Terça-feira, 25 de Maio de 2010

Pensamento de 24/05/2010‏

"Enquanto indivíduo, cada um de nós é independente, autónomo, isso
é claro. Mas cada um de nós está também ligado à colectividade
humana e, ainda mais além, a todos os reinos da Natureza e à
colectividade cósmica. Nós vivemos, pois, simultaneamente, duas
vidas: pessoal e colectiva. Para a maioria dos humanos, isso
passa-se sem eles se aperceberem, mas é desejável que se torne
consciente.
Aqueles que se sentem impelidos a fundir-se na vida colectiva,
universal, não devem perder a consciência do seu eu, a fim de
poderem sempre pensar e agir como seres responsáveis. E aqueles
que se sentem indivíduos bem distintos dos outros, mantendo o
sentimento da sua individualidade, devem tomar consciência de que
pertencem a um conjunto, de que são células do organismo social
e, mais do que isso, células do organismo cósmico."

Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 14:28
link | comentar | favorito

7 NOTAS PARA O DISCERNIMENTO NAS CANALIZAÇÕES‏

ad_52.jpg

 

Sete Notas para o

Discernimento nas Canalizações

 

Por Lee Carroll



Quero aproveitar a oportunidade para falar sobre as canalizações em geral. As canalizações são freqüentemente confundidas com algo misterioso e fantasmagórico. Aposto em como você têm alguns amigos aos quais nunca lhe diría que procurara uma página web como esta. Alguns sentem que é algo diabólico e muitos não querem saber nada disto. Eles preferem limitar-se à outra
informação, à que não é canalizada (pensam eles)! Isso é engraçado!



DEFINIÇÃO DE CANALIZAÇÃO -


São as palavras divinas inspiradas (ou a energia) de Deus distribuída aos humanos pelos humanos. Esta definição diz respeito ao que realmente é, na atualidade, a canalização. Isto significa que, não somente a maioria das sagradas escrituras do planeta (de todas as religiões) foram originalmente
canalizadas, como também grande quantidade de obras de arte e músicas. O ato de canalizar é absolutamente um lugar comum, mas, como muitas outras coisas que estão re-emergindo na Nova Era, têm o estigma de ser algo estranho.


Assim, temos estado acostumados, a ter "pessoas autorizadas", homens e mulheres de Deus, passando-nos informação, mas não pessoas comuns. Portanto, nesta Nova Era onde atualmente surgem Novos Mestres de Amor (que permite aqueles que não são sacerdotes ensinar) vemos cada vez mais "gente comum" passando a informação de Deus.


Inclusive na nossa própria cultura, aceitamos como certas, e como palavras sagradas de Deus, as cartas de um homem comum aos seus amigos em várias cidades da Terra Santa (foi assim que grande parte do Novo Testamento da Bíblia Sagrada foi escrito). Pensem nisso! Isso são canalizações!


Deus não deixou de falar aos humanos há 2000 anos. Não aceitar isto é negar a tua própria divindade ou atribuir algo especial ou sagrado ao passado e não te sentires merecedor de te considerares parte do plano contínuo de Deus para a iluminação da Terra. Tu mereces continuar em comunicação com Deus. O que eu ensino é, efetivamente, uma parte de ti.


Mas há algo que acompanha e vem com as canalizações:


Responsabilidade


Qualquer um pode canalizar e raciocinar, e, naquilo que diz respeito ao Espírito, ninguém é proprietário. É para todos os humanos e não para alguns. Portanto, a habilidade e o potencial desse atributo existe em todos nós. Como em muitas outras coisas, a INTENÇÃO do ser humano significa tudo. Nem todas as canalizações são dadas com uma INTENÇÃO PURA, portanto, algumas são reais,
outras não. E tu, és capaz de distinguir a diferença, quando as ESCUTAS ou as
LÊS. Vem realmente do Espírito?


Muitos homens e mulheres nestes tempos "sofrem" de verborréia... e chamam-na inspiração. Alguns, em páginas web como esta. Como podes, então, saber se são reais ou não, se NÃO há uma organização que te diga quem está correto e quem não está? (E não gostas que assim seja?)


A responsabilidade do VERDADEIRO canal é IMPRESSIONANTE. A informação ungida sagradamente pode mudar vidas. A informação ao serviço do ego pode ser confusa e ter o efeito de bloquear o crescimento espiritual das pessoas. Como podes saber a diferença? Kryon diz-nos que temos o poder de discernir para o saber e que somos até capazes de "sentir" a diferença.


Para aqueles de vós que continuam a aprender a conhecer como é esse sentimento, eu tenho uma informação que vos pode ser útil. Foi publicada originalmente na Revista Novas Realidades, em Julho de 1987. Dois anos antes de Kryon "chegar" (que oportuno!). Este artigo chama-se
"Directrizes para o Discernimento Espiritual". No artigo são enumeradas doze directrizes para que o leitor as siga, umas negativas e outras positivas. Kryon disse-nos que esta informação é precisa e foi desenvolvida por humanos iluminados para ensinarem a outros humanos. Seguidamente apresento-vos sete das doze (que já foram apresentadas no Livro 6 de Kryon "Em Sociedade
com Deus").


Na próxima vez que se sentar frente a um canalizador, ou ler uma transcrição, considere os sete pontos apresentados abaixo. Enquanto escuta ou lê as palavras do canal, faça a si mesmo a seguinte pergunta: "Qual é a intenção do ser humano que fala? Tem por trás o ego ou alguma espécie de Agenda (no sentido de estar a promover algo ou alguma coisa com fins comerciais)?" Se detectar algo, pare! Na realidade não existe ego humano quando a informação é verdadeira e precisa. O Espírito exige isso ao canal, EU O SEI BEM. E eu também sei, depois de 10 anos de experiência com canalizações ao vivo, que a mensagem SEMPRE virá plena de amor e não de medo. Tome atenção!


Reconhece que a energia é familiar e sente-se como em "casa"? Essa é outra das chaves. Se não se pode identificar com a energia da entidade ou das entidades canalizadas pelo humano, então seria melhor deixar passar a mensagem por agora.


IMPORTANTE: Por favor, dê a si mesmo um tempo para ler [e integrar] "Os quatro atributos do amor", tal como se encontram no capítulo um do Livro 6, "Em Sociedade com Deus" (mais abaixo). Isso o ajudará a compreender o estado sem-ego... e alguns dos atributos da verdadeira energia sagrada.


Então, pode discernir: o que se está a passar? a mensagem é humana? ou é uma mensagem de um Deus amoroso e sábio? Eu espero que tenham essa prova com tudo o que eu escrevo e falo como canal de Kryon. Deve ser sempre assim.



DIRETRIZES PARA O DISCERNIMENTO -


Revista Novas Realidades - Julho 1987


Parafraseando...


1. Sempre haverá informação útil para todos. Tenha cuidado com o canal que fornece ou transmite a informação. Verifique se ela é apenas para alguns, ou se ele diz que é somente para um grupo de gente especial ou para um grupo isolado.
A informação deve ser útil para TODA a humanidade, para cada ser Humano. Esta é uma área de discernimento que lhe permite saber se está a escutar a verdade ou não.



2. Amensagem deve ser sempre alentadora. Observe se é uma mensagem que levanta o espírito - NÃO DE MEDO -, e não uma que o deprima, não uma que o induza a atuar temerosamente, a esconder-se, mas sim uma mensagem que o estimule. Essa é uma característica básica da energia de Deus. Deve ser assim, deve inspirar a escuta e também o leitor. Todas as "aparições" de anjos, perante humanos, que se conhecem, começam com um "Não tenhas medo!".



3. O Espírito (Deus) nunca vai enviar uma mensagem onde lhe peça que abandone ou mude o seu livre arbítrio. Nunca! Porque o seu livre arbítrio é o que você veio experimentar na Terra; é como se se sentasse no seu "trono de ouro" (metáfora usada no Livro 6 de Kryon): livre arbítrio, LIVRE
DECISÃO é o que move o seu futuro!



4. O Espírito nunca lhe dará uma mensagem que peça que viole o código de integridade em que crê. Nunca! É totalmente respeitado no seu processo de pensamento (crescimento). O Espírito nunca o vai enganar ou "negociar" com algo. A mensagem não deve violar nunca a sua integridade. Deve sentir-se cômodo com ela e deve ressoar com a verdade do seu coração.



5. O Espírito nunca apresentará o canal como a única fonte. Observe isto, existem muitos canais do Espírito e todos eles coordenam a informação para criar uma visão ampliada, especialmente na Nova Era. Contudo, nunca se apresentarão como a única fonte de informação.



6. Comprove se a informação é geralmente nova. Tome atenção ao canal que sempre repete o velho, pois esses não canalizam senão o ego do ser humano. A informação nova é necessária, pense nisso.



7. Tome atenção, pois a informação canalizada deve apresentar soluções espirituais. Propor soluções para os desafios da vida na terra, por via da Nova Informação, é o propósito das canalizações.



Estas são sete das doze linhas guias para discernir as canalizações do Espírito, entregues a vós por seres humanos. Agora vamos vos dar uma norma própria, dada a vocês por nós. O que vocês devem fazer com a informação canalizada, como vos dissemos antes, é tomá-la como uma referência. Não se detenha com ela (prossiga a sua caminhada). Não a converta na sua vida. Não converta o canal num guru. Observe a informação e apreenda-a como uma referência, depois a deixe. Se necessitar de voltar a revisá-la, faça-o como com qualquer outra referência e deixe-a de novo de parte.



Com o seu próprio poder e a sua própria habilidade, regresse logo à sua casa dourada e comece a criar vibrações elevadas para este planeta. Vós sois os autorizados!


As canalizações são apenas informação para a vossa ação.



Lee Carroll




Revisão dos atributos do amor (ver capitulo um)

1) A primeira característica é: o amor é tranquilo. O ego não o é. O ego gritará desde a montanha mais alta“Aqui estou!” O amor não o fará.
2) O amor não tem planos. O ego sim. “Se fazes isto, eu farei aquilo” diz o ego. “Então, eu ganharei”. E agenda todos os seus passos.
3) O amor não se vangloria. Isso é o que o ego faz mais do que qualquer outra coisa.
4) Finalmente, o amor tem a sabedoria de usar os outros três. O ego não sabe que é um pateta. Lembrem-se disso.
Estes atributos fazem parte de vocês quando vêm a este planeta. As mães vêem-nos nos seus filhos e perguntam- se de onde vêm! Mas eles foram concebidos pelo Espírito e planificados por vocês mesmos para ocultar o Deus interior.

do livro - pode fazer o download aqui : Livro 6 kryon em Sociedade com Deus





Levanta-te humanidade à tua condição de Luz e de Amor.
Nós somos o que defendemos.



Clayr Rosane
PORTO ALEGRE - RS
Telefone: +55 (51) 9988 6595


publicado por luzdecuraeamor às 14:20
link | comentar | favorito

**Corpo de ESTADO DE SER ou Corpo de EXISTÊNCIA** - ARCANJO ANAEL - AutresDimensions

 

 

PERGUNTA: PODERIA DESENVOLVER SOBRE ANDROGINIA?

No que diz respeito à sua Consciência neste corpo da terceira dimensão, a androginia primordial ligada à ativação da 12ª. Lâmpada [situado acima e ligeiramente perto da ponta do nariz], assim chamada por Miguel, é caracterizada por uma alteração no funcionamento dos seus hemisférios do cérebro e da Consciência.

O equilíbrio entre os pólos masculino e feminino torna-se total.

No entanto, não pode haver, por razões de formatações fisiológicas e biológicas, modificações de sua estrutura física no seu aspecto andrógino.

Isto só será atingido quando a mutação do DNA for completa e quando o sistema de carbono for um sistema de silício, no momento da passagem para a quinta dimensão, mas não antes.

A androginia primordial diz respeito, antes de tudo, nesta dimensão, ao funcionamento de sua Consciência, onde a intuição terá precedência sobre a razão, onde a polaridade receptiva se tornará mais importante do que a polaridade emissora.

Vocês passam de uma caminhada externa para uma caminhada interna.

Portanto, há uma reversão da Consciência, do externo para o interno.

Há também, e haverá uma reversão do alto para baixo, mas esta só será realizada quando a Presença do Arcanjo Uriel se manifestar na sua dimensão.

A androginia primordial que lhes é proposta, em função da evolução de sua Consciência e da ignição das cinco novas lâmpadas (*), corresponde a uma forma diferente de funcionamento de sua Consciência e, isto, em todos os sentidos.

Isso pode traduzir-se por importantes mudanças ao nível de vários comportamentos ativos ou sexuais da vida.


***


PERGUNTA: UM CONTATO COM O CORPO DE ESTADO DE SER [CORPO DE EXISTÊNCIA, CORPO DE LUZ, CORPO DE SER] PODE DESENCADEAR REAÇÕES FÍSICAS?

Amados, a passagem do Mental para o Supra Mental é marcada por um limiar que se manifesta ao nível do corpo de diferentes maneiras.

Ou por uma sensação de vertigem.

Ou por uma sensação de buraco negro.

Ou através da sensação de uma energia muito poderosa, refletindo a mudança e as mudanças que ocorrem ao nível do modo de funcionamento da Consciência.

Isso corresponde à fase, ou a fases anteriores, permitindo, neste momento, ao corpo de Estado de Ser entrar em contato e em re-ligação com seu corpo de personalidade.

Trata-se, portanto, de primícias, no sentido mais nobre, deste contato.

