensação infinitamente sábia no ajustamento e na regulamentação dos assuntos espirituais da imensa criação. No universo central, o Pai está pessoalmente presente, como tal, mas está ausente nas mentes dos filhos daquela criação perfeita. Nos universos do espaço, a pessoa do Pai está ausente, sendo representada pelos seus Filhos Soberanos; todavia, Ele está intimamente presente nas mentes dos Seus filhos mortais, sendo representado, espiritualmente, pela presença pré-pessoal dos Monitores Misteriosos, os quais residem nas mentes das criaturas de vontade.

Nas sedes centrais de um universo local, residem todas as personalidades criadoras e criativas que representam a autoridade administrativa independente e autônoma, excetuando-se a presença pessoal do Pai Universal. No universo local, pode-se encontrar algo de cada um e alguém de quase todas as classes de seres inteligentes que existem no universo central, excetuando-se o Pai Universal. Ainda que o Pai Universal não esteja pessoalmente presente em um universo local, Ele está representado pessoalmente pelo Seu Filho Criador, que é, por algum tempo, o vice-regente de Deus e, em seguida, o governante soberano e supremo por direito próprio.

Quanto mais a fundo descermos, na escala da vida, mais difícil torna-se localizar o Pai invisível, com o olho da fé. As criaturas inferiores – e algumas vezes até mesmo as personalidades mais elevadas – acham sempre difícil visualizar o Pai Universal nos seus Filhos Criadores. E assim, até chegar o momento da sua exaltação espiritual, quando então a perfeição do desenvolvimento irá capacitá-las a ver Deus em pessoa, elas ficam cansadas, na progressão, alimentam dúvidas espirituais, caem em confusão isolando-se, assim, das metas espirituais progressivas do seu tempo e universo. Dessa maneira, elas perdem a capacidade de ver o Pai, quando contemplam o Filho Criador. A salvaguarda mais segura, para a criatura, na longa luta a fim de alcançar o Pai, durante a época em que as condições inerentes tornam esse alcance de realização impossível, é agarrar-se, com tenacidade, ao fato da verdade da presença do Pai nos seus Filhos. Literal e figurativamente, espiritual e pessoalmente, o Pai e os Filhos são Um. É um fato: aquele que houver visto um Filho Criador terá visto o Pai.

As personalidades de um dado universo são estabelecidas e confiáveis, no princípio, apenas de acordo com o seu grau de afinidade com a Deidade. Quando a origem da criatura está bastante distante das Fontes divinas e originais, seja dos Filhos de Deus, seja das criaturas de ministração que pertencem ao Espírito Infinito, mais possibilidade há de desarmonia, de confusão e, algumas vezes, de rebelião – de pecado.

Excetuando-se os seres perfeitos, originários da Deidade, todas as criaturas de vontade, nos superuniversos, são de natureza evolucionária; começam pelo estado inferior e escalam sempre para cima, na realidade, para dentro. Mesmo as personalidades altamente espirituais continuam a ascender na escala da vida, por meio de translações progressivas, de vida a vida, e de esfera para esfera. E, no caso daqueles que acolhem os Monitores Misteriosos, não há de fato limites às alturas possíveis para a sua ascensão espiritual e para a sua realização no universo.

A perfeição das criaturas do tempo, quando finalmente alcançada, é integralmente uma conquista e uma posse da personalidade de boa-fé. Se bem que os elementos da graça sejam ministrados livremente, ainda assim as realizações das criaturas são resultado dos seus esforços individuais, das suas vivências reais e da reação da personalidade ao ambiente existente.

O fato de a origem evolucionária ser animal não constitui estigma para qualquer personalidade, aos olhos do universo, pois é esse o método exclusivo de produzir-se um dos dois tipos básicos de criaturas volitivas de inteligência finita. Quando as alturas da perfeição e da eternidade são alcançadas, mais honras haverá, então, para aqueles que começaram mais por baixo e que escalaram, com alegria, os degraus da vida, de luta em luta; e tais seres, ao alcançar as alturas da glória, haverão adquirido uma experiência pessoal que incorpora um conhecimento factual de cada fase da vida, desde o ponto mais baixo até o mais alto.

Em tudo isso é mostrada a sabedoria dos Criadores. Seria igualmente fácil para o Pai Universal gerar todos os mortais como seres perfeitos; concedendo-lhes a perfeição pela sua palavra divina. Mas isso os privaria da experiência maravilhosa, da aventura, da educação e do aperfeiçoamento, associados à longa e gradual ascensão para o interior; experiência esta a ser provada apenas por aqueles afortunados que começam do ponto mais baixo possível na existência vivente.

Os universos que giram em torno de Havona foram providos com um número de criaturas perfeitas o suficiente apenas para fazer face à necessidade de guias instrutores, modelos para aqueles que estão ascendendo na escala evolucionária da vida. A natureza experimental do tipo evolucionário de personalidade é o complemento cósmico natural para as naturezas sempre perfeitas das criaturas do Paraíso-Havona. Na realidade, tanto as criaturas perfeitas quanto as perfeccionadas são incompletas no que diz respeito à totalidade finita. Contudo, na associação complementar das criaturas existencialmente perfeitas, do sistema Paraíso-Havona, com os finalitores experiencialmente perfeccionados, os quais ascenderam dos universos evolucionários, ambos os tipos encontram liberação das suas limitações inerentes, e assim podem conjuntamente tentar alcançar as alturas sublimes do status último da criatura.

Essas transações entre as criaturas são repercussões, no universo, de ações e de reações, dentro da Deidade Sétupla, na qual a eterna divindade da Trindade do Paraíso é conjugada com a divindade em evolução dos Criadores Supremos dos universos do espaço-tempo por meio do poder de realização da Deidade do Ser Supremo, realizável nela e por meio dela.

As criaturas divinamente perfeitas e as criaturas evolucionariamente perfeccionadas são iguais, em grau de potencialidade de divindade, mas diferem em espécie. Cada uma deve depender da outra para alcançar a supremacia no serviço. Os superuniversos evolucionários dependem do universo perfeito de Havona, para proverem o aperfeiçoamento final aos seus cidadãos ascendentes; e, por sua vez, também o universo central perfeito necessita da existência dos superuniversos que se perfeccionam, para prover o desenvolvimento integral aos seus habitantes descendentes.

As duas manifestações primordiais de realidade finita, a perfeição inata e a perfeição vinda da evolução, sejam elas de personalidades ou de universos, são coordenadas, interdependentes e integradas. Cada uma necessita da outra para completar-se, na função, no serviço e no destino.

4. RELAÇÃO DE DEUS AO  UNIVERSO LOCAL

Pelo fato de o Pai Universal ter delegado tanto de Si próprio e do Seu poder a outros, não alimenteis a idéia de que Ele seja um membro silencioso ou inativo na associação das Deidades. À parte os domínios da personalidade e o outorgamento do Ajustador, aparentemente, Ele é a menos ativa das Deidades do Paraíso, pois Ele permite aos seus coordenados na Deidade, aos seus Filhos e às inúmeras inteligências criadas atuarem tão amplamente na execução do Seu propósito eterno. Ele é o membro silencioso do Trio criador, mas apenas no sentido de que Ele jamais faz nada daquilo que qualquer dos colaboradores coordenados ou subordinados pode fazer.

