Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

 

 

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Que a luz da devoção ajude-vos a reencontrar o silêncio que leva a paz.

Acalmai vossas mentes e vossos corações. As atribulações do vosso dia a dia não podem receber sempre e mais toda a energia de que sois possuidores.

É preciso reaprender a exercitar o equilíbrio, percebendo que o vosso tempo precisa ser usado cada vez mais para alimentar vosso espírito.

Nada conquistareis que não seja através do vosso espírito.

É preciso perceber que tudo aquilo que fazeis automaticamente nada vos acrescenta que não sejam quimeras de felicidade na ilusória sensação de estardes vivendo, crescendo e evoluindo.

Vosso crescimento não se dá sem o reconhecimento e a manifestação da vontade de vossa alma.

Vossa evolução é a evolução da vossa alma, vossa vida é sustentada por vossa alma.

Então, bem amados, é preciso compreender que é tempo de reencontrardes o meio de vos comunicar com aquela que vos mantém vivo e atuando em vosso plano, sabendo que reencontrando vossa alma iniciareis a escalada para calar o vosso ego e exercitar a vossa redenção.

Este é processo pelo qual atingireis vosso objetivo maior, e para que ele possa ser uma realidade permanente é preciso reaprender a silenciar.

Silenciar mentes, corações, silenciar vossos lábios, silenciar vossos olhos, vossos ouvidos, vossos apetites acalmando todas as vossas sensações, todo o mar de sensações que vos chegam através de vossos sentidos físicos, dando espaço para que os vossos sentidos espirituais possam desabrochar e comandar vossos passos.

Sabeis que o silêncio é o único caminho para restabelecerdes o diálogo com vossa alma.

Procurai, então, exercitar vosso silêncio, diariamente, incluindo-o no rol de vossas tarefas, encontrando tempo para que ele possa fazer parte do vosso cotidiano.

É preciso que possais compreender, amados, que este é um momento em que ir em frente exige de todos vós silenciar, trazendo calma para vossos sentidos, tirando a força de vossas emoções.

É impossível reconhecer o mundo a que chamais espiritual sem a força do silêncio, sem passardes pela rotina do silêncio.

O silêncio une vossas mentes e corações, eleva vossos corpos, expande vossas percepções, resgata o diálogo com vossa essência, o silêncio vos leva de volta ao Divino.

Compreendei, amados, a importância do silêncio em vossas vidas neste tempo de transformação?

Sem ele vosso ego-personalidade continuará agindo soberanamente, continuará sendo o senhor do vosso dia a dia, o sustentador das vossas ilusões, o incentivador e mantenedor das vossas limitações.

Mergulhastes no mundo da ilusão com o propósito de reaprender a ser feliz.

Chegastes a ele para florescer na luz de vossas almas, para concretizar vosso plano divino, para reconhecerdes vossa perfeição, para exercitardes a vontade de vossas almas.

Esta é a vossa meta, este é o vosso propósito.

É tempo de vos inspirardes em vossa alma, é tempo de utilizar a bagagem que ela carrega e que vos é necessária, é tempo de concluirdes vosso aprendizado nesta etapa de vossas evoluções.

Bem amados, que possais refletir sobre este momentum, que clama pelo exercício do vosso silêncio, pelo desabrochar da vossa mente crística, pelo resgate do caminho do coração.

Que esses últimos dias que vos levam a mais um Natal de Renascimento possam ser preenchidos, na luz do silêncio, com a força do amor incondicional e da paz plena, para que a entrada de mais um ano de vosso calendário vos encontre equilibrados e prontos para vivenciar um novo tempo, o tempo de ser feliz.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-Mensagem de Mãe Maria-31-2010-recebida por Jane M. Ribeiro

publicado por luzdecuraeamor às 14:28
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Setembro de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

Amados filhos,

 

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

 

É tempo de todos os Filhos da Terra fazerem sua escolha, eis que se aproxima rapidamente o final do ciclo que vos abre a possibilidade de exercitardes a Redenção.