O corpo de Estado de Ser só pode ser penetrado pela Consciência a partir do momento em que o maior obstáculo à sua ascensão, que é a mente, estiver em repouso.

A mente em repouso permite acessar, pela Graça atual, muito mais facilmente do que no passado, o Supra Mental.

No entanto, o mental deve estar totalmente em repouso, pois o modus operandi deste corpo exige uma Consciência pura, que eu denominaria liberada das influências mentais ou emocionais, ou seja, o que faz o seu corpo de personalidade, sendo o que eu chamo de corpo de personalidade, o conjunto de seu corpo físico e das estruturas chamadas sutis.

O corpo de Estado de Ser, quanto a ele, corresponde unicamente ao corpo espiritual, despojado do corpo físico, do corpo etéreo, do corpo astral, do corpo mental, e até mesmo do corpo causal.

 

***



PERGUNTA: SE, PARA ENTRAR EM CONTATO COM O CORPO DE ESTADO DE SER, DEVEMOS ESTAR DESPOJADOS DE TODOS OS CORPOS QUE FORAM DESCRITOS, COMO ENTÃO, COMO SERES ENCARNADOS, ENTRAR EM CONTATO COM ESTE CORPO DE ESTADO DE SER?

Quem disse que é preciso se despojar de qualquer coisa?

Penetrar no corpo de Estado de Ser, no momento, requer abandonar, de forma transitória, o corpo de personalidade, já que vocês vão encontrá-lo quando voltarem.

Contudo, a Consciência, para poder trasladar-se na quinta dimensão, deve ser capaz de parar o funcionamento de tudo o que é limitante e que mantém vocês na Ilusão da terceira dimensão, até o corpo causal que está ligado ao princípio de ação / reação e da lei da causalidade, em relação com esta dimensão que vocês experimentam.

Assim, não há nada que abandonar.

Isto seria uma concepção mental.

Há simplesmente que se entregar e deixar acontecer, o que não é exatamente o mesmo que um desejo de abandono de si mesmo, do corpo mental ou das emoções ou de um fator limitante causal, seja ele qual for.

É preciso, então, se entregar, se deixar penetrar pelas energias da Luz Supra Mental, para que estas os levem, literalmente, na Consciência, e somente na Consciência, no corpo de Estado de Ser, e não há trabalho a fazer.

A partir do momento em que sua mente decide parar a mente, ela não pode realizar isto.

A partir do momento em que vocês escolherem, através de suas emoções, pararem as suas emoções, vocês nunca vão chegar lá.

A partir do momento em que vocês decidirem, por si mesmos, alguma coisa, vocês chamam um nível de energia localizado no mesmo nível onde está situado o problema, isto não pode funcionar.

Então, de fato, e isto funciona em todas as áreas de sua vida, quando Cristo disse: "busquem o reino dos Céus e o resto lhes será dado de acréscimo", isso significa simplesmente que não se resolve um problema no nível onde ele está localizado, mas chamando.

Este chamado não é um chamado no sentido comum do termo, mas, ultrapassando, trasladando, literalmente, a Consciência a este nível.

Há, portanto, um mecanismo preciso, ao nível das transferências de Consciência, da trasladação da Consciência, que exige a entrega.

Eu reúno, com isto, tudo o que eu lhes disse em relação à entrega à Luz.

No entanto, penetrar no Ser necessita colocar em repouso, deixar fazer a Inteligência da Luz de modo que esta lhes permita reencontrar, literalmente, o corpo de Estado de Ser.

O que era impossível, em tempos não tão remotos assim, mais ou menos uns trinta anos, está se tornando cada vez mais possível, porque nós, mais uma vez, conseguimos remover as franjas de interferência ou se vocês preferirem, a barreira causal que limitava o acesso ao Supra Mental.

 

 

 

Hoje, é possível reencontrar este Supra Mental.

Vocês podem alcançá-lo a partir do momento em que vocês são capazes, mesmo se esta palavra não é a mais adequada, de deixar se instalar, em vocês, esta Luz do Supra Mental.

É no seio mesmo desta Luz do Supra Mental, no seio do Sol, que está o seu corpo de Estado de Ser.

Os vários protocolos que lhes foram dados também lhes permitiram se aproximar deste corpo que é chamado da quinta dimensão.

O trabalho de Consciência realizado por todo Conclave, e por vocês mesmos permite, também, se aproximar, de forma mais adequada, desse corpo de Ser.

As primícias devem ser buscadas e lhes foram dadas pelo Arcanjo Miguel nas Núpcias Celestes.

Isso corresponde primeiramente ao estabelecimento do som interno, que se manifesta ao nível da orelha, e, depois, à instalação do silêncio ou do Coral dos Anjos, que permitirá, nesse momento, engrenar o limiar quântico da Consciência que assinala a sua libertação destes planos da personalidade para penetrar nos planos de Ser.

 

***



PERGUNTA: O ‘ENTREGAR-SE’ PERMITE ATINGIR O QUE VOCÊ ACABOU DE MENCIONAR?

Desde que se entregar não seja um ato de Consciência comum ou um ato mental.

Vocês podem optar por entregar-se com sua mente e dizer, por exemplo: eu deixo de lutar contra esta situação.

Isto pode ser um primeiro passo para se entregar.

Mas não é a entrega.

A entrega é um ato de fé e de confiança na Luz, ou, neste momento, vocês entregam o seu Espírito, como Cristo disse, literalmente, em nome da Luz.

Quando ele disse: « Pai, entrego o meu espírito em suas mãos », é a mesma coisa.

Isso é chamado, em linguagem simbólica, a Crucificação, que permitirá literalmente a Ressurreição.

Portanto, este não é um contrato entre sua mente e outra parte de sua mente, mas sim um ato de entrega para a Luz que irá, certamente, além do ‘deixar ir’. Trata-se de abandonar todo sistema de controle para retornar ao seu próprio mestre, que é entrega à Luz.

 

***




PERGUNTA: AO QUE CORRESPONDEM AS VIBRAÇÕES QUE PODEMOS SENTIR NO ROSTO?

A ativação de diversos pontos de vibração, ao nível de seu rosto, corresponde, de uma maneira geral, à ativação das últimas três Lâmpadas.

Estas traçam, ao nível do seu rosto, circuitos de Vibração que os mais sensíveis dentre vocês podem perceber e sentir.

Aqueles que têm a sorte de perceber suas Vibrações podem, inclusive, usá-las para focalizar ou direcionar a Consciência para cima, a fim de aumentar o seu funcionamento vibracional.

Existem técnicas que permitem focar a Consciência sobre os 11 º ou 12 º corpos, permitindo a comunicação de certa quantidade de funções espirituais, no seio mesmo da sua densidade.

Assim, a focalização sobre a 12ª. Lâmpada denominada andrógina primordial permite conectar o plano denso, onde vocês estão, com os planos mais elevados de Luz.

Isso permite a certas formas de Consciência de se manifestar, temporariamente, na sua densidade, a fim de trabalhar de uma forma ou de outra.

Da mesma forma, a partir do momento em que vocês percebem a Vibração na 11ª. Lâmpada [situado sobre o lábio superior, no sulco sob o nariz], ou 11º. corpo, corpo do verbo Criador e a porta do silêncio interior, neste momento, vocês têm a oportunidade, ativando a Vibração (simplesmente concentrando sua atenção sobre este ponto) de favorecer a reversão que permitirá a passagem para o corpo de Estado de Ser.

Do mesmo modo, e eu concluirei com ele, a focalização sobre o 10º. Corpo [situado na garganta, entre o chakra Vishuda e a ponta do queixo], ou corpo de comunicação com o Divino, lhes permite, focalizando a sua Consciência nele, alterar o som que existe ao nível de suas orelhas ou da sua orelha, dando-lhes acesso ao que é chamado de Registros Akáshicos e permitindo ler o Livro da Vida, da sua, da do Universo ou de outra pessoa.

São funções espirituais, bem como a telepatia e outras, que ocorrerão cada vez mais nas próximas semanas, meses e alguns anos que vocês ainda têm para viver nesta dimensão.

A revelação faz parte disso.

A partir do momento em que o ser humano desperta para esta dimensão de Estado de Ser, em meio mesmo a esta dimensão, manifestam-se poderes espirituais chamados Siddhi (**).

 

 

 

Estes são apenas o resultado do contato com a Luz e se manifestam na sua densidade.

Trata-se, neste nível, de uma aprendizagem que lhes permitirá manifestar seus dons espirituais e de iluminar seu caminho com mais precisão do que com o mental.

Vocês sabem que as cinco Sílabas Sagradas – OD-ER-IM-IS-AL - correspondem à ativação de cinco pontos na sua cabeça.

No entanto, vocês também sabem que há 12 Lâmpadas ao redor da cabeça correspondendo a 12 estrelas ou 12 Lâmpadas de Maria.

Vocês não têm ainda a compreensão e a vivência do conjunto das 12 Lâmpadas, no entanto, duas destas lâmpadas, como lhes descrevi, correspondem a funções que se ativam cada vez mais no Ser humano.

Mas existem 12 pontos de Vibração, em torno da cabeça, que correspondem à fusão da Coroa radiante da cabeça e da Coroa radiante do Coração, ao nível da cabeça, desta vez.

Isto ainda não está explícito e não necessita de ser explicitado mais adiante.

Simplesmente, isto é uma Verdade e uma realidade.

Há 12 pontos de Vibração em torno da cabeça, permitindo, justamente, a saída de sua alma e de seu espírito desta prisão.

Isto será plenamente desvelado no próximo ano [em 2010], a partir do momento em que as outras, as últimas chaves de Metatron, lhes serão trazidas [no período de 15 de Agosto de 2010].


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

 

(*) - 'Reunificação dos 5 novos Corpos' (Yoga Celeste) [Protocolo]

e

‘Os Cinco Novos Corpos Espirituais’ - OMRAAM (Aïvanhov)

 

 

(**) - Os 8 principais Siddhis são denominados: Anima, Mahima, Laghima, Garima, Prapti, Prakamya, Vasitvam e Ishitvam.

 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨



Trecho extraído da Mensagem do ARCANJO ANAEL de origem francesa
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=440

07.10.2009 (1ª. Parte)

 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tradução para o Português: Nicole Contrain

Postado por Nicole Contrain, em 01 de Novembro de 2009.

Transcrição e edição: Zulma Peixinho

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

publicado por luzdecuraeamor às 14:17
link | comentar | favorito

SaLuSa 24-Maio-2010 Não demorará muito a que sejam apresentados a alguns dos nossos membros, e isso irá afastar bastante apreensão e dúvida a algumas pessoas que temem a nossa presença.

 

 



Não demorará muito a que sejam apresentados a alguns dos
nossos membros, e isso irá afastar bastante apreensão e
dúvida a algumas pessoas que temem a nossa presença.

Há maravilhas e experiências espantosas à vossa espera, e
 uma vez que saibam mais sobre elas, sabemos que nunca
mais irão olhar para trás, para esta época.




1. Indubitavelmente este ano está a tornar-se num ano que irá ser apelidado de histórico no que diz respeito à vossa evolução. É uma ocasião em que os vossos olhos serão abertos para a verdade, e em que começareis a reclamar os vossos poderes. Será devolvido o que vos foi retirado, para que possam começar um novo período para se tornarem poderosos. Irá levar tempo a alcançar uma restituição completa através dos meios legais, mas o terreno para isso já está preparado. Os que governaram injustamente serão postos de lado, para permitir que um governo mais baseado na espiritualidade se suceda. Será de natureza interina até que a reforma aconteça para estabelecê-lo com a aprovação do povo.

2. Governos sucessivos têm sido fantoches dos Illuminati, mesmo que não haja compreensão disso entre os seus representantes. O poder deles tem influenciado a política em todo o mundo, e quando foi necessário usaram as “luvas” e a corrupção. No entanto, a verdade sobre as suas actividades está a ser revelada, e as suas instituições ilegais estão a ser preparadas para encerrar. Está tanto a vir à superfície e assim continuará, até que qualquer faceta das forças das trevas seja afastada.

3. A vossa atenção é atraída para os acontecimentos mundiais, a Luz continua a crescer e está a criar protecção onde é necessária. No passado os pratos da balança oscilavam, ora para um lado ora para o outro, mas agora a Luz é dominante. No futuro o caminho será mais suave e mais fácil mas poderá permitir alguma turbulência, porque ainda há mais limpeza que é necessário fazer. São movimentações tendo em mente a Ascensão e dentro do tempo que resta até que isso aconteça irão acontecer mudanças momentâneas. São inevitáveis, tendo em vista a extensão dos prejuízos causados a vós e à Terra durante milhares de anos. Não é uma questão de restaurar o que tinham anteriormente, mas substituir e avançar para novos níveis que irão erguer tudo. Está tudo calculado para erguer os vossos níveis de consciência, necessários para que ascendam.

4. Queridos, com a vossa experiência sereis capazes de navegar através do próximo período de tormenta, sem ser desviados do vosso objectivo. Vejam sempre o fim do resultado do que o que ainda está para vir como parte das mudanças. Não se preocupem como é que isso será alcançado, e tenham a certeza que irá terminar como foi decretado. Nenhumas forças na Terra ou fora dela fazem qualquer diferença, e nós, da Federação Galáctica, estamos encarregados de assegurar o vosso sucesso. Não demorará muito a que sejam apresentados a alguns dos nossos membros, e isso irá afastar bastante apreensão e dúvida a algumas pessoas que temem a nossa presença. Claro que há seres do Espaço que são negativos, mas estão impedidos de interferir com a vossa Ascensão.