DEUS tem pleno entendimento da necessidade que cada criatura inteligente tem, de funcionar e experimentar e, portanto, em todas as situações, sejam elas ligadas ao destino de um universo ou ao bem-estar da mais humilde das Suas criaturas, Deus abstém-se de atividade, para que a galáxia das personalidades criadas e Criadoras possa atuar, e elas, inerentemente, intervêm entre Ele próprio e qualquer situação ou evento criativo no universo. Todavia, apesar dessa abstenção, dessa exibição de coordenação infinita, há, da parte de Deus, uma participação factual, real e pessoal, nesses eventos, por meio de tantas agências e personalidades ordenadas, e nelas. O Pai está trabalhando em todos esses canais, e por meio deles, para o bem-estar de toda a Sua vastíssima criação.

No que concerne às políticas, condução e administração de um universo local, o Pai Universal atua na pessoa do seu Filho Criador. O Pai não interfere jamais, seja na inter-relação entre os Filhos de Deus, seja nas associações grupais das personalidades com origem na Terceira Fonte e Centro, ou seja, ainda, na relação entre quaisquer outras criaturas, como os seres humanos. A lei do Filho Criador, o governo dos Pais da Constelação, dos Soberanos dos Sistemas e dos Príncipes Planetários – as políticas e os procedimentos ordenados para tal universo – sempre prevalecem. Não há divisão na autoridade; nunca há nenhum conflito entre o poder e o propósito divino. As Deidades estão em unanimidade perfeita e eterna.

O governo do Filho Criador é supremo em todas as questões ligadas a associações éticas, nas relações entre quaisquer grupos de criaturas ou entre dois ou mais indivíduos, de qualquer grupo particular; mas um plano como esse não significa que o Pai Universal não possa intervir, à sua maneira própria, e fazer o que satisfizer à mente divina para qualquer criatura individual, em toda a criação, de acordo com o status atual de tal indivíduo ou com as suas perspectivas futuras, e conforme o plano eterno do Pai e Seu propósito infinito.

Nas criaturas mortais volitivas, o Pai está efetivamente presente no Ajustador residente, um fragmento do Seu espírito pré-pessoal; e o Pai é também a fonte da personalidade dessa criatura volitiva mortal.

Esses Ajustadores do Pensamento, dádivas do Pai Universal, estão relativamente isolados; eles residem nas mentes humanas, mas não têm nenhuma relação discernível com os assuntos éticos de uma criação local. Eles não estão diretamente coordenados ao serviço seráfico, nem à administração dos sistemas, constelações ou um universo local, nem mesmo ao governo de um Filho Criador, cuja vontade é a lei suprema do seu universo.

Os Ajustadores residentes são uma das formas isoladas, mas unificadas, do contato de Deus com as criaturas da sua criação quase infinita. Assim, Ele, que é invisível aos mortais, manifesta a Sua presença e, pudesse Ele, mostrar-Se-ia a nós de outros modos ainda, mas essa outra revelação não é divinamente possível.

Nós podemos perceber e entender o mecanismo pelo qual os Filhos desfrutam de um conhecimento íntimo e completo sobre os universos da sua jurisdição; mas não podemos compreender plenamente os métodos por meio dos quais Deus se mantém tão plena e pessoalmente familiarizado com os detalhes do universo dos universos, embora possamos ao menos reconhecer a via por meio da qual o Pai Universal pode receber informações a respeito dos seres da Sua imensa criação e manifestar-lhes a Sua presença. Por intermédio do circuito da personalidade, o Pai torna-se sabedor – tem conhecimento pessoal – de todos os pensamentos e atos de todos os seres, em todos os sistemas, de todos os universos, em toda a criação. Embora não possamos compreender totalmente essa técnica da comunhão de Deus com os Seus filhos, a nossa certeza de que o “Senhor conhece os Seus filhos” acaba sempre fortalecida, como também a de que, sobre cada um de nós, “Ele toma nota de onde nascemos”.

No vosso universo e no vosso coração, o Pai Universal está presente, espiritualmente falando, por meio de um dos Sete Espíritos Mestres da morada central e, especificamente, por meio do Ajustador divino que vive, opera e aguarda nas profundezas da mente mortal.

Deus não é uma personalidade autocentrada; o Pai distribui-Se livremente a Si próprio à Sua criação e às Suas criaturas. Ele vive e atua, não apenas nas Deidades, mas também nos Seus Filhos, a quem Ele confia que tudo façam que lhes seja divinamente possível fazer. O Pai Universal verdadeiramente despojou-se de todas as funções que possam ser executadas por um outro ser. E isso é tão verdadeiro para o homem mortal quanto o é para o Filho Criador que governa no lugar de Deus, nas sedes centrais de um universo local. E assim contemplamos os efeitos do amor ideal e infinito do Pai Universal.

Por essa outorga universal de Si próprio, temos provas abundantes, tanto da magnitude, quanto da magnanimidade da natureza divina do Pai. Se Deus se houver abstido de dar algo de Si mesmo à criação universal, então, desse resíduo, Ele está generosamente concedendo os Ajustadores do Pensamento aos mortais dos reinos, os Monitores Misteriosos do tempo, que tão pacientemente residem nos candidatos mortais para a vida eterna.

O Pai Universal disseminou a Si próprio, por assim dizer, para enriquecer toda a criação com a posse de personalidade e com o potencial de alcance espiritual. Deus deu-Se a Si próprio a nós, para que possamos ser como Ele, e o que Ele reservou a Si próprio, de poder e de glória, foi apenas aquilo que é necessário para a manutenção daquelas coisas por cujo amor, assim, Ele despojou-Se de tudo o mais.

5. O PROPÓSITO ETERNO E DIVINO


Há um propósito grande e glorioso na marcha dos universos pelo espaço. Toda a vossa luta mortal não é em vão. Somos todos uma parte de um plano colossal, de uma obra gigantesca; e é a vastidão desse empreendimento que torna impossível ver grande parte dele de uma só vez e durante qualquer das vidas. Somos todos uma parte de um projeto eterno que os Deuses estão supervisionando e executando. Todo o mecanismo maravilhoso e universal move-se majestosamente no espaço, ao compasso da música do pensamento infinito e do propósito eterno da Primeira Grande Fonte e Centro.

O propósito eterno do Deus eterno é um ideal espiritual muito elevado. Os acontecimentos do tempo e as lutas da existência material não são senão um andaime transitório, a fazer uma ponte para o outro lado, para a terra prometida da realidade espiritual e da existência superna. Evidentemente, vós, mortais, achais difícil compreender a idéia de um propósito eterno; vós sois virtualmente incapazes de compreender o pensamento da eternidade, algo que nunca começa e que nunca acaba. Tudo aquilo que vos é familiar tem um final.

Quanto a uma vida individual, à duração de um reino, ou à cronologia de qualquer série de eventos relacionados, pareceria que estamos lidando com um trecho isolado do tempo; tudo parece ter um começo e um fim. E pareceria que tal série de experiências, de vidas, de idades ou de épocas, quando arranjadas sucessivamente, constituiriam um caminho direto, um evento isolado no tempo que passa momentaneamente, como um relâmpago diante da face infinita da eternidade. Mas, quando olhamos para tudo isso por detrás dos bastidores, uma visão mais abrangente e uma compreensão mais completa sugerem que essa explicação seja inadequada, disparatada, e completamente inapropriada para explicar, com propriedade, e também para correlacionar as transações do tempo aos propósitos fundamentais e às reações básicas da eternidade.