 

Rendei-vos ao Ser Supremo que jaz no âmago do vosso ser; rendei-vos ao seu poder, a sua glória, a sua luz que é pura perfeição; rendei-vos ao Divino em vós, Aquele a quem chamais de Pai Criador.

 

Redenção não é um passo, uma promessa, um ato de fé, uma declaração de impotência frente a algo maior.

 

Redenção é a conclusão de um longo processo, que exigiu de todos vós muito aprendizado em múltiplas encarnações, aprendizado necessário para que pudésseis manifestar as virtudes do Pai no Mundo da Ação.

 

Para chegar a este momentum todos vós receberam idênticas oportunidades e contaram com as mesmas ferramentas.

 

Passo a passo, dia após dia, cada um de vós agarrou as oportunidades surgidas e, munidos das ferramentas que o Pai vos ofertou, exercitaram erros e acertos dependendo da atenção que dispensastes a linguagem de vossos egos ou de vossos corações.

 

Percebestes, ao longo do processo, e a custa de muitas dores e sofrimentos desnecessários, que vossos egos vos tornavam mais e mais egoístas, e que vossas ações nunca traziam a alegria e a plenitude esperadas, mas tão somente desilusões.

 

Pouco a pouco voltastes vossas atenções para a linguagem expressada por vossos corações e, lentamente, percebestes que ela sempre vos apontava o melhor caminho para a concretização de vossos ideais.

 

Assim fostes mudando; mudastes vosso agir pela mudança de vossa maneira de pensar ancorada no vosso sentir.

 

E o caminho da Redenção finalmente se abriu, impondo as vossas condutas o comportamento revelado por vossas almas.

 

O egoísmo foi dando lugar à solidariedade, a compaixão se fez presente e o amor desabrochou nos corações; pouco a pouco milhares de Filhos da Terra principiaram a mostrar, com seus exemplos, o verdadeiro propósito do viver no planeta azul.

 

Hoje, neste tempo de transformação, todos chegaram a um ponto em vossas evoluções que exige a grande e única escolha que pode dar sentido ao vosso viver, escolher a luz do Pai, revelada por vossas almas, em detrimento da escuridão ofertada por vossos egos, que ainda comandam a jornada de inúmeros seres na vossa Mãe Terra.

 

O momento da escolha exige de vós a clareza de que esta oportunidade, se aproveitada, vos levarão a tão acalentada ascensão.

 

Escolhei, pois o mundo em que quereis viver, eis que o joio se separa rapidamente do trigo, e não há mais tempo para indecisões, para postergação das atitudes fundamentais a serem manifestadas por aqueles que escolheram a luz do Pai Criador.

 

Ser luz é vossa herança divina, mas manifestar a luz é vossa escolha, a única que estais prestes a exercitar e que vos trouxe por inúmeras encarnações a esse planeta nominado por vós de Mãe Terra.

 

O chamado ecoou longo e claro em todas as mentes e corações.

 

É hora, pois de agir, efetuando rapidamente as últimas mudanças que vos colocam na sintonia perfeita e necessária para que possais experenciar o reencontro dos Filhos da Luz.

 

Aleluia, amados, nós nos rejubilamos com todos vós.

 

Ousai, pois traspassar a porta que se abre agora, para que possais vivenciar a ascensão.

 

Bem amados, perseverai em vossas orações; o mundo precisa de oração, os Filhos da Terra precisam de oração, o inconsciente coletivo precisa ser inundado de orações, para que a luz prevaleça soberana em vosso planeta azul.

 

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.  

 

SP-01/09/2010-Mensagem-24-2010 de Mãe Maria canalizada por Jane M. Ribeiro

publicado por luzdecuraeamor às 12:00
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

MÃE IANSÃ

 

 

 

 



MÃE IANSÃ


lansã é a aplicadora da Lei na vida dos seres emocionados pelos vícios. Seu campo preferencial de atuação é o emocional dos
seres: ela os esgota e os redireciona, abrindo-lhes novos campos por onde evoluirão de forma menos "emocional".

lansã, em seu primeiro elemento é ar e forma com Ogum um par energético onde ele rege o pólo positivo e é passivo pois suas
irradiações magnéticas são retas. lansã é negativa e ativa, e suas irradiações magnéticas são circulares ou espiraladas.