5. Muitas almas acordadas procuram maneiras de ajudar outros a encontrar o caminho, e isso é bem vindo numa época em que alguns estão a fazer a primeira tentativa para procurar a verdade. Recomenda-se que ajudem quando vos pedirem, mas não os choquem tentando dar-lhes demasiado de uma só vez. O progresso lento é muito melhor porque permite que a informação seja ponderada cuidadosamente, e nunca forçada. Haverá uma corrente contínua de revelações uma vez que possamos comunicar convosco através da vossa comunicação social, e com essas próximas mudanças podeis esperar uma série inteira de programas elaborados para vos acordar.

6. Queremos tão afincadamente que olhem para lá das crenças do Homem que permaneceram maioritariamente sem ser desafiadas durante centenas de anos. Em tantos assuntos tais como ciência e religião, fostes conduzidos por doutos académicos que tinham professado manter a verdade. O facto é que não parastes de alargar a vossa compreensão, e mesmo agora acontecem saltos quânticos. Algumas das vossas crenças são o resultado de tentativas genuínas de vos comunicar os factos. No entanto, noutras ocasiões foram deliberadamente manipulados para satisfazer o ego daqueles que o faziam, ou foram-vos transmitidas falsidades flagrantes. Ireis ver que muito do que vos foi ensinando irá ficar sob observação, e irão encontrar muito em falta. A verdade irá permitir-vos reavaliar as vossas crenças, e isso será apoiado por evidência inquestionável.

7. Como o tempo progride ireis mudar de seres de conhecimento limitado para Seres Galácticos de plena consciência. Então sereis os Mestres que realmente sois, e ireis libertar o vosso potencial completo. Haverá pouca ou nenhuma comparação com o ser de consciência limitada que sois agora. Depois de milhares de anos a encontrar lentamente o vosso caminho de regresso à Luz, estais prestes a lançar-vos numa jornada de oportunidades e significado imenso. É como se tivessem deixado a pré-primária e estivessem a ver o mundo pela primeira vez. Há maravilhas e experiências espantosas à vossa espera, e uma vez que saibam mais sobre elas, sabemos que nunca mais irão olhar para trás, para esta época. As vossas experiências na dualidade irão provar que foram benéficas, e não tereis mais de percorrer, de novo, esse caminho.

8. Foi só em épocas relativamente recentes que as vossas mentes permitiram a compreensão de que sois muito mais do que anteriormente foram levados a crer. Com o advento da Idade do Espaço vocês expandiram as vossas vistas, para contemplar uma vida diferente quando foram capazes de viajar para lá das fronteiras da Terra. Como uma civilização, sois membros chegados da Federação Galáctica, e ser-vos-ão concedidas todas as oportunidades que vos irão proporcionar uma vida maravilhosamente empolgante. Em comparação com isso, a vossa Terra foi uma prisão que impuseram a vós próprios da qual vos estão a ser oferecidas as chaves da liberdade.

9. Eu sou SaLuSa, de Sírio, orgulhoso de estar associado às belas almas da Terra. A Federação Galáctica e as Hierarquias Espirituais acreditam que estais suficientemente acordados para aceitar a oportunidade da Ascensão que vos está a ser oferecida. Isso carece de pouca coisa em troca, e sabereis que estais prontos para dar um salto quântico no futuro e se estais no caminho da Ascensão. Muitos já tomaram esta decisão, mas aos que estão indecisos não lhes será negada a oportunidade de se juntarem a vós, mas o tempo está a ficar escasso. Em breve terão de fazer uma escolha, porque a alternativa à Ascensão é continuar as experiências num lugar de dualidade. Gostaríamos que todos vós ascendessem mas o vosso livre arbítrio para fazer essa escolha é predominante.

Obrigado SaLuSa.
Mike Quinsey.

The Galactic Federation Messages by Mike Quinsey
www.galacticchannelings.com - All languages stated above
http://gfbymikequinsey.blogspot.com/ -ENGLISH
. http://www.costanza2003.org - ITALIANO

http://gfindutch.blogspot.com / - NEDERLANDS

http://glingerman.blogspot.com/ - DEUTSCH

http://fgfrance.blogspot.com/ - FRANÇAIS

http://gfsvenska.blogspot.com/ - SVENSKA

http://fgmikequinsey.blogspot.com - PORTUGUÊS

http://www.schodamidonieba.pl/ - POLSKA/Polish

http://federaciongalaticaenespanol.blogspot.com- ESPAÑOL

*http://blog.goo.ne.jp/flatheat/c/c0a7212b7e7e44c4f990c62a84cd2dc8 –日本語/Japanese

http://gfingreeck.blogspot.com/ - ΕΛΛΗΝΙΚΑ/Greeck

http://gfinlatvian.blogspot.com/ - LATVIEŠU/Latvian
http://galacticfederationchina.blogspot.com/-中文 Chinese – NEW

http://gfinbulgaria.blogspot.com/ - БЪЛГАРСКИ/Bulgarian - NEW

Originals and translations of Galactic Messages available on http://peacelovelove.blogspot.com/


Tradutora: Maria Luísa de Vasconcellos
Email: luisavasconcellos@hotmail.com
Publicada por luisa vasconcellos
FONTE: http://fgmikequinsey.blogspot.com/

publicado por luzdecuraeamor às 14:11
link | comentar | favorito
Domingo, 23 de Maio de 2010

Conceito Gnóstico de Karma

É preciso que as pessoas compreendam o que significa a palavra “Karma”.

A lei da balança, a lei do Karma rege toda a criação. Toda causa se transforma em efeito e todo efeito se transforma em causa novamente.

Foi nos dada liberdade e livre escolha e podemos fazer o que quisermos, porém é claro que temos que responder diante de Deus por todos nossos atos. Qualquer ato de nossa vida, bom ou mau, tem conseqüências. A lei de ação e reação governa o curso de nossas vidas, e cada nova existência é produto da vida anterior.

Compreender integramente as bases e o “Modus Operandi” da lei do Karma é indispensável para podermos conduzir o barco de nossa vida de forma positiva e digna através das diferentes escalas da vida.

O Karma é lei de compensação, não de vingança. Há quem confunda essa Lei Cósmica com “determinismo” ou com “fatalismo”, ao crer que tudo que nos acontece já está previamente determinado. É verdade que os atos humanos determinam nossa herança, a educação e o meio [em nascemos]. Mas também é verdade que o homem tem o livre arbítrio e pode modificar seus atos, educar seu caráter, formar hábitos superiores, combater debilidades e fortalecer virtudes.

O Karma é um remédio aplicado para nosso próprio bem. Infelizmente, as pessoas em vez de se inclinarem reverentemente diante do eterno Deus vivo, protestam, blasfemam, se justificam, se desculpam, lavam as mãos. Com tais protestos em nada modificam o Karma; ao contrário: torna-se ainda mais duro e severo.

Quando nascemos neste mundo trazemos nosso destino. Uns nascem em berço de ouro e outros na miséria. Se na passada existência matamos, agora nos matarão; se ferimos, agora nos ferirão; se roubamos, agora nos roubarão; e com a vara que medimos seremos medidos.

Felizmente, caros amigos, a Justiça e a Misericórdia são as duas colunas de sustentação da Grande Fraternidade Branca.

Justiça sem Misericórdia é tirania; Misericórdia sem Justiça é tolerância e complacência com o delito. O Karma é negociável. Isso pode surpreender muita gente de diversas escolas esotéricas tradicionais. Por certo alguns pseudo-esoteristas e pseudo-ocultistas tornaram-se muito pessimistas em relação à lei de causa e efeito. Supõem equivocadamente que esta se desenvolve em forma mecânica, automática e cruel. Os eruditos crêem que não é possível alterar essa lei, mas lamento sinceramente ter que discordar dessa forma de pensar.

Se a lei de ação e reação, se o Nêmesis da existência não fosse negociável, então onde ficaria a misericórdia divina? Francamente, não posso aceitar crueldade de parte da divindade. Brahman, Deus ou Deuses de forma alguma poderia ser algo sem misericórdia, algo cruel e tirânico. Por tudo isso repito em forma enfática: O Karma é negociável.

É possível modificar nosso próprio destino. Modificando-se a causa modifica-se o efeito. “O Leão da Lei se enfrenta com a Balança”. Se em um prato da Balança colocamos nossas boas obras e no outro as nossas obras negativas, ou teremos equilíbrio ou um dos pratos pesará mais que outro. Se o prato das más obras pesar mais devemos corrigir o desequilíbrio pondo mais boas obras no prato correspondente, para inclinarmos a Balança a nosso favor. Dessa forma pagamos Karma. Fazendo boas obras para pagar nossas dívidas. Lembremos que não se paga Karma somente com dor, também podemos pagar karma com boas obras.

Agora vocês podem compreender, queridos amigos, como é maravilhoso praticarmos o bem. Sem dúvida, o reto pensar, o reto sentir e o reto agir são o melhor negócio.

Nunca devemos protestar contra o Karma. O importante é saber negociar. Infelizmente, quando as pessoas se encontram em grandes amarguras o único que sabem fazer é lavar as mãos dizendo que nunca fizeram mal a ninguém, que não têm culpa de nada e que sempre foram pessoas justas e corretas.

Que me seja permitido dizer aos que estão na miséria que revisem sua conduta, que julguem a si mesmos, que se sentem no banco dos réus, mesmo que por alguns poucos momentos para fazer uma análise de si mesmos; depois, modifiquem sua conduta.

Se esses que estão sem trabalho se tornassem castos, caridosos, agradáveis, serviçais em cem por cento é claro que mudariam radicalmente a causa de sua desgraça e conseqüentemente, seus efeitos.

Não é possível modificar um efeito se antes não se modificou a causa que o gerou, porque, como dissemos: não existe efeito sem causa nem causa sem efeito.

Devemos trabalhar sempre de forma desinteressada e com infinito amor em favor da humanidade. Assim, mudaremos as causas negativas que geram os nefastos efeitos.

Sem dúvida, a miséria tem suas causas nas bebedeiras, na luxúria, na violência, no adultério, no desperdício, na avareza, etc.

Quer ser curado? Cure os outros. Tem familiares na prisão? Trabalhe pela liberação de outros. Está com fome? Divida teu [pedaço de] pão com quem está pior que você.

Muitas pessoas que sofrem só se lembram de suas amarguras, desejando remediá-las, mas não se lembram dos sofrimentos alheios, nem remotamente pensam em remediar os sofrimentos do próximo. Esse estado egoísta de sua existência não serve para nada. Assim, o único que conseguem realmente é agravar seus sofrimentos.

Se essas pessoas pensassem nos demais, em servir seus semelhantes, em dar de comer ao faminto, dar de beber ao sedento, em vestir o desnudo, em ensinar ao que não sabe, é claro que poriam boas obras no prato da balança cósmica para incliná-la a seu favor, e assim mudariam seu destino e viria a sorte a seu favor. Mas as pessoas são muito egoístas, e por isso sofrem. Ninguém se lembra de Deus nem de seus semelhantes se não quando estão em desespero, e isso é algo que todo mundo pode comprovar por si mesmo. Assim é a humanidade.

Infelizmente, esse ego que todos levamos dentro, faz tudo ao contrário do que estamos dizendo aqui. Por isso mesmo considero urgente, inadiável e irremediável reduzir o ego à poeira cósmica.

O único que é necessário fazer para ter direito à verdadeira felicidade é, antes de tudo, eliminar o ego. Certamente, quando não existirem mais egos dentro de nós, esses horríveis elementos que nos fazem tão perversos e malvados, não haveria mais Karma a ser pago e o resultado disso seria a felicidade.

A Lei do Karma, a Lei da Balança Cósmica não é uma lei cega. Também é possível pedir crédito aos Mestres do Karma, e isso é algo que muitos desconhecem. Contudo, é bom saber que todo crédito precisa ser pago com obras de caridade. Se não for pago, então a Lei cobrará com muito sofrimento.

Quem despertar a consciência poderá viajar com seu corpo astral plenamente consciente e estudar no Templo da Justiça seu próprio Livro do Destino. O Chefe dos Sacerdotes do Tribunal do Karma é o Grande Mestre Anúbis. O Templo de Anúbis, Supremo Regente do Karma, encontra-se no mundo molecular, chamado por muitos de Plano Astral.

No Tribunal da Justiça impera unicamente o amor e a justiça. Ali existe um livro com as colunas “Dever – Haver” para cada ser humano, onde diariamente se registra tudo que se faz de positivo e de negativo.

As boas ações são representadas por um tipo incomum de moeda que os Mestres acumulam em benefício daqueles que realizam boas obras. Nesse Tribunal também existem advogados defensores. Mas, paga-se por tudo. Nada nos é dado gratuitamente. Quem tem boas obras paga suas contas e se sai bem em seus negócios. Os créditos solicitados devem ser pagos com trabalhos desinteressados e inspirados no amor pelos que sofrem.

Negociar com os Senhores da Lei é possível por intermédio da Meditação: orai e meditai. Concentrai-vos em Anúbis, o Supremo Regente da Boa Lei.

Lembrem-se: Para o indigno todas as portas estão fechadas, menos uma: a do arrependimento. Pedi e vos será dado; batei e se vos abrirá.