A mim me parece mais adequado, aos propósitos de uma explicação à mente mortal, conceber a eternidade como um ciclo, e o propósito eterno, como um círculo sem fim; o ciclo de eternidade, de algum modo sincronizado com os ciclos materiais transitórios do tempo. No que diz respeito aos setores do tempo ligados ao ciclo da eternidade e formando uma parte dela, somos forçados a reconhecer que essas épocas temporárias nascem, vivem e passam exatamente como os seres temporários do tempo nascem, vivem e morrem. A maior parte dos seres humanos morre porque, não tendo conseguido alcançar o nível espiritual para a fusão com o Ajustador, a metamorfose da morte passa a ser o único procedimento possível por meio do qual eles podem escapar das correntes do tempo e das amarras da criação material, tornando-se, assim, capacitados a dar o passo espiritual junto com a procissão progressiva da eternidade. Tendo sobrevivido à vida de provas do tempo e da existência material, torna-se possível, para vós, continuardes em contato com a eternidade e, mesmo, como parte dela, girando para sempre com os mundos do espaço em torno do ciclo das idades eternas.

Os setores do tempo são como lampejos da personalidade, na forma temporal; aparecem por uma estação e então se perdem da vista humana, apenas para ressurgirem como agentes e fatores novos da continuidade na vida mais elevada, no giro sem fim em volta do círculo eterno. A eternidade dificilmente pode ser concebida como um percurso em linha reta, por causa da nossa crença em um universo delimitado que se move em um círculo imenso e alongado em torno do local central, a morada do Pai Universal.

Francamente, a eternidade é incompreensível à mente finita do tempo. Vós simplesmente não a podeis captar; vós não a podeis compreender. Eu não a visualizo completamente e, ainda que o fizesse, a mim me seria impossível transmitir o meu conceito à mente humana. Contudo, fiz o melhor que podia para retratar alguma coisa do nosso ponto de vista, para contar-vos algo do nosso entendimento das coisas eternas. Estou tentando ajudar-vos na cristalização dos vossos pensamentos sobre tais valores de natureza infinita e de importância eterna.

Há, na mente de Deus, um plano que abraça a cada criatura de todos os seus imensos domínios; e esse plano é um propósito eterno de oportunidades sem fronteiras, de progresso ilimitado e de vida eterna. E os tesouros infinitos dessa carreira sem par lá estão, para recompensar a vossa luta!

A meta da eternidade está adiante! A aventura de alcançar a divindade está diante de vós! A corrida da perfeição está em curso! Todo aquele desejoso de participar poderá fazê-lo, e uma vitória certa irá coroar os esforços de todo ser humano, nessa corrida de fé e confiança, dependente em cada passo, do caminho, da orientação do Ajustador residente e do guiamento do espírito bom do Filho do Universo, que tão generosamente foi vertido sobre toda a carne.

 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso, temporariamente agregado ao Conselho Supremo de Nebadon e designado para esta missão por Gabriel de Salvington.]


FONTE:
http://www.truthbook.com/index.cfm?linkID=1922



 

publicado por luzdecuraeamor às 21:33
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Março de 2010

QUEM SÃO OS REPRESENTANTES DOS MESTRES?


QUEM SÃO OS REPRESENTANTES DOS MESTRES?

O nosso amado Mestre Ascenso Jesus deixou claro e por várias vezes, através dos mensageiros da
Grande Fraternidade Branca, o quanto é importante para Eles manterem
representantes pessoais como pontos de luz para
as suas palavras (Alfa) e para os seus trabalhos (Ômega),
ministrando as
energias espirituais do céu; santificando-as em uma santa atmosfera no altar de uma vida consagrada; disseminando os ensinamentos, o amor e a Luz,
criativamente e de muitas e diferentes maneiras.

Muitos confundem a vida de uma dedicação espiritual com a necessidade de se tornar um padre, monge ou
coisa parecida.

Os Mestres precisam de almas iluminadas, encarnadas na Terra, expandindo o amor e o entendimento das
leis divinas, transmitindo as instruções do caminho da Ascensão, e isto pode ser
feito em todas as áreas de trabalho.


Eles sabem muito bem que isto envolve algum sacrifício pessoal para ser concluído. Mas também sabem que o
grande problema com os humanos é a falta de constância.

Os filhos da luz não se mostram constantes em suas ações. Os Mestres precisam de chelas em quem possam confiar, filhos da luz com
quem possam contar para cumprir importantes missões de Luz para a Terra em
variadas e diferentes funções.


Onde estão os cálices humanos que serão capazes de segurar a luz para as ações dos Mestres? Todos somos capazes de
ser instrumentos para as ações dos nossos amados Mestres Ascensos, mas isto
requer muita decisão, vontade, disciplina, obediência, harmonia e principalmente
constância.

Virar um pregador da palavra de Deus é a missão de alguns, mas não de todos. Os Mestres precisam de
nós em diferentes áreas de atuação e podemos estar sempre em contato com Eles,
levando seus ensinamentos aos que buscam, e através do bom exemplo, demonstrando
uma vida reta e dedicada à verdade, à ordem, ao progresso e principalmente,
lutando sempre em prol da vida.

Para manter este contato com os Mestres, é necessário buscar uma comunicação constante, conversando diariamente em uma
contínua oração. É importante buscar a meditação e o silêncio interior para
entender a resposta da Luz às nossas preces.


Você é médico? Professor? Mãe?
Dona-de-casa?
Estudante? Rico? Pobre Não importa quem você é, ou quem você pensa que é;
pois na verdade os Mestres estão precisando de você agora!

Por mais insignificante que você possa estar se sentindo,
saiba que você é muito importante
.


Pense nisso - > Acostumamo-nos a pensar que precisamos dos Mestres e Anjos iluminados para tudo. Porém, você já parou para pensar o quanto Eles
precisam de nós?
Que tal virar um pouco este jogo de
necessidades?

Só como experiência, passe 12 dias seguidos orando a Deus diariamente e com fervor; mas só que neste
período, ao invés de pedir a Deus e seus representantes iluminados que o ajudem
a resolver seus problemas pessoais, implore a
Eles que o vejam como um parceiro(a) para servir à humanidade. Ponha-se à
disposição da Luz dos Mestres Ascensos e confie que Deus o colocará em seu plano
perfeito.


Seja o que for que Deus preparou para você, você vai adorar saber, vai amar fazer e cumprir. Submeta-se
à vontade divina. Dobre-se, não aos seus desejos e vontades humanas, mas ao
plano que Deus com tanto amor espera pacientemente que você ouça, entenda,
cumpra e manifeste.


 





 
Diga com todo o amor de seu coração:

Amado Pai Celestial, em nome do meu Eu Superior, coloco-me à disposição da Luz, para servir aos seus propósitos na Terra. Use-me
-- Coração, Cabeça, Mãos e Pés para cumprir Seu Plano Divino.


Guie-me Senhor, a atuar dentro de Sua Vontade.

Envie anjos para guiar-me no Seu caminho.

Estou a espera de Seus mensageiros de Luz, amado Pai.