Observem que lansã se irradia de formas diferentes: é cósmica (ativa) e é o orixá que ocupa o pólo negativo da linha elemental
pura do ar, onde polariza com Ogum. Já em seu segundo elemento ela polariza com Xangô, e atua como o pólo ativo da linha da
Justiça, que é uma das sete irradiações divinas.

Na linha da Justiça, lansã é seu aspecto móvel e Xangô é seu aspecto assentado ou imutável, pois ela atua na transformação
dos seres através de seus magnetismos negativos.

lansã aplica a Lei nos campos da Justiça e é extremamente ativa. Uma de suas atribuições é colher os seres fora-da-Lei e,
com um de seus magnetismos, alterar todo o seu emocional, mental e consciência, para, só então, redirecioná-lo numa outra linha de
evolução, que o aquietará e facilitará sua caminhada pela linha reta da evolução.

As energias irradiadas por lansã densificam o mental, diminuindo seu magnetismo, e estimulam o emocional, acelerando suas
vibrações.

Com isso, o ser se torna mais emotivo e mais facilmente é redirecionado. Mas quando não é possível reconduzi-lo à linha reta
da evolução, então uma de suas sete intermediárias cósmicas, que atuam em seus aspectos negativos, paralisam o ser e o retém em
um dos campos de esgotamento mental, emocional e energético, até que ele tenha sido esgotado de seu negativismo e tenha
descarregado todo o seu emocional desvirtuado e viciado.

Nossa amada mãe Iansã possui vinte e uma lansãs intermediárias, que são assim distribuídas:

- Sete atuam junto aos pólos magnéticos irradiantes e auxiliam os orixás regentes dos pólos positivos, onde entram como
aplicadoras da Lei segundo os princípios da Justiça Divina, recorrendo aos aspectos positivos da orixá planetária Iansã.

- Sete atuam junto aos pólos magnéticos absorventes e auxiliam os orixás regentes dos pólos negativos, onde entram como
aplicadoras da Lei segundo seus princípios, recorrendo aos aspectos negativos da orixá planetária Iansã.

- Sete atuam nas faixas neutras das dimensões planetárias, onde, regidas pelos princípios da Lei, ou direcionam os seres para
as faixas vibratórias positivas ou os direcionam para as faixas negativas.

Enfim, são vinte e uma orixás lansãs intermediárias aplicadoras da Lei nas Sete Linhas de Umbanda.

Como seus campos preferenciais de atuação são os religiosos, não é de se estranhar que nossa amada mãe lansã
intermediária para a linha da Fé nos campos do Tempo seja confundida com a própria Oiá, já que é ela quem envia ao tempo os
eguns fora-da-Lei no campo da religiosidade.

lansã do Tempo, não tenham dúvidas, tem um vasto campo de ação e colhe os espíritos desvirtuados nas coisas da Fé,
enviando-os ao Tempo onde serão esgotados. Mas, não tenham dúvidas, antes ela tenta reequilibrá-los e redirecioná-los, só optando
por enviá-los a um campo onde o magnetismo os esvazia quando vê que um esgotamento total em todos os sete sentidos é
necessário. E isto o Tempo faz muito bem!

Já lansã Bale, do Bale, ou das Almas, é outra intermediária de nossa mãe maior lansã que é muito solicitada e muito
conhecida, porque atua preferencialmente sobre os espíritos que desvirtuam os princípios da Lei que dão sustentação à vida e, como
vida é geração e Omulu atua no pólo negativo da linha da Geração, então ela envia aos domínios de Tatá Omulu todos os espíritos
que atentaram contra a vida de seus semelhantes ao desvirtuarem os princípios da Lei e da Justiça Divina.

Logo, seu campo escuro localiza-se nos domínios do orixá Omulu, que rege sobre o lado de "baixo" do campo santo.