(Por Samael Aun Weor, da obra Tarot y Kábala, capítulo 27)

 

Fonte: www.portalaguiadourada.wordpress.com

publicado por luzdecuraeamor às 22:10
link | comentar | favorito

Uma mensagem do Conselho Plêiades de Luz ( 23 de maio de 2010)

 

Vemos que vocês se sentam em uma intersecção de quem voces foram e de quem voces serão. Você leu o mapa das suas ações e reações do passado e espera encontrar no futuro um nov mapa. Você viu onde falhou e ninguém ajudou a lhe levantar. Você vê que você se permitiu ser emocionalmente sufocado em um espaço de respiração limitada e aceitação limitada do ar em seus pulmões. E esperar para que o mundo expire para que você possa respirar o que é bom, o que é grande e qual é o seu propósito. O monóxido de carbono de outros e os pensamentos bem como a negatividades através do ar que nos rodeia, respire somente o superficial assim evitamos o que pode nos contaminar.

Na plenitude dos tempos, aparecemos ser pelo olho do nosso eu interior. Na plenitude da luz estamos na frente de todas as sombras, todas as dúvidas, e todos os medos. Na plenitude do coração que entra suavemente como a família e os amigos de luz se reúnem para mostrar o seu amor, sua apreciação, a sua aceitação de vocês em seus corações. Nós somos o Conselho de Luz Pleiadianos. Trabalhamos dentro da geometria sagrada de posto avançado da humanidade. Nós representamos o esquema do que é humano e humanóides da natureza.

Você tenta escapar do que humano, o que tornou-se desfeito, o que tornou-se desgastado, agora você entrará em um corredor do tempo em situações que antes eram escondidas e cobertas por seus olhos . O período de tempo para olhar e analisar a sua vida de perto com precisão chega ao fim.

As escolhas dos dois últimos anos trouxeram-lhe plenamente em um local de crença ou dúvida. Nos últimos dois anos do tempo pediram-lhe para olhar a vulnerabilidade de sua humanidade, de sua carne, do seu desejo de permanecer ou deixar a periferia da Terra.

Você vacilou nas tempestades, você vacilou nas escolhas e você tem vacilado na aceleração. Tempo decorrido esta caducando. Tudo o que você aprendeu vem a um ápice de reformar os seus pensamentos, suas intenções e esclarecer o que ainda permanece em seu coração, mente ou alma.

Nos próximos dias será dada uma escolha - vocês acreditam 100% que estão alinhados com o que é luz, o que é Crística, o que é bom sobre o homem, sobre Deus, sobre a vida. Você vai ter que cavar fundo neste palheiro para encontrar a agulha que representa a bondade neste tempo e lugar. Você deve se tornar uma bênção de vida a todos aqueles que cruzam seu caminho, dando-lhes uma nova esperança.

Você percebe que tudo que você faz afeta a outra pessoa e tem um efeito cascata. Peça para ser uma bênção para tudo e todos, desde a manhã até a noite. É fazendo isso que você vai amplificar a potência do seu quociente de luz.

Você esqueceu de qual é a proposta desta jornada. Você não está aqui para julgar ou apontar o dedo para o outro. Você não está aqui para aprender, ferindo outro, fisicamente ou com seus pensamentos ou palavras. Aqueles que estão em sua maneira fazê-lo como um gigante poderoso que está diante de uma montanha sagrada, não permitindo a entrada. Se você não dar a volta nestes gigantes de sua vida, encontre uma maneira diferente de pensar com o coração e ganhar passe livre do que parece intransponível. Tudo na sua vida que você vê como um bloqueio só pode ser dissolvido através da amplificação da vibração do amor. Você pode ser uma vítima ou viver em vitória. Cada um de vocês são Mestres de Luz e você se esqueceu, porque a pequenez da vida cotidiana tem nos pilhado não conseguíamos ver além dela.

Reconfirmar seus votos com a luz, com o que é divino, com o futuro do planeta Terra. Muitos de vocês têm desistido de sua liberdade, nos desejos do seu coração, o que lhe traz a alegria que a freqüência de dúvida mudou toda a equação de luz e escuridão. Pedimos-lhe para cavar em seus calcanhares e acreditar, não apenas em si mesmo, não apenas para o planeta e seu povo, mas para todas as formas de vida em todos os mundos. O resultado da ascensão da Terra ou dissensão tem um efeito de alavanca em todos os universos.

Direitos Autorais Gillian MacBeth-Louthan

Todos os Direitos Reservados.



TRADUÇÃO: Julio Schneider

publicado por luzdecuraeamor às 22:04
link | comentar | favorito

**O CAMINHO DO CORAÇÃO** - RAM - AutresDimensions

 

 

Eu sou RAM.

Amados Irmãos em encarnação nesta densidade, por favor, aceitem meus cumprimentos e minhas bênçãos.

Alguns de vocês já me conhecem, através de uma série de ensinamentos que eu dei, já há quase um ano de seu tempo, para permitir-lhes, no caminho da simplicidade e no caminho do Coração, encontrar o significado de sua Essência, a via do seu Coração.

Eu sou Mestre Instrutor do Ar.

Como tal, me foi pedido intervir neste período final do que foi chamado pelos Arcanjos de Núpcias Celestes.

No decorrer das semanas que se aproximam de vocês, vocês devem aprender a centrar-se, a recentrar-se e a viver a Vibração do Coração, de maneira simples.

O Coração, como eu já disse, é uma Fonte de Alegria, é uma Fonte de contentamento.

No Coração, e na Vibração do Coração, não há lugar para o medo, não há lugar para dúvidas, não há espaço para a razão.

Há apenas lugar para a evidência, para a Verdade, para a simplicidade.

Hoje, mais do que nunca, reencontrar o Coração é primordial e essencial para encontrar a calma e a Vibração necessária para permitir ao seu Ser ultrapassar a dualidade na qual vocês vivem, de se reaproximar da Unidade, de se reaproximar do que os Arcanjos chamaram de Ser, desta dimensão sublime onde o Ser humano descobre o significado do que ele é, o sentido de suas vidas e o verdadeiro significado do seu porvir.

Eu lhes dei um protocolo, um exercício extremamente simples, permitindo-lhes, se assim o desejarem, realizar a Vibração do Coração, a Vibração da Unidade, a Vibração da paz e a Vibração da Alegria [‘Meditação Direcionada para o Coração’].

Cabe a vocês, e lhes cabe cada vez mais, recarregar suas baterias nesta Vibração, será como um bálsamo que irá lhes consolar e lhes permitir viver, na íntegra, a dimensão do Espírito e da Verdade, a dimensão total do seu Ser.

A Vibração, na Essência do Coração, é percepção e sensação, na área deste chakra, desta roda de energia.

À medida que a sua alma, seu corpo e seu espírito recebem e acolhem as energias do cosmo em sua totalidade, e à medida que seu Ser acolhe as vibrações elevadas da Terra, como resposta a estas vibrações do cosmos, lhes pertencerá conduzir essas Vibrações e estas Luzes, em seu Coração, porque é neste lugar, e somente neste lugar, que se encontrará a paz, a segurança, a dimensão da Alegria que lhes permitirá, reencontrando-a, fazê-la irradiar, fazê-la retransmitir em torno de vocês, em seus lugares de vida, com seus próximos, e assim, criar uma dimensão específica dentro de seu círculo.

A Paz, a Alegria, a Vibração do Coração, a Vibração que vocês chamam de Amor, deve tornar-se um Fogo.
Um Fogo que não queima, mesmo se ele queima.

O Fogo do Amor é atiçado pelo ar.

O ar da Vibração e da rotação do seu Coração será o combustível do Fogo.

O Fogo que é a realidade do abrasamento do Amor no seio da dimensão espiritual, no seio da dimensão eterna, lhes permitirá, então, transcender as emoções e as agitações deste mundo, e lhes permitirá, então, mostrar o rosto e a energia da paz, o rosto e a energia da Alegria, que será um bálsamo para aqueles de vocês que não o conhecerão, mas que, ainda assim, reconhecê-los-ão através de sua Presença, através de sua Radiância, através de seu Ser.

Assim como o Arcanjo Miguel lhes disse, em numerosas ocasiões, encarnando esta Luz, encarnando em vocês esta nova Vibração da Essência, vocês permitem àqueles que os rodeiam e àqueles que encontram, de perceberem, além do véu da Ilusão de sua encarnação, a Imanência e a Permanência da Alegria, através de sua Presença.

Não há nada para entender a este nível.

Há simplesmente que estar na Vibração e na Presença.

Amados Irmãos Humanos em encarnação nesta densidade, esta densidade que é a sua deve vibrar, ela também, ela deve se transformar em algo mais luminoso, em algo menos pesado, em algo mais harmonioso.

Vocês estão agora no limiar da Revelação, nesta densidade, da Verdade e da Realidade da Luz e da Vibração, da realidade do Amor que inspira toda vida, mesmo a mais corrompida.

Na afirmação da sua Presença, centrada na Vibração do seu Coração, vocês aprenderão a viver na Unidade, além das emoções, além da razão, na permanência da Unidade, na permanência de Luz e na permanência da Verdade.

Os dias que se abrem à sua frente são dias novos, dias de esperança, dias em que a paz pode ser vislumbrada no seio da desordem.

Vocês são, vocês todos que acolheram, em seu interior, em níveis diferentes e em intensidades variadas, os Transmissores desta Luz, e além desta Luz, vocês precisam tornar-se Transmissores da paz, Transmissores da Alegria, para que seu estado de Vibração torne-se contagioso, de modo que a desordem não possa se instaurar, para que a liberdade floresça em cada Ser, de modo que a abertura da Consciência ligada à Revelação da Luz e da Verdade permita a seus irmãos e a suas irmãs apreender, sentir esta nova Vibração, esta nova Consciência.

Na medida em que vocês vibrarem no seu Coração,
vocês se tornarão seres cada vez mais lúcidos,
Seres calmos,
Seres que não sofrem mais,
Seres não mais afetados pelo que vem do seu passado distante, ou de seu passado mais recente.

Sua condição se tornará independente do seu passado, sua condição se tornará independente de sua projeção no futuro, porque estando centrado na Vibração do Coração, o momento presente mostrará, em vocês, a sua Majestade, mostrará, em vocês, a intensidade da sua Alegria e a intensidade deste Amor atemporal e incondicional que vocês conseguirão, naquele momento, não mais esperar, mas realmente viver e manifestar.

Como eu já disse, em diversas ocasiões,
o caminho do Coração é o caminho da evidência,
o caminho do Coração é o caminho da simplicidade.

O Caminho do Coração não tem o que fazer com as técnicas e os preconceitos dos ensinamentos.
O Caminho do Coração é ensinamento.

Quando vocês vivem na integração do Coração, vocês se tornam Uno com a Fonte, você se tornam Uno com o Cristo, vocês se tornam Uno com a Verdade.

Vocês escapam, assim, dos condicionamentos da dualidade que lhes afetaram.

Esta etapa, que está agora aberta para vocês, está ligada
ao seu esforço de Luz,
ao seu esforço de probidade,
ao seu esforço de integridade e
ao seu esforço de transparência,
ao qual responde o derramamento das Vibrações da Luz, das Vibrações galácticas, das Vibrações Solares e das Vibrações dos Grandes Seres que estão debruçados por cima de sua Consciência e que esperam, com paciência e humildade, o seu Despertar.

O Despertar do qual eu estou falando é simplicidade.

O Despertar do qual estou falando é a Verdade e Unidade.

Como é meu costume, depois de expressar este conceito do Caminho do Coração, através das palavras, lhes proponho vivê-lo, antes de dar-lhes a palavra, pela Vibração e pela Energia.


... Efusão de Energia ...


Antes de lhes dar a palavra para seus questionamentos, eu terminarei com estas poucas palavras:
na medida em que vocês engajarem a totalidade da sua Consciência,
no seio do caminho do Coração,
vocês descobrirão coisas nunca imaginadas sobre o que vocês são,
sobre o que eu chamo de sua filiação espiritual, suas linhagens, suas origens estelares.

Vocês descobrirão, pelo caminho do Coração e da simplicidade, que vocês são, definitivamente, desde já, Seres de Perfeição, Seres de pura Luz.

É de sua responsabilidade acolher as revelações vindas da ativação do caminho do Coração, com humildade, e persistindo no cerne da simplicidade.

Não há nenhuma glória a ser adquirida do que vocês são, para levar para seus irmãos e irmãs, porque eles são o mesmo que vocês, ainda em um estágio diferente da revelação desta Glória e da Luz.

Hoje, as portas se abrem, vocês descobrem, alguns de vocês de forma muito avançada, a Vibração da Essência e a Vibração da Luz.

Vocês descobrem que vocês funcionam em outros níveis do que os habituais e normais da sua Consciência dissociada e separada.

Obviamente, alguns de vocês estão com dificuldade para coincidir e fusionar o aspecto da Luz Unitária que vocês são e o aspecto dissociado e separado que percorre a sua Consciência, ainda por certo tempo.

Eu gostaria de lhes dizer:
não se preocupem com esta distância porque ela vai desaparecer por si só,
à medida que a sua Consciência aceitar as informações vindas de seu Ser,
vindas da Luz e da Vibração,
sem questionar, mas acolhendo, respeitando a entrega para a Inteligência da Luz.

Tudo isso será facilitado, em uma aprendizagem acelerada, porque isto, para vocês, não é novidade, mesmo se vocês esqueceram.

Mas a reconexão permitirá despertar em vocês a Verdade do seu Ser.

