Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Pensamento de 06/11/2009‏

"Quando se estuda a História da humanidade, percebe-se que as
religiões estiveram na origem dos maiores tumultos, porque as
suas concepções da Divindade são demasiado limitadas. Fala-se do
Deus dos judeus, do Deus dos muçulmanos, do Deus dos cristãos,
como se houvesse vários Deuses, e, mesmo só entre os cristãos,
há tantas divisões e mal-entendidos!... Contudo, a verdadeira
religião só pode ser uma religião universal, que não diz
respeito unicamente a alguns povos, a algumas nações, mas sim ao
mundo inteiro.
Daqui em diante, é preciso ir mais longe e virar-se para o
Princípio universal que está na origem de todas as religiões. O
símbolo desta religião universal é o sol. Todas as religiões vêm
do sol, são ramificações da religião solar. Antes de os humanos
aparecerem, o sol já lá estava, e todos os dias ele lhes repete:
«Não vos ocupeis das pequenas diferenças que podem existir entre
vós. Fazei como eu, iluminai, aquecei e vivificai todas as
criaturas!»"


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 15:34
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Pensamento de 05/11/2009‏

"Exasperados pelo comportamento das crianças que têm a seu cargo,
certos educadores ou mesmo certos pais fulminam-nos com o olhar.
Eles ignoram que essas crianças recordarão durante toda a sua
vida esses olhares de ódio, pois as crianças talvez não
compreendam, mas são sensíveis e sentem o que um olhar contém.
Uma bofetada ou um açoite, se for necessário, não irá fazer-lhes
mal, mas vigiai o vosso olhar. As crianças esquecem depressa as
bofetadas e as nalgadas, mas nunca esquecem os maus olhares que
lhes lançaram.
Certos pais, que tinham filhos particularmente difíceis, vieram
pedir-me conselhos e eu disse-lhes: «Se quer castigar uma
criança que fez uma asneira, fale com ela calmamente
lançando-lhe bons olhares. Diga-lhe que ela vai receber uma
correcção porque existem regras contra as quais nada podeis
fazer; chorai até um pouco com ela, se for preciso, e depois…
dai-lhe o açoite! A criança compreenderá que não a castigais por
maldade, mas para lhe ensinar a existência de leis às quais
ninguém pode escapar. É assim que introduzis na sua cabeça
verdadeiras noções de justiça.»"
 
Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 20:35
link | comentar | favorito

Lemúria e Atlântida - O Elo Perdido (Lemúria)


A Lemúria estendia-se de Madagascar a Ceilão e Sumatra. Incluía algumas partes do que é hoje a África. Porém o gigantesco continente, que ia do Oceano Índico à Austrália, desapareceu por completo sob as águas do Pacífico, deixando ver, aqui e ali, somente alguns topos de seus montes mais elevados.

Amplia a Austrália dos períodos terciários à Nova Guiné e às ilhas Salomão, talvez a Fidji, e de seus tipos marsupiais inferem uma conexão com o continente do Norte durante a era secundária.

Uma das lendas mais antigas da Índia, conservada nos templos por tradição oral e escrita, reza que há várias centenas de mil anos, havia no Oceano Pacífico um imenso continente, que foi destruído por convulsões geológicas e cujos fragmentos podem ver-se em Madagascar, Ceilão, Sumatra, Java, Bornéu e ilhas principais da Polinésia. As altas mesetas do Industão, não estariam representadas senão pelas grandes ilhas contíguas ao continente central... Segundo os Brahmanes, essa região havia alcançado um alto grau de civilização e a península do Industão, acrescida pelo deslocamento das águas na ocasião do grande cataclisma, não fez mais que continuar a cadeia das primitivas tradições originadas no mesmo continente. Essas tradições dão o nome de Rutas aos povos que habitavam o imenso continente equinocial; e de sua linguagem é que derivou o sânscrito...

Durante os primeiros dias da Lemúria, erguia-se como um pico gigantesco surgido do fundo do mar, e a área compreendia entre o Altas e Madagascar estava coberta pelas águas até o primeiro período da Atlântida, após o desaparecimento da Lemúria, quando a África emergiu do Oceano e o Altas foi submerso pela metade.

Os pormenores quanto à submersão do Continente habitado pela segunda raça raiz (ver Saint germain - Fraternidade Branca) são algo escassos. Menciona-se a história do Terceiro Continente, ou Lemúria, mas no tocante aos outros há simples alusões. Diz-se que a Lemúria pereceu 700.000 anos antes do começo da chamada era Terciária (período Eoceno).

O cataclisma que destruiu o enorme continente, do qual é a Austrália o principal remanescente, foi ocasionado por uma série de convulsões subterrâneas e pela violenta ruptura de solo no fundo dos oceanos.