Amém, Amém, Amém


 



Om Morya Om

Paulo Rodrigues Simões

fonte:
www.eusouluz.com.br.
Copyright © Grande Fraternidade Branca - 2004 - Todos os Direitos Reservados
Autorizamos a reprodução do conteúdo desta página em outras páginas da web, para fins de
estudo, exclusivamente. Porém, comunicamos que as nossas obras estão protegidas
pela lei dos direitos autorais, o que nos reserva o direito de não permitir a
reprodução para fins de comercialização de qualquer espécie e de exigir a indicação dos nomes dos autores e a fonte das obras utilizadas em
estudos.
publicado por luzdecuraeamor às 22:08
link | comentar | favorito

A PRESENÇA DOS ARCANJOS

A PRESENÇA DOS ARCANJOS
ARCANJO GABRIEL
Canalizadora: Shanta Gabriel
Quinta-feira, 11 de março de 2010




Amados,

Nós estamos além do tempo da evolução lenta porque as necessidades planetárias são muito grandes. É por isso que os
Arcanjos estão aqui nesta época especial, produzindo milagres e separação
saudável. As pessoas se voltaram para a Luz, o planeta está vibrando em uma nova
frequência de energia. Os milagres serão aparentes conforme esta energia
despontar criando uma presença pacífica no mundo.

Não tínhamos chegado a isto antes. Os Arcanjos não se dedicavam a uma ativa participação na Terra em
bases diárias e pessoais até agora. É como se estivéssemos indicando o caminho
da liberdade para cada pessoa através da abertura dos mares da consciência
inferior.

Nós vimos à humanidade e dizemos que vocês estão grávidos da Divina Presença. Nasce uma nova consciência no planeta. Cantem orações a Deus e
conheçam os presentes que estão disponíveis para todos os que sinceramente
buscam uma vida de Paz, Unidade e Amor.

O Amor Divino vai além da separação de raça e religião. É essa energia de Totalidade e Unidade que os
Arcanjos trazem para a Terra nesta época. A elevação da consciência coletiva
realizará uma mudança miraculosa. Ela começa no coração de cada pessoa que sai
da separação dentro de seu ser e abraça a totalidade de sua beleza e conexão com
a Fonte Deus. Isto começa no momento em que se faz a escolha pela Paz, ao invés
do orgulho e da arrogância. Isto começa quando o bem do seu lar planetário
prevalece sobre a ganância momentânea. Isto começa com o desejo do despertar da
Paz dentro de cada pessoa da Terra.

Muitos já acreditam nisso.
Que essas pessoas mantenham a chama para os milagres.

Seja um valente guerreiro espiritual mantendo a visão do Amor de Deus e a Luz dentro de cada
pessoa e da consciência coletiva. Seja aquele que acredita numa transformação
miraculosa de todos que destruiriam a beleza e a sustentabilidade que a Terra
oferece.

Quando muitas mentes acolhem o pensamento de milagres como a ordem natural das coisas, será assim. A Verdade ressoa na luz que se expande
através das mentes de todos os seres. Há muitos corações desejosos da Paz e este
chamado coletivo criará a harmonia entre todas as pessoas da Terra.

Há outra força do bem despertando no mundo.
É a Força da Unidade - o poder gerado pela reunião de almas para honrar a Presença Divina.

Um novo interesse nos aspectos de cerimônia e um reacender dos meios antigos de cultuar
estão em progresso, soando uma corda no coração das pessoas por toda parte.
Quando almas se unem em uma cerimônia sagrada, uma nova energia emerge. Há uma
verdadeira focalização na Unidade e cada pessoa é transformada para sempre
quando a energia da Luz Divina é gerada no seu interior. O poder da cerimônia
levará essa energia para a consciência coletiva e criará uma nova ressonância
com Deus dentro de cada pessoa que participa com intenção pura.

Reúnam-se em harmonia com esta intenção miraculosa de soluções criativas por todos os
lugares. Harmonizem-se com o Espírito Uno do Criador, não importa qual seja o
nome que deem. Juntos visualizem a força da Luz Divina fortalecendo a Terra e
saibam que a presença dos Arcanjos envolve o planeta em Amor.

Evoquem a Graça de Deus e desejem que ocorram milagres abençoando todos numa nova onda de
existência em amor. Juntem-se em Unidade ao manterem a visão da Paz despertando
nas mentes dos líderes mundiais. Saibam que soluções miraculosas estão
disponíveis quando muitos seres coletivamente se voltam para a Luz do Coração
Uno.

É hora de despertar para o poder do Amor Divino e para a Luz disponível para a vida na Terra neste momento.

Permitam que os Arcanjos entrem na sua mente aberta e no seu coração.
Evoquem o Um Crístico.

Saibam que a tranquilidade do Buda vigora dentro de vocês e que a presença conservadora de Vishnu existe no mundo. Deixem Allah ser louvado, e
convidem o Feminino Divino para fluir nas mentes que estão
endurecidas.

As forças mundanas do governo do homem não chegam aos pés da presença radiante dos Arcanjos e da Graça Divina que podem harmonizar as mentes
e os corações de todos que vivem no planeta Terra.

Creiam. Tenham Fé e saibam que tudo é possível quando vocês permanecem juntos na Luz da Graça de
Deus e no Amor.

E assim é.


Arcanjo Gabriel

publicado por luzdecuraeamor às 22:05
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Março de 2010

QUEM SÃO OS REPRESENTANTES DOS MESTRES?

O nosso amado Mestre Ascenso Jesus deixou claro e por várias vezes, através dos mensageiros da Grande Fraternidade Branca, o quanto é importante para Eles manterem representantes pessoais como pontos de luz para as suas palavras (Alfa) e para os seus trabalhos (Ômega), ministrando as energias espirituais do céu; santificando-as em uma santa atmosfera no altar de uma vida consagrada; disseminando os ensinamentos, o amor e a Luz, criativamente e de muitas e diferentes maneiras.

Muitos confundem a vida de uma dedicação espiritual com a necessidade de se tornar um padre, monge ou coisa parecida.

Os Mestres precisam de almas iluminadas, encarnadas na Terra, expandindo o amor e o entendimento das leis divinas, transmitindo as instruções do caminho da Ascensão, e isto pode ser feito em todas as áreas de trabalho.

Eles sabem muito bem que isto envolve algum sacrifício pessoal para ser concluído. Mas também sabem que o grande problema com os humanos é a falta de constância.

Os filhos da luz não se mostram constantes em suas ações. Os Mestres precisam de chelas em quem possam confiar, filhos da luz com quem possam contar para cumprir importantes missões de Luz para a Terra em variadas e diferentes funções.

Onde estão os cálices humanos que serão capazes de segurar a luz para as ações dos Mestres? Todos somos capazes de ser instrumentos para as ações dos nossos amados Mestres Ascensos, mas isto requer muita decisão, vontade, disciplina, obediência, harmonia e principalmente constância.

Virar um pregador da palavra de Deus é a missão de alguns, mas não de todos. Os Mestres precisam de nós em diferentes áreas de atuação e podemos estar sempre em contato com Eles, levando seus ensinamentos aos que buscam, e através do bom exemplo, demonstrando uma vida reta e dedicada à verdade, à ordem, ao progresso e principalmente, lutando sempre em prol da vida.

Para manter este contato com os Mestres, é necessário buscar uma comunicação constante, conversando diariamente em uma contínua oração. É importante buscar a meditação e o silêncio interior para entender a resposta da Luz às nossas preces.


Você é médico? Professor? Mãe? Dona-de-casa?
Estudante? Rico? Pobre Não importa quem você é, ou quem você pensa que é;
pois na verdade os Mestres estão precisando de você agora!

Por mais insignificante que você possa estar se sentindo,
saiba que você é muito importante
.


Pense nisso - > Acostumamo-nos a pensar que precisamos dos Mestres e Anjos iluminados para tudo. Porém, você já parou para pensar o quanto Eles precisam de nós? Que tal virar um pouco este jogo de necessidades?