Vocês permitiram, em qualquer lugar deste planeta, através do seu trabalho de Vibração e de aspiração à Luz e à Unidade, a possibilidade de tocar, pela Consciência, a sua dimensão de Eternidade.

Nesse sentido, e independentemente da fase que vivem hoje, vocês permitiram ao conjunto de se aproximar do instante em que o véu da Ilusão, o véu de separação, se rasgará e se deslocará, permitindo assim que a explosão da Verdade, a explosão da Luz, invadam a totalidade da sua Consciência.

Neste momento, vocês voltarão ao seu padrão de pura Luz e vocês compreenderão, então e só então, e não antes; vocês poderão, somente nesse momento, compreender o alcance e a intensidade do que ocorreu no cerne deste período, no âmago de suas vidas, no interior mesmo desta densidade.

Mais uma vez (e eu deixo vocês falarem) aqui estão as mesmas palavras, ditas em Vibração e em Luz e em silêncio.


... Efusão de Energia ...


Caros Irmãos Humanos, eu lhes dou a palavra para suas perguntas relacionadas com o caminho do Coração. Se eu puder esclarecer mais ainda, farei com Alegria.

 

***





PERGUNTA: SE É IMPORTANTE, HOJE, DEIXAR DE LADO OS RITUAIS, O QUE FAZER COM AS PRÁTICAS COM AS QUAIS ESTAMOS ACOSTUMADOS?

O importante, amado irmão humano, é viver na Verdade.

Se a intenção é justa, se a intenção é luminosa, se a intenção é Unitária, então vocês não precisam se carregar com rituais, a partir do momento que vocês conectarem a Luz e a Vibração, que vocês conectarem a Inteligência Suprema que age por ela mesma, na Virtude das leis do Amor, das leis da atração e das leis Unitárias, sem fazer uso de qualquer poder.

A entrega para a Luz que vocês captam é o inverso da vontade, da direção a ser dada para a Luz.

A Luz sabe.
A Luz é Amor.
A Luz é Vibração Inteligente.

Se vocês estiverem conectados a ela, ela vai agir através de vocês, sem qualquer vontade própria.
Assim, neste contexto de religação com a Unidade, não há necessidade, efetivamente, de preocupar-se com outra coisa que Ser, de alguma forma, o canal da Vibração da Essência e da Verdade.

A partir desse momento, vocês descobrirão a confiança na Vida, a confiança na Luz, e não mais numa técnica, tenha sido ela comprovada, tenha sido ela importante.

A época e os momentos em que vocês vivem hoje são momentos que transcendem as barreiras do tempo e as barreiras da aprendizagem, como foi ensinado desde tempos imemoriais.

Isto não corresponde tanto à transformação das leis existentes, mas ao cumprimento da Verdade e da Luz, na sua dimensão, e a Luz, lembrem, é simples, a Luz é inteligente, muito mais do que jamais o será sua razão ou sua mente.

A partir desse momento, e a partir do momento em que vocês estiverem conectados, vocês devem entregar-se para a Inteligência da Luz e, nesse momento, efetivamente, vocês não precisam de mais nada, porque vocês se tornaram Verdade, Unidade e simplicidade.

 

***





PERGUNTA: ISTO VALE TAMBÉM PARA O USO DE FERRAMENTAS COMO CRISTAIS OU PÊNDULOS?

Amado Irmão Humano, se você estiver conectado à Luz e à Verdade, a Luz e a Verdade o libertarão de qualquer sistema de conhecimento.

Na verdade, a partir do momento em que a Consciência tem acesso, na humildade e simplicidade, à Luz, ela trabalha, e as ferramentas, sejam elas quais forem, não têm razão de ser porque o Espírito torna-se o condutor da Luz.

Esta trabalha na inteligência para compensar qualquer desequilíbrio ligado à Presença da dualidade, à Presença da Sombra e da Luz, na sua dimensão dissociada.

Transcendendo-a, então sim, neste momento o Milagre pode tornar-se diário e permanente.
O Milagre é somente a emergência, dentro da sua densidade, da Luz.

O que era ontem, raro, extremamente raro, vai se tornar importante no seu modo de funcionamento.
Assim, a Luz se revelando, é capaz, com toda Inteligência, pela sua Presença e por sua qualidade de Vibração de Amor, de transcender todo sofrimento presente no seu mundo, porque ela dissolve, literalmente, a dualidade.

Obviamente, isto requer, no âmago da sua Consciência, uma confiança, uma forma de aprendizagem, um abandono total da sua vontade própria.

Isso não significa tornar-se sem vontades, mas de se remeter ao princípio Unitário, se remeter à simplicidade e, sobretudo, à humildade.

A humildade de aceitar que a Inteligência da Luz vai trabalhar com muito mais precisão, muito mais poder, mais simplesmente que todas as técnicas, as mais elaboradas.

Então, isso pode acontecer em um instante.

Isso, para a maioria de vocês, levará, no entanto, certo tempo, porque vocês têm que aprender a desaprender, vocês devem aprender a confiança, vocês viveram antes num mundo em que a confiança era dependente do princípio da causalidade, do princípio de ação / reação e do princípio de discernimento.

Hoje, abrem-se, para vocês, dimensões desconhecidas em seus mecanismos de funcionamento e, no entanto, eles são a sua Essência e a sua imanência.

É de sua responsabilidade deixá-los se expressar para reencontrá-los na totalidade.

Isto passa pelo caminho do Coração, o caminho da humildade, e pelo caminho da simplicidade.

Na medida em que vocês aceitarem a simplicidade e o Coração, vocês descobrirão o poder e a Glória da Luz e da Vibração, mas isso requer o que o Arcanjo Anael expressou longamente: uma entrega total e plena fé nas possibilidades da Luz e da Vibração.

Isso, novamente, é aprendizagem mais ou menos longa de acordo com os caminhos que vocês percorreram nesta densidade, nesta vida e em outras vidas.

É de sua responsabilidade experimentar, manifestar as Vibrações do Coração e tentar, pedindo à Inteligência da Luz (ou a seus representantes, Anjos, Arcanjos e Seres de outras dimensões), manifestar a sua Luz, a fim de iluminar a sua Vida, seu corpo, para iluminar o que vocês chamam de problemas, e fazê-lo com fé, com probidade e integridade.

Vocês observarão, então, muito rapidamente, e de forma, eu diria, instantânea, os efeitos em sua Consciência e no curso de sua vida.

 

***





PERGUNTA: COM O QUE SE ASSEMELHARÁ A TERRA QUANDO NÓS PASSARMOS DA 3ª. PARA A 5ª. DIMENSÃO?

A pergunta que você está me fazendo, amado Irmão Humano, exige uma resposta especial.

O que vocês concebem do que vocês chamam Terra, não é a Terra, no cerne da Nova Dimensão.

A transformação que vocês vivem, pela Luz e pela elevação de suas Vibrações, afeta positivamente, também, a Terra.

Ela também vive, à sua própria maneira, as Núpcias Celestes.

Não é possível discutir o esboço da nova Terra, porque, certamente, é uma nova Terra.
As palavras de hoje seriam muito pálidas e só poderiam levá-los a um erro sobre a qualidade e a quantidade vibratória da Luz e do Amor que se tornará a Terra, no âmago de sua dimensão sagrada, no seio da sua Ascensão.

Numerosos itens serão transmutados.

Eu não posso dizer mais, mas vocês vão descobrir, na medida em que vocês entrarem no cerne desta simplicidade, no âmago do momento presente, vocês descobrirão a visão de um futuro provável e real.
Cabe-lhes tirar suas próprias conclusões sobre o que vocês vão perceber e sentir.

A Terra ascensionada é Vibração e Luz.

A Terra antiga será, de alguma forma, uma concha, uma memória, da mesma forma que hoje, vocês, enquanto entidades, são o resultado, é claro, do que vocês viveram.

Mas, hoje, podem dizer que vocês têm a mesma forma e o mesmo pensamento que vocês tinham algum tempo atrás?

E, portanto, vocês se reconhecem como sendo os mesmos e vocês são muito diferentes.

É o mesmo para a Terra.

 

***





PERGUNTA: COMO VIVER A ALEGRIA SEM EMOÇÃO? QUAL É A DIFERENÇA ENTRE OS DOIS?

A Alegria não é prazer. A Alegria não é emoção.

Alegria é um estado de Ser, no âmago mesmo da Vibração do Coração.

Vivendo na Vibração do Coração, a Alegria sem motivo floresce naturalmente.

A Vibração do Coração conduz, inevitavelmente, se vocês a deixarem agir em vocês, nessa Alegria; essa Alegria que pode invadir e se tornar Samadhi.

Samadhi de diferentes formas e diferentes manifestações, como foi mostrado em todas as correntes tradicionais, pelos Seres Despertos no nível de seu Coração.

O Coração é Alegria.

O Coração, o Amor, a Vibração da Vida, é Alegria.

Assim, a Alegria não pode ser condicionada pela satisfação de um desejo fugaz, qualquer que seja, mesmo espiritual.

A Alegria é realmente um estado de Ser onde a Consciência se estabelece no íntimo da Vibração do Coração e nada mais.

É um estado que se cultiva e que se mantém.

Cultivar a Alegria, cultivar o riso, sem motivo, permite realmente acender a dimensão de Ser porque vocês são seres de Alegria, mesmo se vocês ainda não têm, totalmente, a Consciência e integrado a dimensão.

Quando vocês descobrem os espaços interiores ligados ao Coração da Luz e da Vibração, vocês percorrem a Alegria e se tornam a Alegria.

Olhem como alguns seres (tanto na sua tradição, como nas tradições orientais, como entre os Soufis, como em outras tradições ditas primitivas) que atingiram o Ser e a Eternidade, se transformaram em Seres de Alegria.

A Alegria era o seu Ser.

A Alegria era a sua manifestação porque eles eram a Alegria.

A Alegria não pode ser equiparada a uma satisfação.

A Alegria não pode ser equiparada a alguma coisa que vocês devem procurar fora.

A Alegria vem do seu Ser, quando vocês o encontram, quando vocês o deixam florescer, quando a emoção fica de fora, quando a mente está em silêncio.

Assim, se expressar sobre a Alegria não é a Alegria.

A Alegria é, tão simplesmente, uma Vibração
onde há coincidência entre o Ser e a personalidade,
onde não há mais distância entre o que vocês são, na Verdade, e o que vocês manifestam nesta dimensão.

 

***





PERGUNTA: PODE NOS FALAR DE CRISTO NOS ASPECTOS LIGADOS A ENERGIAS DE CURA?

Cristo não poderia ser melhor definido, e não pode ser melhor definido, hoje, como sendo a Via, a Verdade e a Vida.

Descobrir Cristo é, certamente, afiliar-se e religar-se a uma Entidade histórica e mítica, ao mesmo tempo, também é mostrar o Caminho, a Verdade, a Vida e, portanto, a Unidade.

Na Unidade, não há lugar para a doença.

A cura é instantânea.

Refiro-me ao que pertence à sua história e algumas passagens históricas onde Cristo disse: "Vai e não peques mais", ele disse também: "A tua fé te salvou", ele também disse: « Quem me alcançou? »
Cristo é a Fonte de água Viva.

Cristo é a fonte de Fogo, Fogo Redentor e Fogo do Amor, Fogo que consome e queima, literalmente, as Sombras, ou o que vocês teriam uma certa tendência a chamar, para alguns de vocês, os pecados, as Sombras ou as doenças.

Cristo é a dimensão de Ser, plenamente recuperada e manifestada, na sua totalidade, no seio desta densidade.

Cristo é um estado de Ser.

Percorrer o caminho de Cristo consiste em dar-se a si próprio para a Luz, consiste em dar-se para a Inteligência de Luz e consiste, portanto, em manifestar o sentido mais absoluto do Serviço.

Serviço para a Vida.

Serviço para o outro.

Serviço e Doação, não há alternativa para reencontrar Cristo e reencontrar a cura.

 

***





PERGUNTA: O QUE SÃO O DESPERTAR E A ILUMINAÇÃO NO CAMINHO ESPIRITUAL?

O Despertar corresponde ao processo no qual vai se manifestar a prova, para vocês, da Verdade da Luz, mesmo que ela não esteja estabelecida de forma estável e definitiva em vocês.

A Iluminação corresponde ao reencontro, na Verdade, com a Luz.

A Realização corresponde à conclusão dos trabalhos da Luz.

Na Ressurreição, está o reencontro com o seu Veículo de Ser e com o Fogo do Amor.

Assim, como foi ilustrado, de forma muito adequada pelo o desenrolar da Vida de Cristo, da qual você falava.

Há Nascimento, há Batismo, há Transfiguração, há Crucificação e há Ressurreição: cinco etapas iniciáticas pertencendo ao seu caminho, para o seu reencontro com vocês mesmos, não nesta dimensão limitada, mas no âmago de seu Ser.

Isto é hoje oferecido ao conjunto da Humanidade de uma forma acelerada, devido às características específicas dos tempos em que vocês vivenciam, nesta densidade.

Na minha última encarnação, isto ainda não era possível.

Estávamos sujeitos a leis antigas e imemoriais, estávamos sujeitos a limitações que desapareceram.
Hoje, é claro, muitos seres humanos ainda não podem acreditar que são seres ilimitados, tendo percorrido tantas e tantas vezes os caminhos da limitação.

No entanto, isto se revela para vocês, mais e mais.