Talvez seja esta a razão por que a ilha de Páscoa, com suas maravilhosas estátuas gigantescas testemunho eloqüente da existência de um continente que submergiu, com sua humanidade civilizada, quase não é mencionada nas enciclopédias modernas. Evita-se cuidadosamente fazer-lhe referência, a não ser em algumas narrativas.

Entre a evolução fisiológica final e a construção da primeira cidade lemuriana transcorreram muitas centenas de mil anos. Sem embargo, já estavam os Lemurianos, em sua sexta sub-raça, construindo com pedras e lava suas primeiras cidades rochosas. Uma dessas grandes cidades de estrutura primitiva foi toda construída de lava, a umas trinta milhas (...) do sítio e que agora a ilha de Páscoa estende sua estreita faixa de solo estéril; cidade que uma série de erupções vulcânicas destruiu por completo. Os restos mais antigos das construções ciclópicas foram obras das últimas sub raças lemurianas.

Naqueles dias, frações consideráveis do futuro continente da Atlântida ainda faziam parte integrante do leito do Oceano. A Lemúria, nome que convencionamos dar ao Continente da Terceira Raça, era então uma terra gigantesca. Ocupava toda a área compreendida desde a base dos Himalaia, que a separavam do mar interior, cujas ondas rolavam sobre o que hoje é o Tibet, a Mongólia e o grande deserto de Shamo (Gobi), até Chittagong, prolongando - se a Oeste na direção de Hardward, e a Este até Assam (Annam). Daí se estendia para o Sul, através da Índia Meridional, Ceilão e Sumatra; e abarcando, no rumo do Sul, Madagascar à direita, Austrália e Tasmânia à esquerda, avançava até alguns graus do círculo Antártico. A partir da Austrália, que era então uma região interior do continente principal estendia - se ao longo do Oceano Pacífico, além de Rapa Nuí (Ilha de Páscoa). Esta informação parece estar corroborada pela Ciência, ainda que parcialmente. Quando fala sobre a direção (e movimento) dos continentes e demonstra que as massas infra - árticas acompanham geralmente o meridiano, está a ciência referindo-se a vários continentes antigos, embora indiretamente e como conseqüência devia existir uma proximidade muito grande entre a Índia e a Austrália, e em época tão remota que era seguramente pré-terciária, a Lemúria pereceu, e o que restou dela, resurgiu mais forte do que nunca, conhecida como Atlântida.




FONTE: http://www.eusouluz.iet.pro.br/eloperdido.htm
tags:
publicado por luzdecuraeamor às 17:27
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Pensamento de 04/11/2009‏

"O passado, o presente e o futuro das criaturas correspondem a
diferentes graus de evolução. Sim, o que é o presente para os
animais foi o passado dos humanos. O que é o presente para os
humanos é o futuro para os animais. O que é o presente para os
anjos é o futuro para os humanos. O que é o presente para os
humanos é o passado para os anjos. Se quiserdes saber a que se
assemelha o passado dos humanos, ide observar o focinho, a
tromba ou o bico dos animais! Para se ter uma ideia do que é o
seu presente, é muito fácil; eu não direi que é preciso olhar… o
“focinho” dos humanos – pois o rosto humano, mesmo deformado, é
um reflexo do rosto de Deus –, mas sim o seu modo de agir.
Para conhecermos o nosso futuro, devemos ir informar-nos junto
dos anjos. Sim, pelo pensamento, nós podemos ir junto dos anjos
para sentir, ver e compreender o que será o nosso futuro."
 
Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 16:29
link | comentar | favorito

Pensamento

Você está continuamente criando vibrações à sua volta. Você é um transmissor contínuo de vibrações.
Aconteça o que acontecer em seu pensamento, é como se alguém jogasse uma pedra num lago: formam-se círculos concêntricos, e eles se alastram – chegam até à margem, espalham-se por toda a volta.
Um sentimento desperta em você; imediatamente uma pedra foi atirada no lago de seu ser. Uma idéia desperta em você – formam-se ondas. Elas se alastram por toda a volta e retornam para você com as respostas do Universo...
Tudo que você está vivendo agora é resultado do seu campo vibracional em ação. Você é o construtor de tudo que está e irá vivenciar.
A vida dá, e dá infinitamente, e dá incondicionalmente. Você só precisa enviar as mensagens corretas.
Seja a Doçura
Doçura é a maestria dos sentidos.
Olhos que vêem o fundo das coisas...
Ouvidos que escutamos coração das coisas...
Boca que fala a essência das coisas...
Doçura é o resultado de uma longa jornada interior ao âmago da vida e a habilidade de lá descansar e assistir.
O que é realmente doce nunca pode ser vítima do tempo...
Porque doçura é a qualidade da pessoa cuja vida tocou a eternidade.
.
Brahma Kumaris

publicado por luzdecuraeamor às 15:59
link | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Mais um degrau se abre para vós na subida ao retorno ao Pai, para que possais concluir mais uma etapa rumo à ascensão.