Só como experiência, passe 12 dias seguidos orando a Deus diariamente e com fervor; mas só que neste período, ao invés de pedir a Deus e seus representantes iluminados que o ajudem a resolver seus problemas pessoais, implore a Eles que o vejam como um parceiro(a) para servir à humanidade. Ponha-se à disposição da Luz dos Mestres Ascensos e confie que Deus o colocará em seu plano perfeito.

Seja o que for que Deus preparou para você, você vai adorar saber, vai amar fazer e cumprir. Submeta-se à vontade divina. Dobre-se, não aos seus desejos e vontades humanas, mas ao plano que Deus com tanto amor espera pacientemente que você ouça, entenda, cumpra e manifeste.





Diga com todo o amor de seu coração:


Amado Pai Celestial, em nome do meu Eu Superior, coloco-me à disposição da Luz, para servir aos seus propósitos na Terra. Use-me -- Coração, Cabeça, Mãos e Pés para cumprir Seu Plano Divino.

Guie-me Senhor, a atuar dentro de Sua Vontade.

Envie anjos para guiar-me no Seu caminho.

Estou a espera de Seus mensageiros de Luz, amado Pai.

Amém, Amém, Amém




Om Morya Om

Paulo Rodrigues Simões

fonte:
www.eusouluz.com.br.
Copyright © Grande Fraternidade Branca - 2004 - Todos os Direitos Reservados
Autorizamos a reprodução do conteúdo desta página em outras páginas da web, para fins de estudo, exclusivamente. Porém, comunicamos que as nossas obras estão protegidas pela lei dos direitos autorais, o que nos reserva o direito de não permitir a reprodução para fins de comercialização de qualquer espécie e de exigir a indicação dos nomes dos autores e a fonte das obras utilizadas em estudos.

publicado por luzdecuraeamor às 19:09
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

Lembrete dos anjos: Não existem finais, apenas novos inícios.

O INÍCIO


Lembrete dos anjos: Não existem finais, apenas novos inícios.


 


Os inícios nem sempre são fáceis. Mas sem eles a vida não existiria. Algumas vezes gostaríamos de poder evitar os inícios _ a confusão, as frustrações que sempre acompanham a partida, a incerteza com relação ao percurso e à distância que iremos percorrer. Mas se nos lembrarmos de que tudo tem um começo _ com efeito, tudo é começo _ podemos avançar calmamente no nosso ritmo particular. Podemos desfrutar o progresso e compreender que quando nos tornamos mestres em alguma coisa ou atingimos uma determinada meta, ela necessariamente nos conduz diretamente ao novo desafio, no qual mais uma vez começamos a aprender, conquistar e viver. Afinal de contas, os anjos sabem que, embora possamos achar que ansiamos por términos, conclusões e realizações, o que realmente buscamos é o entusiasmo de uma vida que recomeça a cada dia.

Que coisas na sua vida estão no estágio inicial? Um novo emprego? Um novo relacionamento? Uma nova casa? Um novo programa de desenvolvimento pessoal? Você está se sentindo esmagado por incertezas? Ou está ansioso para explorar as estimulantes possibilidades que você antevê nessa maravilhosa época de reinício?


Reflexão Angelical: Aceito cada novo começo na minha vida como uma nova alegria que aguarda para ser vivenciada.



LIVRO - A SABEDORIA DOS ANJOS - TERRY LYNN TAYLOR



FONTE:GRUPO DE ESTUDOS VIRTUAL "EU SOU LUZ":
www.mestreelmorya.com.br
- PARA CONHECER A PÁGINA DO GRUPO:
http://br.groups.yahoo.com/group/gotas_de_sabedoria/

publicado por luzdecuraeamor às 21:43
link | comentar | favorito
Domingo, 7 de Março de 2010

VOCÊS ESTÃO SENDO CHAMADOS PARA UM PONTO DE LUZ Mensagem dos Pleiadianos, canalizada por Gillian MacBeth-LouthanPublicado por Andréa Cortiano em 7 março 2010 às 21:29 em MENSAGENS

 

VOCÊS ESTÃO SENDO CHAMADOS PARA UM PONTO DE LUZ
Mensagem dos Pleiadianos, canalizada por Gillian MacBeth-Louthan
3ª feira, 26 de janeiro de 2010


 


Bem vindos! Somos as energias Pleiadianas.

Neste dia, nós nos expressamos em seu ser, seu campo de energia e seu coração. Trazemos a essência da verdade – não diluída, não contaminada, apenas a verdade nua e crua. Verdade é o que todos buscam e verdade é o que vocês receberão, conforme caminharem cada vez mais para dentro de sua verdadeira essência. Por muitos anos, vocês se esconderam de si mesmos. Ficaram atrás da porta, olhando através da fresta para suas vidas, com medo de se entregarem totalmente. Vocês não vieram aqui para se sentarem num lugar secundário, para ficarem nas arquibancadas ou se esconderem atrás da porta. Vocês vieram para esta vida para experienciá-la 100%, para abrir cada centímetro de si mesmos que estava fechado e para se sentirem dentro da plenitude do tempo; para deixar que as paixões cruas, os sucos da vida fluam através de vocês.

Vocês têm medo do que seus corações e suas almas pedem que façam. Sua humanidade lhes diz para irem em frente e dizerem alô a alguém, mas seus joelhos tremem, enquanto o medo se torna seu melhor amigo. Por que vocês têm medo de ir em frente e se apresentarem ao amor de sua vida?

A própria vibração da palavra MEDO é uma energia 10/10/10, um nº30 completo. ‘Medo’ pede para ser eliminado no ano de 2010 (nº30). Utilizando a vibração de conversão, que é uma expressão da energia do nº10, mandem amor para tudo que vocês temem, tudo que faz com que seus corações batam mais forte, assustados, à noite. Diluam os campos de medo com as chuvas suaves do amor. Se sentirem medo ao pensar em algo, seja andar no gelo ou viver ou morrer, parem – respirem profundamente e mandem amor para esse medo.

Tudo em vocês grita pelo ódio que têm de suas vidas, seus empregos, seus relacionamentos e, no entanto, vocês não dão nenhum passo para mudar essa experiência. É tempo de amar aqui onde vocês estão. Deste ponto de amor, deste centro do seu universo, sigam em frente completamente em direção aos desejos dos seus corações. Do contrário, vocês estarão presos num mar de lama, com a energia do ódio mantendo-os presos a pessoas, lugares ou coisas.

A vida não é seu carcereiro. A Terra não é uma prisão. É, sim, um grande parque de diversões e vocês têm medo de andar na montanha russa, por isso permanecem no lado sem graça do parque. Muitas vezes, vocês têm medo de ingerir as doçuras que a vida oferece; medo do que é bom, esperando que alguma coisa ruim aconteça. Vocês ficam paralisados de medo como um cervo diante da luz, com medo de seguir em frente e com medo de ir para trás. Sua vida mostra isso.

É o momento de todos vocês abrirem seus braços com toda força e abraçarem o que está por vir. Pois os dias de sua vida estão mais curtos. Vocês não dispõem mais de um pacote de 24 horas. O tempo está encurtando. Sua vida está mais rápida, seu coração está mais rápido, assim como seu pulso, e sua paixão desperta de um longo sono. Vocês precisam retomar as rédeas. Como humanos, vocês são Deuses disfarçados. Ofuscados por sua própria luz, esperam ver escrito nas paredes qual será o próximo passo da jornada. No entanto, o próximo passo é descrito e definido por seus próprios movimentos e emoções. Quando vocês negam suas emoções, não há movimento em suas vidas. Seus carros ficam parados, seus corpos ficam parados, seus salários ficam parados. Até mesmo seus sonhos ficam parados. Abram-se para explorar o seu Novo Mundo! Vocês chegaram à beira do seu mundo, à borda de suas expectativas. Será que vocês vão cair fora?