Mas também são muito conhecidas as lansãs intermediárias Sete Pedreiras, dos Raios, do Mar, das Cachoeiras e dos Ventos
(lansã pura). As outras assumem os nomes dos elementos que lhes chegam através das irradiações inclinadas dos outros orixás,
quando surgem as Iansãs irradiantes e multicoloridas. Temos:

• uma Iansã do Ar.
• uma Iansã Cristalina.
• uma lansã Mineral.
• uma Iansã Vegetal.
• uma lansã Ígnea.
• uma lansã Telúrica.
• uma lansã Aquática.

Bom, só por esta amostra dos múltiplos aspectos de nossa amada regente feminina do ar, já deu para se ter uma idéia do
imenso campo de ação do mistério "Iansã".

O fato é que ela aplica a Lei nos campos da Justiça Divina e transforma os seres desequilibrados com suas irradiações
espiraladas, que o fazem girar até que tenham descarregado seus emocionais desvirtuados e suas consciências desordenadas!

Não vamos nos alongar mais, pois muito já foi dito e escrito sobre a "Senhora dos Ventos".

Oferenda: Velas brancas, amarelas e vermelhas; champagne branca, licor de menta e de anis ou de cereja; rosas e palmas
amarelas, tudo depositado no campo aberto, pedreiras, beira-mar, cachoeiras, etc.

TRECHOS EXTRAÍDOS DO LIVRO "O CÓDIGO DA UMBANDA" DE RUBENS SARACENI; E QUE SE ENCONTRA, TAMBÉM, NO SITE GUARDIÕES DA LUZ.



FILHOS DE IANSÃ


Iansã, a Senhora dos Ventos e das Tempestades, a Deusa Guerreira.

Seu filho é conhecido por seu temperamento explosivo. Está sempre chamando a atenção por ser inquieto e extrovertido.

Sempre a sua palavra é que vale e gosta de impor aos outros a sua vontade. Não admite ser contrariado, pouco importando se
tem ou não razão, pois não gosta de dialogar.

Em estado normal é muito alegre e decidido. Questionado torna-se violento, partindo para a agressão, com berros, gritos e
choro.

Tem um prazer enorme em contrariar todo tipo de preconceito. Passa por cima de tudo que está fazendo na vida, quando fica
tentado por uma aventura.

Em seus gestos demonstra o momento que está passando, não conseguindo disfarçar a alegria ou a tristeza. Não tem medo
de nada. Enfrenta qualquer situação de peito aberto.

Ciumento demonstra um certo egoísmo porque não se importa com que os outros sofram pelo seu gênio reconhecidamente
mal-humorado.

É leal e objetivo. Sua grande qualidade, a garra, e seu grande defeito, a impensada franqueza, o que lhe prejudica o convívio
social. Por ser tão marcante seu gênio, se este fosse controlado, o que não é difícil, seria pessoa muito mais feliz e querida.

Para definir bem a influência dos orixás nas pessoas vou contar uma estória engraçada: eu explicava para um grupo as
influências dos Orixás nas pessoas.


Veja um fato simulado:

Duas pessoas brigando. Passando um filho de Ogum, ou ele passa direto e nem olha, ou já vai se meter na briga.

Um filho de Xangô para, fica olhando, e já começa a reclamar. Coitado do baixinho! Por que será esta briga? Acho que aquele
alto não tem razão. E pior, nem sabe brigar. É um fraco. E fica questionando.

Um filho de Oxossi para, senta no chão e, rindo, fica assistindo e se deleitando com a briga. Deu a entender ter terminado.
Achei sugestiva sua explicação.

Alguém indagou qual seria o comportamento das filhas do povo da água. Diante da minha negativa, alguém se propôs a
completar. Bem, disse, uma filha de Iemanjá chamaria os dois, colocaria suas cabeças em seu colo e os acalmaria recomendando paz.

Uma filha de Iansã já reclamaria e chamaria a polícia. E parou. De propósito, o esperto.

Bem, perguntou alguém, e uma filha de Oxum, que faria? Nada, respondeu. Nem poderia. Os dois estavam brigando por
causa dela...

Cor: Amarelo.

Ervas: Catinga de Mulata; Cordão de Frade; Gerânio Cor-de-Rosa ou Vermelho; Acúcena; Folhas de Rosa Branca; Erva de Santa
Bárbara.