Cada um do seu jeito, vocês descobrem novos espaços, novas Luzes, novas Vibrações que concorrem para torná-los Seres Despertos, Seres que estão a caminho da Verdade do que são, de modo a permitir para um maior número, acessar, na hora certa, este Estado de Ser, esta dimensão de Ressurreição que fará vocês passarem, diretamente, do Despertar à Ressurreição, sem mesmo passar, para a maioria de vocês, pela Crucificação ou pela Transfiguração.

Este é o Milagre dos tempos que vocês vivem, tempos, chamados pelos Arcanjos, de reduzidos.

Tempos particulares também chamados pelos Arcanjos e por São João, de ‘Apocalipse’, que significa simplesmente Revelação: o que estava escondido e sombrio deve apagar-se frente à grandiosidade da Luz.

Amados Irmãos Humanos encarnados, transmito-lhes minhas bênçãos mais fraternas, a minha homenagem e meu Amor. Eu vos abençôo.



¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

 

 

Mensagem do Amado e Venerável RAM de origem francesa
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=420
26 de Setembro de 2009

 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Tradução para o Português - Nicole Contrain

Postado por Nicole Contrain, em 11 de Outubro de 2009.

Transcrição e edição – Zulma Peixinho

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

publicado por luzdecuraeamor às 22:00
link | comentar | favorito

OS SETE RAIOS:---TERCEIRO OBJECTIVO + VIDA-QUALIDADE-APARÊNCIA

OS SETE RAIOS:-TERCEIRO OBJECTIVO + VIDA-QUALIDADE-APARÊNCIA

 

O TERCEIRO OBJECTIVO
- fim do texto anterior

O terceiro objectivo do estudo dos raios é obtermos uma ideia das qualidades divinas que emergem dos “três aspectos” que determinam as “formas” (veículos) de expressão no plano físico. É-nos dado um plano prático de análise para alcançarmos a compreensão correcta de “nós mesmos”, como entidades contendo almas, que por sua vez, nos levará á melhor compreensão dos nossos semelhantes.


Um exemplo:
--Sabendo que o raio da nossa “Alma” – é o RAIO da VONTADE e PODER;
--Sabendo que o raio que governa a nossa “personalidade”- é o RAIO DA DEVOÇÃO;
Poderemos avaliar melhor:
-----as nossas oportunidades;
-----as nossas capacidades:
-----as nossas limitações.

Quando podemos acrescentar a este conhecimento, um outro que nos capacite:
-----a compreender que o corpo físico reage predominantemente à influência do “raio da alma”;
-----e que o corpo emocional (= astral) está totalmente sob a influência da “raio da personalidade”.
Poderemos avaliar as possibilidades de lidarmos, com mais inteligência, e com mais eficácia “connosco mesmos”, com nossos filhos, amigos e demais pessoas.

A “Alma” fala … e o seu “som”, ressoa na matéria; este som provém de um raio em particular.
Cada um dos Sete Raios emite o seu próprio som que põem em movimento as “forças que têm de trabalhar com ele”.

Por isso, quanto mais verdadeiramente vivermos com a Alma, tanto melhor compreenderemos aquilo a que estamos sendo submetidos.

No estudo dos Sete Raios devemos ter bem presente o “Conceito de Energia”:
1----unidades de energia;
2----energia corporificada nos nossos corpos;
3----correntes de energia em fluxo.
E que estas energias se tornam “activas e possantes” quando “encarnam os nossos propósitos” pelo uso do pensamento, procurando de imediato “pensamentos e grupos de pessoas”.
Devido às graves consequências do que acima está referido, o Mestre diz-nos:

“Deve-se lembrar que é nesta região do pensamento que vem a ruptura entre a Magia Branca e a Negra. É no uso do poder dos pensamentos que os dois aspectos da magia podem ser vistos em actividade e, por isso, é verdade que não há magia negra -- per se -- , enquanto não se alcançar o reino da mente. Só se pode ser um Mago Negro quando a vontade e o trabalho mental – “trabalham em uníssono; quando o controle da mente e o trabalho criativo da mente focalizada possam ser vistos. Muitas vezes se tem dito que o mago negro é de facto raro, e isso é verdadeiro, porque o pensador criativo, com poder para usar a “vontade sustentável” é igualmente muito raro.
Fim de citação.

SEGUNDO TEXTO –
                                  VIDA --- QUALIDADE --- APARÊNCIA


O Mestre diz que enquanto o homem estiver separado de Deus não pode saber o que é a “Vida”, mas se atingir uma certa evolução e conseguir actuar nos planos superiores do sistema, “em plena consciência”, ele pode começar a ter relances de uma “assombrosa realidade”.

Em cada era, o homem tem acreditado que a sua apreensão da realidade e a sensibilidade da beleza interior está mais próxima da “verdade” do que até então fora possível.

A mais alta compreensão do que se chama a “Vida Una” é obter a consciencialização do “Logos encarnado”; da “Divindade e sua identificação com a “Consciência do Inominável” criador, que procura expressar-se por intermédio do Sistema Solar.

Nenhum Iniciado do planeta pode identificar-se com a “Consciência deste Ser Identificado”, no sentido esotérico do termo. O Bhagavad Gita, referindo-se a este Ser (o Logos Solar) cita uma frase a Ele atribuída:
“Tendo permeado o universo inteiro com um fragmento de Mim mesmo, Eu permaneço.”
É no reino chamado mente que se encontra o princípio da separatividade, mas é também aqui que a “grande unificação é feita”.
É através da mente que a teoria é formulada ---- a verdade distinguida ---- e a Deidade apreendida.

Quando já estamos mais avançados no Caminho nada mais se vê do que o Espírito em toda a parte. A este respeito a Mestra Helena Blavatsky diz:
“…a matéria é espírito no ponto mais baixo da sua actividade cíclica --- e o espírito é a matéria no seu “sétimo plano”.
Tudo o que existe é a expressão de uma consciência espiritual, a qual espiritualiza todas as formas de matéria.
-----tudo é Divindade manifestada;
-----tudo é “expressão” divina;
-----e tudo é uma forma de expressão consciente.


Os Sete Raios são a primeira “diferenciação” da “Triplicidade divina”:
                               ESPIRITO ----- CONSCIENCIA ----- FORMA
Desta Triplicidade provém o que as escrituras do mundo nos dizem sobre a “interacção” ou a “relação” entre:
                                Pai-Espírito------e------Mãe-Matéria
Produzirem finalmente um terceiro que é o ----FILHO---ou o “ASPECTO CONSCIENCIA”.
O Filho, produto dos dois, é esotericamente definido como:
                      “ o UNO que era o TERCEIRO mas é o SEGUNDO”.
A explicação disto é a seguinte:
Existiram dois aspectos divinos: - Espírito-Matéria:- que são o mesmo que matéria impregnada de vida.
Quando estes dois realizaram a sua unidade mútua – “quando se uniram num só” ---surgiu o FILHO—este FILHO é: - a Vida divina encarnada na matéria, e torna-se o “produto” da diversidade e imensidade das “formas”; Ele é a encarnação da “Qualidade Divina”.

Surge daqui a conhecida Triplicidade, que é enunciada de duas maneiras:
                                      ESPIRITO --- ALMA --- CORPO
ou
                                    VIDA --- CONSCIÊNCIA --- FORMA
Ou seja:
VIDA --- igual a --- ESPIRITO
CONSCIÊNCIA --- igual a --- ALMA
FORMA --- igual a --- CORPO

Esta Triplicidade também é enunciada assim:
                                    VIDA --- APARÊNCIA --- QUALIDADE
Estes termos são usados para designar:

VIDA:- para referir Espírito, Energia e Pai – que são o PRIMEIRO ASPECTO DA DIVINDADE;

APARÊNCIA: - para expressar aquilo que designamos por matéria ou forma; que é aquela ilusória e tangível aparência exterior que é animada pela Vida. – Este é o TERCEIRO ASPECTO --- A Mãe, fertilizada pelo Espirito ou Vida, unida á substância inteligente --- que é o FOGO por fricção. – Esta fricção produzida pela Vida e pela Matéria produzem trocas e constantes mutações.

QUALIDADE: - é a expressão do SEGUNDO ASPECTO --- o ---FILHO de Deus, o Cristo Cósmico encarnado na forma --- uma forma trazida á existência pela interacção entre o “Espírito e a Matéria”, que veio para demonstrar-nos a “qualidade” do amor de Deus.

Os Sete Raios são, portanto, encarnações dos “Sete tipos de Forças” que representam as Sete Qualidades da Divindade.
Estas Sete Qualidades têm efeito séptuplo sobre a matéria e sobre as formas em todo o universo, por serem as encarnações dos sete tipos de força que demonstram as sete qualidades da Divindade.

O estudo dos raios está confinado inteiramente ao homem e ás suas reacções psicológicas e ás formas qualificadas em “Três direcções”:
----as que se encontram nos reinos sub-humanos da natureza;
----àquelas a quem o homem se associa na família humana:
----e á Hierarquia dirigente no mundo das almas.

Não esqueçamos que os Sete Raios são as Sete correntes de Força, em emanação do centro da energia central.
......Eles são os sete eons ou sete emanações;
......Eles são os SETE ESPÍRITOS QUE SE ENCONTRAM DIANTE DO TRONO DE DEUS.

Cito:
“Portanto, uma grande vida psicológica está aparecendo por intermédio de um Sistema Solar. Sete vidas psicológicas, qualificadas pelos Sete tipos de Força, estão surgindo através dos sete planetas. Cada vida planetária repete a mesma técnica de manifestação --- vida --- qualidade --- aparência. Todo o ser humano é uma réplica em miniatura do plano inteiro. Ele é também -- espírito – alma – corpo---- da triplicidade: vida—qualidade—aparência.”
Fim de citação

A síntese destes três factores: - vida---qualidade---aparência---é aquilo a que chamamos de CONSCIÊNCIA.

PPRÓXIMO TEXTO --- A ENUMERAÇÃO DOS SETE RAIOS
MariaHelena



publicado por luzdecuraeamor às 21:56
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

Cavaleiros da Távola Redonda

Sir Thomas Malory descreve o Código dos Cavaleiros como:

 

Reprodução em português do pergaminho original contendo as sete colunas da conduta e do proceder dos Cavaleiros da Távola Redonda:

1 - Buscar a perfeição humana

2 - Retidão nas ações

3 - Respeito aos semelhantes

4 - Amor pelos familiares

5 - Piedade com os enfermos

6 - Doçura com as crianças e mulheres

7 - Ser justo e valente na guerra e leal na paz

No juramento solene, o Sagrado Cavaleiro declarava-se fiel cumpridor do Código de Honra da Cavalaria. Abençoados sejam!

Ceallaghan Wolfgang Anderyatt ψ

 


Os Cavaleiros e suas Lendas

Dentre os inúmeros cavaleiros do rei Arthur, ou relacionados a ele, os que tiveram um destaque significativo nos mitos arturianos são:

Yvain

"Yvain" é um conto de Chrétien de Troyes, baseado no conto galês "The Lady of the Fountain" (A Dama da Fonte). Yvain sai da corte de Arthur para uma aventura na floresta de Brocelinde, onde quem entrasse em certa clareira e quebrasse com um golpe um bloco de esmeralda ali pendurado criaria uma tempestade, quando então viria um cavaleiro para desafiá-lo. Yvain mata o cavaleiro e conquista a sua viúva. Quando estão para se casar, Arthur chega para saber como a aventura havia transcorrido.

Bedivere e Lucan

Sir Lucan e Sir Bedivere foram uns dos poucos cavaleiros de Arthur que sobreviveram à Batalha de Camelann. Quando caiu a noite no campo de batalha, Lucan diz que é melhor levar o rei para alguma cidade. "Eu gostaria que fosse assim, disse o rei, mas não posso ficar de pé, e minha cabeça não pode se mover".

Então eles começam a carregar o rei, mas na tentativa, Sir Lucan cai morto. Arthur, sozinho com Bedivere, encarrega-o de levar a sua espada, Excalibur, para além da margem do rio e, assim ao voltar, contasse o que tinha visto. Bedivere toma a espada e dirige-se para a água, mas no caminho observa aquela nobre espada e vê que o botão do punho e o cabo eram de pedras preciosas, e sente que não pode sacrificá-la.

Por duas vezes tenta atirá-la, mas não consegue, e Arthur percebe a desobediência de Bedivere quando ele conta que viu apenas ondas inquietas e águas tristes. Ordenado de novo a jogar a espada no rio, Bedivere atende às ordens, lançando a espada o mais longe possível, veio um braço e por cima da água uma mão alcançou a espada e a pegou.

Assim, sacudiu a espada por três vezes, brandiu-a e então mão e espada desapareceram. Depois de ter cumprido a tarefa, Bedivere leva o rei nas costas até a beira da água, lá uma barca aporta com muitas senhoras, dentre elas a rainha, Morgana, o rei é colocado na barca e parte para Avalon.

Sir Lancelot do Lago - O Herói Armagurado

O personagem Lancelot, como membro especial da confraria de Arthur, já era bem conhecido no século XII, Loomis constatou que havia vestígios de sua origem no guerreiro galês Lluch Llauynnauc e na divindade irlandesa Lugh Lamhfada. No entanto é atribuída ao escritor suíço Ulrich Von Zatzikhoven, na última década do século XII, a origem do nome Lancelot do Lago, retirado da tradução de um romance anglo-saxão extraviado.

Lancelot era filho do rei Ban de Benoic, distrito da Britânia. Com a morte do pai, Lancelot foi levado pela Dama do Lago para seu palácio. Quando Lancelot completa quinze anos, sua mãe adotiva o equipa e manda-o para a corte de Arthur. Ele luta em favor de Guinevere, mas não há nenhum adultério entre eles.