Não estranheis, pois se inesperadamente vos deparardes com o que chamais de “novos problemas”; lembrai-vos que esses “problemas” se revelam a vós neste tempo para que possais vos desvencilhar de todas, todas as amarras do passado que ainda vos seguram na terceira dimensão.

Buscai olhar para esses “problemas” com novos olhos, buscai compreender que eles estão refletindo vossas escolhas do passado, buscai aceitar essa realidade com que vos deparais no agora e buscai força, fé e determinação para liberar essa realidade de vossas vidas.

Como, perguntais?

Primeiramente, olhai para o outro - para aquele que encarna o ‘problema” - não como um inimigo que vos trás dor sofrimento, mas como alguém que aí está para vos ajudar a crescer e resgatar a liberdade, alguém que reflete o quanto ainda sois prisioneiros do mundo da ilusão!

Assim agindo podereis dar o segundo passo, aceitando a lição que a vida vos revela através do outro, sentindo a dor do outro, os sentimentos do outro, a realidade do outro, as dificuldades do outro, a perspectiva do outro.

É nessa compreensão, amados, que podereis dar o terceiro e derradeiro passo, podereis dissolver a dor e o sofrimento contidos no “problema” percebendo que abraçando o outro, sentindo-vos um com o outro, amando o outro pelo que ele é e expressa a vós, toda a separação que se apresenta como “problema” se dissolve na magia daquele que percebe que a jornada só adquire sentido quando a liberdade perdida se torna novamente uma possibilidade real e palpável de ser conquistada, e a conquista chega quando chega a percepção que sois o outro, e o outro sois vós no mundo da escravidão.

Bem amados, o tempo se torna cada vez mais acelerado à medida que a densidade que vos separava do Criador se dissolve na luz da transformação consciente dos limites criados pela humanidade.

É hora, pois de vos preparardes para os derradeiros passos que vos levam ao acesso as “Sete Chaves” que precisais resgatar para transpassar os portais limites que vos abrem o acesso às múltiplas dimensões.

Cuidai, pois de vossos corpos cuidando de vossa alimentação, não permitindo que esse corpo que abriga vossa alma seja entregue somente a satisfação de vossos sentidos físicos.

Os desejos manifestados através de vossos sentidos físicos precisam ser respeitados até o limite em que não interferem nos desejos de vossas almas.

Vossas almas pedem leveza, leveza amados!

Precisais, pois sutilizardes vossos corpos físicos para que vossos sentidos espirituais possam desabrochar em plenitude, eis que eles são indispensáveis no processo que vos aguarda em um futuro próximo, o processo antes por mim referido do acesso às “Sete Chaves” que vos dão acesso a outras dimensões.

Buscai, pois vos alimentar o mais possível do que vos disponibiliza o mundo vegetal em todas as suas expressões.

Buscai ingerir muita água, eis que a água é a condutora da luz que precisais para liberar de vez vossa divindade.

Buscai o calor do sol que potencializa a freqüência necessária de ser manifestada pelos vossos corpos, para que as Chaves sejam reveladas a vós.

Buscai retirar do ar o prana sutil que energiza vossos corpos, e que pode vos abastecer através do ato consciente de vossa respiração.

Buscai o contato direto com a Mãe Natureza através do pisar descalço na terra benfazeja que contém a memória necessária de ser resgatada por cada um de vós.

Buscai absorver o som do canto dos pássaros e a linguagem dos ventos, para que uma nova forma de comunicação possa ser despertada em vosso ser dando-vos acesso a muitos aspectos da sabedoria divina que precisais despertar em vós.

Bem amados, Eu vos alerto, esse é o caminho mais curto que tendes a vossa disposição no agora para comungardes com Deus, o Deus que guardais em vós e que necessita ser manifestado para que a humanidade, e todas as formas de vidas abrigadas pela Mãe Terra, possam cumprir essa etapa de evolução para adentrar em uma outra morada do Pai Criador, que vos espera pacientemente com a mesa posta onde estão presentes todos os ingredientes que abastecerão cada um de vós do único alimento que necessitais para ser feliz, o amor-compreensão.