UMA LENDA DE IANSÃ


Ogum foi um dia caçar na floresta. Ele ficou na espreita e viu um búfalo vindo em sua direção. Ogum avaliou logo à distância
que os separava e preparou-se para matar o animal com a sua espada. Mas viu o búfalo parar e, de repente, baixar a cabeça e
despir-se de sua pele. Desta pele saiu uma linda mulher.

Era Iansã, vestida com elegância, coberta com panos, um turbante luxuoso amarrado à cabeça e ornada de colares e
braceletes. Iansã enrolou sua pele e seus chifres, fez uma trouxa e escondeu num formigueiro. Partiu, em seguida, num passo leve,
em direção ao mercado da cidade, sem desconfiar que Ogum tinha visto tudo.

Assim que Iansã partiu, Ogum apoderou-se da trouxa, foi papa casa, guardou-a no celeiro de milho e seguiu, também, para o
mercado. Lá, ele encontrou a bela mulher e cortejou-a. Iansã era bela, muito bela, era a mais bela mulher do mundo. Sua beleza
era tal que se um homem a visse, logo a desejaria.

Ogum foi subjugado e pediu-a em casamento. Iansã apenas sorriu e recusou sem apelo. Ogum insistiu e disse-lhe que a
esperaria. Ele não duvidava de que ela aceitasse sua proposta. Iansã voltou à floresta e não encontrou seu chifre nem sua pele.
“Ah! Que contrariedade! Que teria se passado? Que fazer?”

Iansã voltou ao mercado, já vazio, e viu Ogum que a esperava. Ela perguntou-lhe o que ele havia feito daquilo que ela
deixara no formigueiro. Ogum fingiu inocência e declarou que nada tinha a ver, nem com o formigueiro nem com o que estava nele.
Iansã não se deixou enganar e disse-lhe: “Eu sei que escondeu minha pele e meu chifre.

Eu sei que você se negará a me revelar o esconderijo. Ogum, vou me casar com você e viver em sua casa. Mas, existem
certas regras de conduta para comigo. Estas regras devem ser respeitadas, também, pelas pessoas da sua casa. Ninguém poderá
me dizer: Você é um animal! Ninguém poderá utilizar cascas de dendê para fazer fogo. Ninguém poderá rolar um pilão pelo chão
da casa”.

Ogum respondeu que havia compreendido e levou Iansã. Chegando em casa, Ogum reuniu suas outras mulheres e
explicou-lhes como deveriam comportar-se. Ficara claro para todos que ninguém deveria discutir com Iansã, nem insultá-la.

A vida organizou-se. Ogum saía para caçar ou cultivar o campo. Iansã, em vão, procurava sua pele e seus chifres. Ela deu à
luz uma criança, depois uma segunda e uma terceira… Ela deu à luz a nove crianças. Mas as mulheres viviam enciumadas da beleza
de Iansã.

Cada vez mais enciumadas e hostis, elas decidiram desvendar o mistério da origem de Iansã. Uma delas conseguiu
embriagar Ogum com vinho de palma. Ogum não pôde mais controlar suas palavras e revelou o segredo. Contou que Iansã era, na
realidade, um animal; Que sua pele e seus chifres estavam escondidos no celeiro de milho.

Ogum recomendou-lhes ainda: “Sobretudo não procurem vê-los, pois isto a amedrontará. Não lhes digam jamais que é um
animal!” Depois disso, logo que Ogum saía para o campo, as mulheres insultavam Iansã: “Você é um animal! Você é um animal!!”

Elas cantavam enquanto faziam os trabalhos da casa: “Coma e beba, pode exibir-se, mas sua pele está no celeiro de milho!”
Um dia, todas as mulheres saíram para o mercado. Iansã aproveitou-se e correu para o celeiro. Abriu a porta e, bem no fundo, sob
grandes espigas de milho, encontrou sua pele e seus chifres.