Lancelot tem namoros casuais e por fim, casa-se com uma esposa amável e fiel. O primeiro a escrever sobre Lancelot ser amante de Guinevere foi Chrétien de Troyes, que dizia que a história estava sendo ditada pela condessa de Champanhe. No início da história, Meleagant, um cavaleiro infiel, prende muito dos súditos de Arthur em Goirre, terra rodeada de água. Por fim, Meleagant captura Guinevere.

Lancelot luta por sua rainha e no final, em um combate solitário, consegue a libertação dela e de todos os outros reféns. A história se parece com a que é contada por Caradoc de Lancafarn em "Life of Saint Gildas", trabalho escrito antes de 1130, que relata que Guinevere teria sido capturada por Melvas e levada para a Ilha de Vidro. Arthur com um grande exército recrutado em Devon e na Cornualha sitia Melvas e salva Guinevere.

Na versão de Chrétien, ele trocou Arthur por Lancelot. Arthur é apresentado como um homem de boa índole, benevolente, mas ineficaz, o que reduz drasticamente o seu poder. Isto se deve ao fato que a corte de Champanhe, onde Chrétien escreveu sua história, não estava interessada em atos heróicos contra bárbaros na Inglaterra, mas sim na vida que estava na moda, na qual o rei Arthur necessariamente fazia o papel de marido traído.

A traição de Lancelot e Guinevere é permissível, sem arrependimento entre os dois, é somente em "Lancelot", do Ciclo Popular ou Ciclo Bretão, que Guinevere exclama: "Teria sido melhor para mim se eu nunca tivesse nascido". Foi aí, com Malory, que Lancelot foi chamado de o primeiro herói do romance moderno.

Lancelot é um homem de grandes virtudes pessoais e profissionais, sem forças para resistir a uma paixão que por um longo tempo acredita ser mais ou menos incorreta e que, por fim, aceita ser complemente errada.

Ele tem inimigos, alguns têm ciúmes, outros ficam indignados com a sua ligação com a rainha e é isso que acabará levando à guerra civil. Mas muitos o amam, não somente Guinevere o ama, mas Arthur o ama também; não somente a donzela de Astolat, mas o irmão dela, Lavaine.

Os cavaleiros devotados a ele sentem uma admiração e uma forte afeição pessoal. Apesar de não poder ver o Graal por causa do adultério, Lancelot apresenta grande caráter moral tanto no episódio com Sir Urre quanto no da Donzela de Astolat.

Lancelot vai competir em um torneio disfarçado, assim, para desviar as suspeitas, aceita uma prenda de Elaine. Vitorioso, mas ferido, é levado por Lavaine para um eremitério para ser curado. Gawain, sabendo da verdadeira identidade do cavaleiro, o revela para Elaine, que cuidava dia e noite dele.

Bors vai ao encontro de Lancelot, ansioso e constrangido por tê-lo ferido, e pergunta: "Mas é Elaine que está interessada em você?". "É ela. Não posso afastá-la de mim" - diz Lancelot. "E por que deveria afastá-la? É uma bela donzela, de boa aparência e bem instruída, e vejo, pelos cuidados dela para com você, que ela o ama muito".

A resposta de Lancelot é agourenta: "Isso me deixa arrependido". Quando está curado e pronto para partir, Elaine o pede por marido e ele diz que prometera nunca se casar. Ela então pede para ser sua amante, ao que ele fica horrorizado e diz que nunca poderia fazer tal maldade com quem o tinha tratado tão bem. Ela diz então que nada resta senão morrer de amor.

Para evitar isso, Lancelot promete a ela um dote de mil libras por ano e qualquer cavaleiro, que ela escolha para se casar. Ele recusa todas as propostas, pois o que quer é ser somente sua esposa ou sua amante. "Bela donzela, por essas duas coisas tens de me perdoar" - respondeu Lancelot. Assim ela gritou e desmaiou.

Durante nove dias, Elaine não comeu, bebeu ou dormiu. No décimo dia ela morreu. A carta que pedira para escrever para Lancelot estava em suas mãos e ela foi colocada em uma barca recoberta de tecido negro que desce até Winchester.

Na carta estava escrito: "Nobre cavaleiro, Sir Lancelot, agora é com morte que eu disputo o teu amor. Os homens me chamavam de Bela Donzela de Astolat, mas eu te amava, e por esta razão a todas as damas faço meu lamento. Rezem por minha alma e por fim me enterrem. Este é meu último pedido. E tomo Deus por testemunha de que como donzela casta morri. Sir Lancelot, reza por minha alma, pois tu és sem igual."

Mas o romance entre Lancelot e Guinevere não poderia ficar para sempre ignorado. Modred e seu irmão Agravaine passam a vigiá-lo e por fim encontram Lancelot desarmado na cama da rainha. Lancelot mata o primeiro do bando que o ataca e foge. A rainha é condenada à fogueira. É fora dos muros de Carlisle que Lancelot salva a rainha, já despida, só de camisola, prestes a ser levada para o poste. Corpo a corpo ele vai abrindo caminho e, sem saber, mata Sir Gaheris e Sir Gareth, irmãos do vingativo Sir Gawain.

Ele leva a rainha para seu castelo de Joyous Garde, para onde partem Arthur e Gawain em seu encalço. A disputa é resolvida por um combate entre Gawain e Lancelot, com vitória de Lancelot. Neste meio tempo, Modred havia raptado a rainha e planejava casar-se com ela e tornarse rei. Arthur parte então para lutar contra Modred, morrendo os dois no confronto. Guinevere, arrependida, entra para um convento e Lancelot também entra para uma ordem, onde, depois da morte de Guinevere, definha aos poucos até morrer.

Sir Gawain - O Cavaleiro Vingativo

Sir Gawain é muitas vezes descrito como sendo sobrinho de Arthur, filho de Morgause e irmão de Sir Gaheris e Sir Gareth. Possuia um comportamento muito irritadiço, como pode-se constatar em Layamon, que, quando Arthur descobre a traição de Modred e Guinevere, Gawain declara que vai enforcar Modred com suas próprias mãos e que Guinevere deve ser despedaçada por cavalos selvagens.

Outra passagem, descrita por Malory, onde se pode visualizar o caráter vingativo de Gawain é mostrado quando do cerco ao castelo de Lancelot. Lancelot, que durante a fuga com a rainha mata Gaheris e Gareth, afirma que a acusação de traição contra ele é falsa e que o julgamento por combate havia mostrado que ele estava certo. Arthur poderia até perdoá-lo, mas Gawain não deixa que isso ocorra. O clímax da história é a luta entre Gawain e Lancelot.

A luta é interessante, pois mostra vestígios de uma história muito antiga. Gawain tem uma peculiaridade que lhe permite ganhar força física no período que vai das nove da manhã até ao meio-dia. Malory diz que isso era um presente de um homem santo, mas é claro que, Gawain era um adorador do Deus-Sol.

A despeito desta vantagem, Lancelot simplesmente resiste nas horas de força de Gawain e, quando elas declinam, lança-o a terra. Por duas vezes essa luta sobrenatural acontece e a cada vez que Gawain é jogado no chão, chama Lancelot para continuar a luta. Lancelot responde que quer lutar com ele de novo, mas só quando estiver de pé.

O conto mais famoso de Sir Gawain, no entanto, é intitulado "Sir Gawain and the Green Knight", escrito por volta do ano 1400. No dia do Ano-Novo, quando o rei, a rainha e a corte estão reunidos para um jantar, um cavaleiro de tamanho incomum entra no casarão com seu cavalo. Pede que algum cavaleiro ali presente lhe dê um golpe no pescoço com o machado que ele carrega e que, no próximo Ano-Novo, o oponente esteja na Capela Verde para receber, por sua vez, o seu golpe.

O cavaleiro e suas roupas, assim como seu cavalo, os trajes e os arreios, tudo era verde. O ouro e o aço estavam manchados de verde, os arreios reluziam e cintilavam com pedras verdes e filetes de ouro estavam entrelaçados na crina verde do cavalo. Arthur imediatamente se oferece para o desafio do cavaleiro, mas Gawain se interpõe e o toma para si. Com um golpe de machado, decepa a cabeça do cavaleiro que rola pelo chão, espalhando sangue na carne verde.

O cavaleiro verde recolhe a cabeça. Levanta as pálpebras, olha vivamente e então encarrega Sir Gawain de encontrá-lo naquele dia, após um ano, na Capela Verde. Segurando a cabeça pelos cabelos verdes, monta em seu cavalo e deixa o casarão. Um ano depois, para manter a palavra, Gawain chega ao castelo de Sir Bertilak, anfitrião cordial e generoso que, por ter cor normal, não é reconhecido como sendo o cavaleiro verde. Gawain chega ao castelo em completo estado de exaustão. Recebido com hospitalidade, envolvido em um manto de arminhos enfileirados, é convidado a sentar ao lado de uma lareira com brasas de carvão.

Quando Sir Bertilak retorna ao seu castelo, depois da caça, recebe o hóspede com muita cortesia e combina com ele que daria o produto de sua caça a Gawain todo dia e, em troca, Gawain lhe daria algo que tivesse recebido no castelo. Durante a sua estada no castelo, Gawain recebe de manhã, antes de sair da cama, a visita da bela mulher de Bertilak, se vendo obrigado a resistir às suas investidas. Por dois dias assim o faz, aceitando somente beijos que, à noite, transmite a Sir Bertilak em troca da caça.

Na terceira manhã, porém, a senhora o oferece um cordão verde que o protegerá de qualquer ferimento, o medo de sua provação faz com que o aceite, mas esconde o fato de seu anfitrião. Quando chega o dia do Ano Novo, para honrar seu compromisso, ele sai em busca da Capela Verde. Achando o local, o Cavaleiro Verde aparece para devolver o golpe de Gawain. Se ele não tivesse aceitado o cordão verde, o machado teria caído sobre ele inofensivamente, mas, como isso não aconteceu, o machado esfola sua pele e seu sangue jorra. Gawain parte e retorna à corte de Arthur, a quem confessa sua pequenez por ter aceitado o tal cordão.

Persival e Galahad - A Demanda pelo Santo Graal

As histórias de Galahad e de Persival estão intimamente ligadas ao Santo Graal. Galahad era filho de Lancelot com Elaine e, por sua pureza, era o único cavaleiro que poderia se sentar na "cadeira perigosa", um assento que sempre ficava vazio na Távola Redonda e que se dizia que apenas um escolhido poderia se sentar nela.

Galahad chega então despido de qualquer arma ou brasão, apenas com uma túnica branca, e, durante a história, ele vai se armando com armas mágicas, como uma espada que se encontrava encravada em uma pedra e que flutuava no meio do lago.

Durante a busca pelo Santo Graal, Lancelot apenas poderia vislumbrar o brilho do Graal, por ser o melhor cavaleiro do mundo, mas manchado pelo adultério. Já, Galahad, por ser puro de coração é permitido que ele não só veja o Graal como também o pegue, mas isso causa a sua morte.

Percival também foi um cavaleiro altamente envolvido com a busca pelo Graal. Na obra inacabada "Perceval" ou "Le conte del Graal" de Chrétien de Troyes tem-se a primeira aparição de Persival.

A mãe de Percival, que tinha perdido os irmãos e o marido em torneios de cavalaria, tinha jurado levar seu filho, ainda criança, para um refúgio em uma floresta nos contrafortes de Snowdon, onde ele nunca ouviria a palavra: "cavaleiro". Em uma manhã de maio, o menino está no meio da floresta e, embora não possa ver nada por causa das folhas, ouve o ruído da aproximação de cinco cavaleiros, quando ele viu suas cotas brilhantes, seus capacetes, escudos e lanças reluzentes - coisas que nunca tinha visto antes -, e a luminosidade verde e rubro-escarlate brilhando ao sol, e ouro, azul-celeste e prata, gritou maravilhado:

- "São anjos!" Todas as preocupações de sua mãe se frustram em um único momento. Quando ele ouve que tais pessoas eram cavaleiros e que estavam ligados à corte de Arthur, declara que irá com eles ao rei que faz cavaleiros.

Quando jovem cavaleiro, Percival é guiado a um rio onde vê um homem pescando. Este é o Rei Pescador. E, então, convidou-o para entrar em seu castelo, localizado acima da margem do rio. Quando chega, seu anfitrião está deitado, defronte a ele, em um leito do qual não pode mover-se sem ajuda. O rei fora ferido entre as pernas e, enquanto as feridas não sarassem, suas terras permaneceriam áridas e estéreis.

O rei Pescador é um anfitrião cortês e generoso. Enquanto ele e seu hóspede estão jantando, um desfile ritual abre caminho pelo salão: uma donzela leva um prato, em seguida outra donzela carrega um prato entalhado acompanhada por um escudeiro que segura uma lança sangrando, e atrás deste passam criados carregando candelabros. Eles vão alimentar o pai do rei Pescador, que é invisível e mantido vivo com uma hóstia consagrada levada pela donzela em um dos pratos.

O Graal ficava no castelo e era carregado por uma donzela e espalhava tamanha luminosidade pelo salão que ofuscava todas as luzes da sala. Durante o desfile, Percival deveria ter perguntado: "Quem é servido com este Graal?". O erro de Percival resultou não só na continuidade da doença do rei Pescador, mas também na deterioração geral da sociedade. Depois da batalha de Camelann, Percival torna-se um monge juntamente com Lancelot.