Bem amados, que vossas orações ajudem a levar clareza as mentes e corações dos Filhos da Terra, para que todos possam encontrar o único caminho que devolve a cada um a liberdade, o caminho do coração que o Pai reservou a todos os Filhos da Terra que buscam exercitar a redenção.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

bp-02/11/09 – Mensagem de Mãe Maria-33-2009 recebida por Jane M. Ribeiro

publicado por luzdecuraeamor às 18:33
link | comentar | favorito

Pensamento de 03/11/2009‏

"Alguém vos enganou, vos desiludiu… Sim, mas para que ides
queixar-vos por toda a parte? Direis que é para restabelecer a
justiça… Só que esta concepção da justiça está na origem de
todas as desgraças. Em nome da justiça, julga-se que se pode
castigar uns, dar lições a outros. Deixai de lado essa justiça!
«Então, o que havemos de fazer?» Recorrer a um princípio que
está além da justiça, um princípio de amor, de bondade, de
generosidade. Há dois mil anos que Jesus trouxe aos homens esse
novo ensinamento que dizia «Amai os vossos inimigos» ou «Se
alguém te bater na face direita, apresenta-lhe também a outra».
Mas os cristãos continuam a aplicar a lei de Moisés: olho por
olho, dente por dente. Eles ainda não compreenderam que, para se
tornarem verdadeiramente grandes e livres, não devem aplicar a
lei de talião. Julgais que triunfareis quando virdes o vosso
inimigo por terra? Talvez não vos sintais assim tão orgulhosos
de vós mesmos e até fiqueis arrependidos daquilo que fizestes.
Mas será demasiado tarde e, desse modo, tereis preparado
condições muito más para a vossa evolução."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 18:21
link | comentar | favorito

Pensamento de 02/11/2009‏

"O poder da palavra não está unicamente no que se diz, mas nas
vibrações da voz. Nos Mistérios antigos, só se ensinava as
palavras mágicas aos discípulos que eram dignos de as conhecer e
capazes de as pronunciar. Segundo uma tradição, quando o homem se
apresenta perante os Juízes Supremos, estes ordenam-lhe: «Fala!»
Então, ele avança e diz: «Formas de eternidade, aqui estou!», e
imediatamente eles sabem como julgá-lo. Isto talvez não passe de
uma maneira imaginada de apresentar as coisas, mas, apesar disso,
tomai-a a sério. Quando, um dia, tiverdes de apresentar-vos
diante dos Juízes das almas, eles dir-vos-ão: «Fala!» E vós bem
podereis exprimir-vos com eloquência usando termos muito
escolhidos, mas não será a isso que os Juízes prestarão atenção,
porque eles sabem que a palavra é enganadora. Eles escutarão
unicamente o timbre da vossa voz, as suas vibrações. É a
sonoridade da vossa voz que lhes mostrará se aquilo que dizeis é
verdadeiro ou falso; é a autenticidade da vossa voz que vos
julgará."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 12:34
link | comentar | favorito

Pensamento de 01/11/2009‏

"Com a máxima frequência que puderdes, virai o vosso pensamento
para os anjos, os arcanjos e todas as hierarquias angélicas,
impregnai-vos das suas virtudes, e deste modo vivificar-vos-eis,
tereis mais clareza e enriquecereis o vosso mundo interior. Mas,
ao mesmo tempo, permanecei modestos, sabendo que muitas dessas
entidades permanecerão ainda por muito tempo fora do vosso
alcance. Começai por tentar ligar-vos aos santos, aos Iniciados,
aos grandes Mestres, cuja missão é ocuparem-se dos humanos. Em
seguida, podeis elevar-vos mais para procurar alcançar os anjos,
pois os anjos são os mais próximos dos homens, eles ouvem-nos,
ajudam-nos, atendem os seus pedidos. Também podeis invocar os
arcanjos, mas não tenteis ir mais além.
Há inúmeros mundos no espaço infinito, e as hierarquias
superiores, que têm outros trabalhos a executar num espaço muito
longínquo, não estão em relação com os humanos. Vós deveis
conhecer a existência dessas hierarquias superiores, até podeis
invocá-las, mas sabendo que, para obter resultados pela oração e
pela meditação, deveis dirigir-vos a entidades mais próximas de
vós."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 12:26
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

Princípios do Reiki: Hoje eu abandono a raiva----- Hoje eu abandono as minhas preocupações------ Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos------ Hoje eu honro os meus pais, o meu próximo, os meus mestres e os meus alimentos------ Hoje eu ganho a minha vida honestamente------ Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas------

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pensamento de 3 de Janeir...

. Energia e Astrologia do d...

. CHEQUES DA ABUNDÂNCIA - F...

. Pensamento 2 de Janeiro d...

. Pensamento 1 de Janeiro d...

. Mensagem de Mãe Maria

. SUA CENTELHA DE DIVINDADE...

. ATIVAÇÃO para 10.10.2010 ...

. Corrente Portal de 10 de...

. Por que a arruda funciona...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. -

. 2010

. a

. anael

. anjos

. arcanjo

. as

. através

. autres-dimensions

. benção

. canalização

. canalizada

. com

. da

. de

. deus

. do

. dos

. e

. em

. fevereiro

. hilarion

. janeiro

. luz

. mãe

. maria

. marlene

. meditação

. mensagem

. mensagens

. mestre

. mestres

. miguel

. o

. oração

. os

. para

. pensamento

. por

. salusa

. todas as tags