Mergulhem nesta próxima fase de sua jornada. Pois o que existe em abundância à sua frente está além de sua compreensão conceitual de tempo e espaço. Cada célula de seu corpo irrompe quando se lembra de sua origem estelar. Vocês estão fora dos mapas. Estão fora das telas e os satélites não podem encontrá-los. Vocês estão se expandindo mais rápido do que a velocidade da luz, se assim escolherem. Quanto mais se apegarem a um estado de imobilidade, mais sua vida gritará para vocês. Sua vida grita por sua vida. Vocês são o apogeu da Criação, o cavalo preferido na corrida cósmica. Todo o universo apostou em vocês. Tudo espera pelas suas escolhas.

A Terra não foi feita para ser dura. O estado humano é um ponto de origem divino. A vida é um presente, a carne é um presente, o ar é um presente. Vocês são um presente. Amem o que criaram e deixem que isto os ame. Honrem o que criaram. Honrem quem quer que esteja em seu coração, em sua casa e em sua vida. Tantas vezes, vocês sentem vontade de raspar sua vida de seus sapatos, como se ela fosse algo sujo. Amem este ponto de criação em que vocês estão, em que estarão e no que estão se tornando. O futuro depende de vocês. Vocês detêm não só o futuro de sua própria pequena existência, mas também o futuro de todo o universo, que aposta que vocês são uma boa escolha para se divertirem na longa corrida. O tempo não espera por ninguém, mas espera pela humanidade inteira.

Cada passo que dão em direção à sua ausência de medo, cada coisa que fazem com amor – não importa quão pequena, cria uma ondulação e afeta o universo. Um grande aplauso é ouvido através dos céus. Vocês dão um passo à frente em direção à ausência de medo, ao amor e ao futuro. Vocês se afastaram sem medo e saíram do topo da montanha, sabendo que poderiam voar sem medo.

Sua vida está acenando para vocês. Vocês estão sendo chamados para um Ponto de Luz que está adorando o fato de vocês estarem nele. O que viemos lhes dizer, muito seriamente, é que precisamos que estejam apaixonados. Não só por uma pessoa, um corpo ou um carro novo – mas por todas as suas experiências. Precisamos que gostem do que fazem, da pessoa com quem vivem e de suas famílias. E aí, eventualmente, quando vocês se sentirem corajosos o bastante, que se aventurem pelos corredores do amor.

Precisamos que vocês se gostem, porque, se não gostarem de si mesmos primeiro, nunca vão chegar ao ponto de se amarem. Vocês são divinamente proporcionais ao que é sua experiência. Vocês criam a proporção de luz em relação à escuridão.

Abram seus corações para este próximo nível de sua experiência. Todo o Universo necessita de vocês. Nós somos os Pleiadianos. Seja o que for que vocês almejem – tornem-se isso! Seja o que for que desejem – deixem que essa seja sua experiência. Parem de apenas desejar as coisas – vivam-nas! Permitam que a vida entre em vocês e que vocês entrem na vida, sem arrependimentos, sem ódios. Vocês são seres grandiosos que nós saudamos. São mais corajosos do que nós – pois vocês encarnaram nesta época de transição e ascensão. Nós seguramos o facho de luz para vocês, enquanto encontram seu caminho para casa. Agora, nos despedimos.




Gillian MacBeth-Louthan - PO box 217 - Dandridge, Tennessee 37725-0217 -
www.thequantumawakening.com, thequantumawakening@hughes.net.

Tradução: Sandra Regina de Carvalho

fonte:
http://www.luzdegaia.org/gillian/macbeth/sendo_chamados.htm

publicado por luzdecuraeamor às 22:29
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Março de 2010

UMA NOVA VISÃO DA MUDANÇA Mensagem do Conselho dos 12 através de Selacia






UMA NOVA VISÃO DA MUDANÇA
Mensagem do Conselho dos 12 através de Selacia


Nós gostaríamos de abordar um tema que estamos certos de que esteve em suas mentes nestas últimas semanas e meses. Este tópico é a mudança. A própria natureza da existência, de fato, é esta coisa que vocês chamam de mudança. As coisas e os seres mudam de forma. Algumas coisas nascem e outras coisas, “morrem”. Este ciclo de mudanças se refere realmente à energia. A energia está em constante movimento. É o seu modo, em co-criação com o espírito, de avançar. É como vocês se reinventam e a sua existência.

Considerem as recentes mudanças em sua própria vida. Talvez algumas delas parecessem vir de forma inesperada. Outras deram sinais claros de aviso. Se esperadas ou não, como vocês responderam a elas? Vocês olharam para a sua ligação com o Espírito para compreender e atravessarem as mudanças? Ou vocês permitiram que o medo falasse mais alto, ofuscando o que o Espírito queria que vocês soubessem sobre a cena maior?

Sua resposta a esta questão se tornará cada vez mais importante durante estes próximos meses. Isto é por causa da tremenda quantidade de mudança antecipada para vocês e o seu planeta, enquanto a mudança para a consciência mais elevada se move em alta velocidade. Lembrem-se, queridos, que vocês estão orquestrando a mudança, juntamente conosco do lado espiritual. É parte do plano que vocês conheceram antes de assumir a sua atual “atribuição” aqui. Portanto, é útil que se lembrem deste fato. Lembrem-se de que vocês planejaram estar aqui como parte desta mudança evolutiva, sabendo o que seria necessário para passar pelas mudanças com facilidade e graça. Vocês, de fato, têm as ferramentas para fazerem isto.

SEU FUTURO EU (SELF) REVELADO: NOVAS VISÕES DA ABUNDÂNCIA. A CIÊNCIA REDEFINIDA

Saudações, queridos. Nós estamos aqui para compartilhar com vocês a maravilha destes tempos. Vocês podem ter notado que na atual aceleração, há mais portas se abrindo para vocês do que nunca. Quanto mais vocês observarem conscientemente os portais à frente de vocês e se prepararem para passarem por eles, mais vocês perceberão que a sua evolução pode aumentar dramaticamente neste momento.

É como se vocês estivessem em um carrossel que estivesse se movendo em velocidade cada vez maior. A cada volta da roda, vocês passam por mais destes portais abertos. Vocês têm a oportunidade de participar das jóias dentro destes portais, mas somente se permanecerem focados no óbvio que se encontra bem a sua frente. Se vocês “dormirem” no momento em que o portal estiver à vista, vocês não vêem as jóias! Não há julgamento aqui. Nós simplesmente queremos que vocês se treinem para estar mais no “aqui e agora” – lembrando-lhes de que a sua participação ativa é necessária para mudarem para estes novos modos de ser, disponíveis no milênio.