Sir Tristão de Lionesse - O Cavaleiro Poeta

O nome do pai de Isolda, Gormond, é escandinavo, e ela mesma aparece às vezes como "Isolt". Acrescente ao fato dela ser loura (la Blonde). Donde a idéia de que a história remonte ao tempo dos vikings na Irlanda. No entanto, segundo a maioria dos autores, a lenda é celta e tem por base a vida de um rei picto que viveu na Escócia, onde reinou de 780 a 785. Chamava-se Drest filius Talorgen.

A popularidade da história de Tristão e Isolda foi conseguida graças a Maria da França, uma mulher de quem pouco se sabe, que escrevia "lais", versos sobre histórias de cavalaria jáma conhecidas ou que ainda corriam entre os contadores de história.

Seus versos intitulam-se "Chèvre Feuille" (A Madressilva). Esse conto, conhecido desde o ano 1000, é de origem puramente celta, sem conexão com Arthur. A história passa-se na Cornualha, onde Marco é rei, mas o magnetismo causado pelo nome de Arthur fez com que essa história se prendesse também ao corpo da lenda. Tristão não era famoso por sua habilidade como lutador, mas tinha grande agilidade física. Era também um harpista.

A história de Tristão é marcada por tragédias, dizia-se que ele nunca foi visto sorrindo, a começar por seu nascimento, onde seu pai é morto em batalha, perdendo o reino de Lionesse, e sua mãe morre no parto. Graças a estas tragédias, ele recebe o nome de Tristão. Criado por um cavaleiro como se fosse seu filho, Tristão desconhece sua origem e de seu parentesco com Marco, seu tio.

Ainda criança, Tristão mata por acidente um outro menino durante uma rixa. Levado para Bretanha a fim de ter uma educação de cavaleiro e um dia recuperar seu trono, Tristão acaba preso em um navio muçulmano, onde seria vendido por escravos, se não tivesse conseguido fugir, indo parar nas costas da Cornualha. Durante muito tempo permanece na corte do rei Marco, sem revelar a este que era seu sobrinho, o que ocorre quando a Irlanda cobra um antigo tributo da Cornualha que, se não fosse pago, só poderia ser substituído pela luta entre dois campeões da família real da Irlanda e Cornualha.

Tristão se oferece e parte para lutar contra Morolt, matando-o quando este prende a espada no casco do barco. Ferido pela espada envenenada de Morolt, Tristão é colocado em um barco sem remos com sua harpa para ser curado pela rainha da Irlanda. Durante sua permanência disfarçada, com o nome de Tãotris, acaba se apaixonando pela princesa Isolda, que cuidava dele.

Mas Isolda acaba prometida a Marco e Tristão retorna à Irlanda para buscá-la. Na viagem de volta, no entanto, eles bebem um filtro de amor que a criada de Isolda, Brangwen havia preparado para a noite de núpcias da princesa, com isso uma paixão cega toma conta deles, de tal forma que, quando chegam à Cornualha, já são amantes.

Começa então o mórbido, mas interessante relato do casamento de Isolda com o já desconfiado Marco e a continuação de sua aventura com Tristão. Segue-se então a descoberta e a fuga de Tristão para a Britânia, onde se casa com uma princesa só porque seu nome também era Isolda (Isolda das Mãos Brancas), não podendo consumar o casamento.

Quando está prestes a morrer de uma infecção causada por uma seta envenenada, Tristão manda uma mensagem, implorando que Isolda da Irlanda viesse até ele, e ordena que, no retorno do barco, deveriam estender velas brancas se a trouxessem e negras se ela não viesse. Quando as velas brancas são vistas se aproximando, sua esposa Isolda diz que elas são negras. Angustiado, Tristão morre, e Isolda chega, para morrer ao lado dele.

Bibliografia:

O Rei Arthur e a Távola Redonda de Mauro Lima
Ceallaghan Wolfgang Anderyatt ψ


Brumas do Coração

Nobre Cavaleiro, as brumas dissipam a ilusão
E pedem passagem pelos mundos da eterna magia
No sonho que se desfaz nesta noite fria e sem fim
Emoções perdidas pelas terras distantes
Que um dia sozinho cavalgou
Pelas sendas do mistério e da paixão
Esqueça a dor e adentre o templo sagrado
Aqueça sua alma cansada nas chamas eternas
Construídas e edificadas nessa terra distante
Um pequeno espaço de tempo chamado Avalon
Muito além da percepção de vossas lembranças
Destrua as barreiras da emoção e da razão
Simplesmente não aceite mais a lágrima
Que um dia feriu os nossos corações
Muitos porém, se perdem por entre as formas
Esquecem a sua essência pelas teias do caminho
A vida é eterna e as histórias verdadeiras
Apenas aqueles que vencem a si mesmo
Completam o ciclo da roda no tempo
E renascem novamente
Além das brumas do coração.

Rowena Arnehoy Seneween ®

fonte:http://www.templodeavalon.com


Os Cavaleiros da Távola Redonda, segundo a lenda, foram os homens premiados com a mais alta ordem da Cavalaria, na corte do Rei Artur, no Ciclo Arturiano. A Távola Redonda, ao redor da qual eles se reuniam, foi criada com este formato para que não tivesse cabeceira, representando a igualdade de todos os seus membros. Em diferentes histórias, varia o número de cavaleiros, indo de 12 a 150 ou mais. A Winchester Round Table, que data de 1270, menciona uma lista com 25 nomes de cavaleiros.

Origens da Távola Redonda

O primeiro escritor a descrever a Távola Redonda foi o poeta do século XII, Wace, cujo Roman de Brut tomou como base a Historia Regum Britanniae de Geoffrey de Monmouth. Este recurso foi utilizado por muitos autores subseqüentes. Todavia, mesmo os primeiros autores atribuem a Arthur um séquito de guerreiros extraordinários.

Em Geoffrey, a corte de Arthur atrai os maiores heróis de toda a Europa. No material arturiano galês, muito do qual está incluído no Mabinogion, são atribuídas habilidades sobre-humanas aos homens de Artur. Alguns dos personagens do material galês aparecem mesmo sob nomes alterados como Cavaleiros da Távola Redonda nos romances continentais, os mais notáveis dos quais são Cai (Sir Kay), Bedwyr (Sir Bedivere), Gwalchmai (Sir Gawain) e Galahad aquele que conseguiu achar a Santo Graal.

Lista de Cavaleiros da Távola Redonda

Teoricamente, a Távola Redonda teria apenas 12 ou 24 cavaleiros, conforme as versões. No entanto, nas várias histórias e versões das lendas, aparecem referidos como cavaleiros mais de uma centena de nomes, dos quais os mais famosos vão a seguir referidos.

Nota: Nas versões medievais portuguesas das histórias da Távola Redonda, os nomes dos cavaleiros eram muitas vezes precedidos do título de nobreza "Dom". Modernamente, por influência anglo-saxônica, mesmo na Língua Portuguesa passou a ser comum proceder os nomes pelo título britânico correspondente ("Sir")

NomeVariantes do NomeAlcunhaDescriçãoObras Literárias
Accolon
Accolon de Gália Amante de Morgana e inimigo de Artur
Aglovale

Filho do Rei Pellinore de Listinoise
Agravain Agraveine
Filho do Rei Lot de Orkney
Bedivere Bedwir, Bedwyr
Condestável e um dos principais conselheiros de Artur
Boors Bors, Bohort, Bohor Boors, o Exilado Rei de Gaunes (Gália), irmão de Leonel, primo de Lancelot e de Heitor. Um dos que chegaram ao fim da demanda do Graal
Breunor
La Cote Male Taile

Cador



Calogrenant



Caradoc Karadoc Caradoc Vreichvras (Caradoc Braço-Forte)

Colgrevance



Constantino Constantine
Filho de Cador e que se tornou Rei após a morte de Artur
Dragonet
O Bobo da Corte

Daniel



Dinadan

Irmão de Daniel e Brunor
Gaheris Guerrehet
Filho de Lot e de Morgause
Galahad Galaaz Galahad, Le Preux (Galahad, o Valente Cavaleiro) Filho de Lancelote
Galehaut

Senhor das ilhas longínquas
Gareth Gaheriet Gareth, o Franco Filho de Lot e de Morgause
Gauvain Galvão (versão portuguesa medieval), Gawain, Gauvaine, Gawaine, Balbhaidh, Gwalchmai O Falcão Filho de Lot e de Morgause e sobrinho de Artur Sir Gawain e o Cavaleiro Verde
Geraint Érec

Érec e Énide
Gingalain
O Belo Desconhecido Filho de Gauvain
Girflet Jauffré


Heitor das Lagoas Hector, Ector Heitor das Lagoas Filho do Rei Ban de Benoic e da Rainha Helena, padrasto de Artur e pai de Kay
Hoel



Hunbaut



Ivain Ivaine, Ywain, Owain, Owains O Cavaleiro do Leão Filho de Uriens e de Morgana. Um dos melhores cavaleiros, banido por Artur, mas a ele fiel e às demandas. Acompanhado de um leão.
Ivain, o Bastardo

Também filho de Uriens
Kay Cai, Kai, Keu, Caius, Caio
Senescal, frequentemente associado com Bedivere, um dos primeiros personagens a figurar na coroação de Artur
Lamorak



Lancelot Lançarote, Lancelote, Launcelot Lancelot do Lago, O Cavaleiro da Carroagem, O Cavaleiro Branco Filho do Rei Ban, meio-irmão de Heitor e Pai de Galahad. Criado por Viviane num lago. Salvador e amante de Guinevere.
Leodegrance Leodegrans, Léodagan
Pai de Guinevere e Guardião da Távola Redonda
Leonel Lionel
Filho do Rei Bohort
Lucan



Meleagant

Se dizia filho bastardo de Leodegrance e sequestrou Guinevere
Mordred Mortret Jovem Deus Cornudo Filho ilegítimo de Artur e Morgana e destruidor do seu reino
Morholt



Palamedes
O Sarraceno O Cavaleiro da Besta Ladradora.
Pelleas



Pellinore

Pai de Elaine, que com a ajuda de Morgana se casou com Lancelote e foi mãe de Galahad
Perceval Peredur, Percival, Persifal, Parsifal, Parcival, Parzifal Perceval o Gaulês Filho de Pellinore e, em algumas versões, vencedor da demanda do Graal
Safir

Irmão de Palamedes
Sagramor Sagremor Sagramor, le Desrée Neto do Imperador Adriano de Constantinopla
Tor



Tristão Tristan, Tristam Tristão de Lyonesse
Tristão e Isolda
Uriens

Rei de Gore, foi casado com Morgana, irmã de Artur
Artur

Coroado Rei da Britania após retirar a espada da pedra. Rei Artur



Cerco de Galahad.


FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cavaleiros_da_T%C3%A1vola_Redonda

publicado por luzdecuraeamor às 10:51
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

O DIA 17 DE MAIO DE 2010 NO CALENDÁRIO MAIA - 'TORMENTA CÓSMICA AZUL'

 






17 de Maio de 2010 – Tormenta Cósmica Azul

Este dia será Portal de Ativação Galáctica – ou seja, haverá um alinhamento de ciclos de tempo, que facilita o alinhamento de dimensões diferentes e nestes dias é mais fácil acessar outras dimensões – o trânsito interdimensional é facilitado.

Este dia será tom 13, tom cósmico – o vôo mágico, conclusão da onda encantada da Mão; Onda encantada da cura. O Tom Cósmico (número 13) significa transcendência, mudança interdimensional, o toque do destino, a “Presença” que tudo conecta.
***

O Selo da Tormenta significa:

Purificação. Transformação que precede a realização completa. Corpo de luz. Ativação para a ascensão. Ser do trovão. Iniciação pelo fogo. O êxtase da liberdade. Poder de regeneração. Experiências intensas que transformam a pessoa e toda a humanidade. Sentimentos intensos que acompanham o crescimento profundo.
Metamorfose vibracional. Liberação da ilusão da separação para a Unicidade.
Novas construções de realidade e modelos de transição através de “Estruturas dissipadas”. O fogo purificador das transformações espirituais. A alquimia. Dissipação rumo à liberdade.
A liberdade que vem depois dos grandes processos de transformação. A cura espiritual completa.

publicado por luzdecuraeamor às 14:01
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

Princípios do Reiki: Hoje eu abandono a raiva----- Hoje eu abandono as minhas preocupações------ Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos------ Hoje eu honro os meus pais, o meu próximo, os meus mestres e os meus alimentos------ Hoje eu ganho a minha vida honestamente------ Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas------

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pensamento de 3 de Janeir...

. Energia e Astrologia do d...

. CHEQUES DA ABUNDÂNCIA - F...

. Pensamento 2 de Janeiro d...

. Pensamento 1 de Janeiro d...

. Mensagem de Mãe Maria

. SUA CENTELHA DE DIVINDADE...

. ATIVAÇÃO para 10.10.2010 ...

. Corrente Portal de 10 de...

. Por que a arruda funciona...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. -

. 2010

. a

. anael

. anjos

. arcanjo

. as

. através

. autres-dimensions

. benção

. canalização

. canalizada

. com

. da

. de

. deus

. do

. dos

. e

. em

. fevereiro

. hilarion

. janeiro

. luz

. mãe

. maria

. marlene

. meditação

. mensagem

. mensagens

. mestre

. mestres

. miguel

. o

. oração

. os

. para

. pensamento

. por

. salusa

. todas as tags