Para ajudá-los neste momento, nós gostaríamos de iluminar o caminho à frente para os próximos dias. Primeiro, nós gostaríamos que vocês se lembrassem de que já foram bem sucedidos em se transformarem em seres brilhantes, pois nós vemos aqueles futuros seres que alcançaram a sua intenção há muito tempo declarado! A centelha criativa que será sua no mundo da quinta dimensão lhes permitirá reivindicar o seu poder como criadores. Saibam que os seus eus futuros que nós vemos – em um futuro não muito distante – aprenderam a se mover além das ilusões do tempo e do espaço. Eles se desprenderam do seu medo e aceitaram uma nova visão de si mesmos. A nova perspectiva está baseada na união e na unidade. É focada no momento, evitando a preocupação com o passado.

MUDANDO A SUA FONTE DE VALIDAÇÃO

No mês passado nós falamos sobre se honrarem durante estes tempos, aprendendo a se validarem mais interiormente. Nós começamos com uma discussão de mudar a sua fonte de validação nos relacionamentos e na conexão com o seu corpo e a sua saúde pessoal. Considerem por um momento as suas explorações anteriores de validação externa, e lembrem-se dos momentos em que vocês ainda se sentem mais confortáveis buscando validação de outros. Permitam que o seu próprio eu superior se una a vocês em uma maior exploração de como se liberarem da busca de aprovação. Quando começarem a reconhecer os padrões de busca de aprovação nos relacionamentos e em sua saúde pessoal, é então útil que monitorem padrões similares que possam existir em outras áreas de sua vida. Estas áreas incluem o seu trabalho e o seu envolvimento nas organizações.

Enquanto vocês executam o seu trabalho, considerem os momentos em que vocês se comparam com outros para avaliarem o seu desempenho, o seu sucesso ou merecimento. Por exemplo, talvez vocês avaliem o seu desempenho relacionando a como os seus colegas ou concorrentes estão fazendo. Vocês podem pensar que são mais importantes ou inferiores aos outros, dependendo do seu salário, de seu título e de sua classificação dentro do ambiente do seu trabalho. Por exemplo, o líder de um seminário pode visualizar o sucesso em termos de quantos comparecem aos seminários, ou em quanto dinheiro é arrecadado. Façam uma lista de suas próprias comparações relacionadas ao trabalho e algumas maneiras que elas afetam:

- suas escolhas sobre o trabalho

- seu discurso negativo

- seus desvios em áreas improdutivas

- sua motivação em ser o melhor que possa ser.

- seu desejo e tendência de buscar a aprovação de outros.

Estes padrões de comparação estão estabelecidos em seu treinamento anterior. Em casa, as crianças aprendem a se comparar com os irmãos e com outras crianças. Com tais comparações e outros condicionamentos da sociedade, as crianças pequenas começam a perder a sua conexão interior com o Espírito, e, portanto, o conhecimento interior. Elas começam a duvidar de sua própria verdade, e a buscarem validação de outros ao seu redor.

SEUS PAPÉIS COMO CARTÓGRAFOS E ATIVADORES DAS CHAVES DA SABEDORIA DIVINA

Nós gostaríamos de lhes falar do seu papel como cartógrafos e como ativadores das chaves da sabedoria divina. Vocês estão sendo chamados para se lembrarem de sua potência e capacidade. Vocês estão sendo lembrados do seu próprio poder pessoal para projetar o seu próprio destino individual.

Enquanto vocês aprendem a mudar as suas próprias experiências de vida, assumindo um controle consciente do script de sua própria vida, vocês se capacitam e mostram aos outros como fazer o mesmo. Através do seu próprio exemplo, os outros com quem vocês entrarem em contato despertarão para o seu próprio potencial. Eles aprenderão como ver as mensagens que o Espírito tem para eles em cada mudança e crise da jornada, compreendendo que todos os dados e experiências são úteis.

Padrões de condições de vítima, se desintegração, enquanto a humanidade novamente se lembra e compreende estas antigas verdades. Vocês estão verdadeiramente criando outra Era do Ouro para vocês e para a humanidade. É o seu Direito Nato.

Como um exemplo, vamos dizer que vocês estejam envolvidos com o trabalho corporativo que parece mais tridimensional do que espiritual. Até aqui vocês descobrirão que operar a partir de um caminho intransitável é o que lhes traz o sucesso. O velho modo era buscar validação externa, o que veio de muitas formas – como cargos e salários de prestígio, e os funcionários confirmando o seu valor com louvor. Quando vocês avançam no caminho intransitável, entretanto, a sua validação pelo seu trabalho vem do interior e a abundância que vocês manifestam, resulta de seu próprio amor próprio e dos seus sentimentos de dignidade.

AMIZADE E AUTENTICIDADE

Enquanto vocês avançam mais plenamente em suas missões, vocês se perceberão movendo através de importantes portais de mudança com freqüência crescente. A cada vez que vocês atravessarem um portal, vocês experienciarão uma nova re-calibração. Pensem nisto como uma troca, pois a cada vez vocês estarão deixando ir algo, enquanto estão recebendo uma dádiva. Um exemplo é desistir de sua ignorância em troca de receber uma dádiva da sabedoria. Cada um destes portais é uma oportunidade para a sua evolução.

Um elemento vital de sua mestria que está nesta nova fase é a autenticidade. Vocês estão sendo convidados a serem autênticos e sinceros em todas as suas interações.

O modo com que vocês interagem com os seus amigos mais íntimos constitui a base e o modelo para as suas outras interações. Saibam, queridos, que as amizades que vocês estimam serão uma importante fonte de validação, experiência e amor nos tempos turbulentos à frente. Aqueles que se uniram em laços íntimos se beneficiarão intensamente da sabedoria que vocês podem compartilhar uns com os outros, do apoio que vocês podem dar, e da oportunidade de realmente dominar o amor incondicional com o outro. Até para aqueles com um “outro significativo”, ao terem tais amizades, isto poderá ser uma valiosa ferramenta em seu crescimento. Estas amizades podem atenuar as águas quando vocês tiverem em um ponto agitado. Elas podem ajudá-las a ver as suas próprias arestas ásperas mais claramente, de modo que possam avançar com mais facilidade e graça.



Direitos Autorais 2008, por Selácia

Canalizado para o Conselho dos 12. Todos os Direitos Reservados.

www.Selacia.com

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
fonte:
http://www.luzdegaia.org/conselho/selacia/nova_visao.htm

publicado por luzdecuraeamor às 19:20
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

AS HIERARQUIAS DOS TRONOS DE DEUS

Vamos comentar a linha de Umbanda a partir de seus fundamentos ocultos, pois só assim entenderão a abrangência do termo “lei” na vida de um ser humano. Antes vamos esclarecer algumas lacunas existentes, senão o conhecimento que transmitiremos ficará incompreensivo.

Divindade, todos sabem o que são. Por divindade entendemos um ser divino portador de qualidades superiores e localizadas numa faixa vibratória exclusiva do Divino Criador, onde Ele Se manifestará de forma já individualizada em Seus Tronos. Deus, quando Se nos mostra de forma individualizada, está atuando em nossas vidas através das Suas hierarquias divinas formadas por divindades.

Portanto, divindades são seres superiores que manifestam as qualidades de Deus.

Muitos já ouviram falar em deuses do fogo, deusas das águas, deus do trovão, etc. Entendam esses “deuses e deusas” como divindades que são “senhores” do fogo, da água, do trovão, etc. E por senhores, entendam as divindades que guardam os mistérios desses elementos da natureza. Então temos os orixás do fogo, da água, do ar, etc.

Essa categoria de orixás elementais não interfere em nossas vidas, pois já nos afastamos do estágio elemental da evolução. Sim, nós já fomos seres elementais. Mas esse estágio da evolução já foi vivido a tanto tempo, que dele só guardamos lembranças vagas em nosso subconsciente.

Essas divindades ou orixás elementais são manifestadores energéticos das qualidades de Deus, e nós os chamamos de orixás do fogo, da água, do ar, etc.

Mas temos, nas hierarquias divinas, os Tronos (ou orixás) Encantados, que são os que atuam mentalmente e por magnetismo energético, que é tão forte que mantém à sua volta os seres que sustentam mentalmente.

Por isso são chamados de Orixás Encantados: possuem um magnetismo tão forte que “encantam” os seres que amparam mentalmente e sustentam energeticamente.

Depois, nas hierarquias divinas, temos os Orixás Naturais, que atuam mentalmente, energeticamente e consciencialmente, pois têm como uma de suas atribuições, despertar a consciência dos seres sobre si mesmos e sobre o universo onde vivem e evoluem. Nós somos um exemplo, pois estamos despertando nossa consciência e adquirindo a capacidade de raciocinarmos a partir de fatos consumados, que nos fornecem os conhecimentos que precisamos para não repetirmos os mesmos erros e
aprimorarmos nossos conceitos sobre a vida.

Às divindades ou orixás que atuam a partir de nossa consciência, nós os chamamos de “Orixás Naturais” porque tanto atuam sobre a natureza física como sobre a energética, e também sobre a natureza íntima dos seres, ou seja, sobre suas consciências.

Sim, todos possuem uma natureza íntima que, pouco a pouco, vai individualizando-o e distinguindo-o entre seus semelhantes.

Por isso eu sou quem sou e não sou outro.

Ao me reconhecer estou me individualizando e me diferenciando e me diferenciando dos meus irmãos, que se são meus semelhantes, no entanto não são iguais a mim; não tem os mesmos gostos, as mesmas vontades, desejos ou ambições de vida. Eu aprecio as coisas religiosas. Meu irmão prefere as coisas esportivas e outro prefere as
coisas literárias.

Três seres, três cabeças e três naturezas “individualizadas” e diferentes entre si, já que vibram anseios diferentes dentro do mesmo universo onde vivemos e evoluímos.

É neste vasto campo natural que atuam as divindades ou Orixás Naturais: sobre naturezas individualizadas, mas que estão vivendo lado a lado! Sim, porque os orixás elementais atuam em naturezas bem definidas e isoladas: uns atuam no elemento fogo e seus domínios são ígneos, outros atuam sobre o elemento água e seus domínios são
aquáticos.

Já os Orixás Encantados não atuam sobre os elementos fogo ou água, e sim sobre as naturezas dos seres, mas de uma forma geral, pois os seres ainda são inconscientes ou não individualizados.

Os seres encantados são amparados pelo que chamamos de “consciência coletiva”. Essa consciência coletiva é sustentada pelo orixá encantado que ampara, se aquático, seres da água, ou seres ígneos se for um orixá do fogo.

Então temos que um orixá da água sustenta seres já individualizados energeticamente, mas não mentalmente, pois a consciência do regente, totalmente identificada com o elemento que o distingue, o torna tão atrativo magneticamente que os seres que ele ampara sentem-se parte dele.

Como exemplo podemos recorrer a uma samambaia, que é um fino caule sustentando muitas folhas. E se, cada uma delas é uma folha, no entanto sem o caule elas não vivem, e este, sem elas, deixa de ser visto como uma samambaia.

A simbiose mental entre o orixá encantado e os seres “encantados” é tanta que através de um deles podemos ver o orixá que o rege, o ampara e o sustenta. E retirá-lo do domínio do orixá é como arrancarmos um fio de cabelo de nossa cabeça: doerá em nós e o fio morrerá!

Ou como na samambaia: a folha secará e o caule ficará desfigurado, pois um e outra se confundem na formação da samambaia.

Isso é orixá encantado e seres encantados da natureza, seres individualizados energeticamente, mas que ainda estão tão intimamente ligados consciencialmente, que são indissociáveis. E esta ligação é mental, pois os seres vibram o que o orixá vibra, e este sente todo e qualquer desequilíbrio vibratório em seus “encantados”.

Um ser encantado é capaz de manifestar todas as qualidades do orixá encantado que o rege, pois ele é como a folha da samambaia: traz em si as qualidades que a definem como samambaia!

Assim, uma encantada de Yemanjá traz em si as qualidades da Yemanjá encantada que a rege, que a torna em si mesma uma Yemanjá. E manifesta todas as qualidades de sua regente justamente porque está intimamente ligada a ela, e é em si mesma uma extensão da sua regente Yemanjá encantada!

Um ser encantado não consegue se ver individualmente, pois sente-se parte do mental coletivo centralizado no orixá que o rege e o guia em todos os sentidos.

Este é o estágio encantado da evolução dos seres. Já o estágio seguinte, nós os chamamos de “estágio natural da evolução” porque é nele que os seres individualizam-se e vão assumindo conscientemente o controle de suas naturezas intimas, aprendendo a discernir as características que os tornam diferentes de seus semelhantes. Então
surgem os seres naturais, cada um com um gosto ou predileção que o individualiza e o afiniza com outros orixás.

Se uma encantada de Yemanjá era regida só pelo elemento água, pois sua natureza é aquática, uma natural de Yemanjá continua a ser regida pelo elemento água, mas se ela sente uma predileção pelo elemento ar, então sua natureza intima a direcionará para esse novo elemento e logo ela será diferenciada e distinguida como uma “Yemanjá do ar”.

E aí, no estágio natural da evolução, encontramos Yemanjás do ar, da terra, dos minerais, dos cristais, etc.

A individualização permite ao ser uma conscientização contínua e proporciona a ele um novo campo de atuação, pois se a encantada de Yemanjá só atuava no elemento água, a natural de Yemanjá tanto atua água quanto no ar, ou na terra ou nos minerais, etc. E, porque o ser adquiriu uma consciência de que pode acrescentar outras qualidades às qualidades originais do elemento água, então se guiará no novo elemento sustentado por dois orixás: um da água (Yemanjá) e outro do ar (Iansã).

Isto que acabamos de descrever aplica-se a todos os Orixás Naturais e os seres naturais regidos por eles.

 

(texto extraído do livro: “O Código de Umbanda”.

publicado por luzdecuraeamor às 19:16
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

Princípios do Reiki: Hoje eu abandono a raiva----- Hoje eu abandono as minhas preocupações------ Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos------ Hoje eu honro os meus pais, o meu próximo, os meus mestres e os meus alimentos------ Hoje eu ganho a minha vida honestamente------ Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas------

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Resumo concentrado dos En...

. A NOVA FASE DA ASCENSÃO P...

. O Mantra dos Invencíveis

. Ritual dos Anjos - para f...

. Ritual dos Anjos - para f...

. Querubim - Os Guardadores...

. MITOLOGIA DOS SIGNOS (DE ...

. Arcanjos e Elohins dos Ra...

. ARCANJO MIGUEL - O SENHOR...

. AULAS DOS MESTRES - NÃO J...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. -

. 2010

. a

. anael

. anjos

. arcanjo

. as

. através

. autres-dimensions

. benção

. canalização

. canalizada

. com

. da

. de

. deus

. do

. dos

. e

. em

. fevereiro

. hilarion

. janeiro

. luz

. mãe

. maria

. marlene

. meditação

. mensagem

. mensagens

. mestre

. mestres

. miguel

. o

. oração

. os

. para

. pensamento

. por

. salusa

. todas as tags