Ela os vestiu novamente e se sacudiu com energia. Cada parte do seu corpo retomou exatamente seu lugar dentro da pele.
Logo que as mulheres chegaram do mercado, ela saiu bufando. Foi um tremendo massacre, pelo qual passaram todas. Com
grandes chifradas Iansã rasgou-lhes a barriga, pisou sobre os corpos e rodou-os no ar.

Iansã poupou seus filhos que a seguiam chorando e dizendo: “Nossa mãe, nossa mãe! É você mesma? Nossa mãe, nossa
mãe! Que você vai fazer? Nossa mãe, nossa mãe! Que será de nós?” O búfalo os consolou, roçando seu corpo carinhosamente no deles
e dizendo-lhes: “Eu vou voltar para a floresta; lá não é bom lugar para vocês.

Mas, vou lhes deixar uma lembrança.” Retirou seus chifres, entregou-lhes e continuou: “Quando qualquer perigo lhes ameaçar,
quando vocês precisarem dos meus conselhos, esfreguem estes chifres um no outro. Em qualquer lugar que vocês estiverem, em
qualquer lugar que eu estiver, escutarei suas queixas e virei socorrê-los.” Eis por que dois chifres de búfalo estão sempre no altar de
Iansã.

LENDAS AFRICANAS DOS ORIXÁS - DE PIERRE FATUMBI VERGER - TRADUÇÃO: MARIA APARECIDA NÓBREGA - EDITORA: CORRUPIO

 

 

 

 

 

 



MÃE IANSÃ


lansã é a aplicadora da Lei na vida dos seres emocionados pelos vícios. Seu campo preferencial de atuação é o emocional dos
seres: ela os esgota e os redireciona, abrindo-lhes novos campos por onde evoluirão de forma menos "emocional".

lansã, em seu primeiro elemento é ar e forma com Ogum um par energético onde ele rege o pólo positivo e é passivo pois suas
irradiações magnéticas são retas. lansã é negativa e ativa, e suas irradiações magnéticas são circulares ou espiraladas.

Observem que lansã se irradia de formas diferentes: é cósmica (ativa) e é o orixá que ocupa o pólo negativo da linha elemental
pura do ar, onde polariza com Ogum. Já em seu segundo elemento ela polariza com Xangô, e atua como o pólo ativo da linha da
Justiça, que é uma das sete irradiações divinas.

Na linha da Justiça, lansã é seu aspecto móvel e Xangô é seu aspecto assentado ou imutável, pois ela atua na transformação
dos seres através de seus magnetismos negativos.

lansã aplica a Lei nos campos da Justiça e é extremamente ativa. Uma de suas atribuições é colher os seres fora-da-Lei e,
com um de seus magnetismos, alterar todo o seu emocional, mental e consciência, para, só então, redirecioná-lo numa outra linha de
evolução, que o aquietará e facilitará sua caminhada pela linha reta da evolução.

As energias irradiadas por lansã densificam o mental, diminuindo seu magnetismo, e estimulam o emocional, acelerando suas
vibrações.

Com isso, o ser se torna mais emotivo e mais facilmente é redirecionado. Mas quando não é possível reconduzi-lo à linha reta
da evolução, então uma de suas sete intermediárias cósmicas, que atuam em seus aspectos negativos, paralisam o ser e o retém em
um dos campos de esgotamento mental, emocional e energético, até que ele tenha sido esgotado de seu negativismo e tenha
descarregado todo o seu emocional desvirtuado e viciado.

Nossa amada mãe Iansã possui vinte e uma lansãs intermediárias, que são assim distribuídas:

- Sete atuam junto aos pólos magnéticos irradiantes e auxiliam os orixás regentes dos pólos positivos, onde entram como
aplicadoras da Lei segundo os princípios da Justiça Divina, recorrendo aos aspectos positivos da orixá planetária Iansã.

- Sete atuam junto aos pólos magnéticos absorventes e auxiliam os orixás regentes dos pólos negativos, onde entram como
aplicadoras da Lei segundo seus princípios, recorrendo aos aspectos negativos da orixá planetária Iansã.

- Sete atuam nas faixas neutras das dimensões planetárias, onde, regidas pelos princípios da Lei, ou direcionam os seres para
as faixas vibratórias positivas ou os direcionam para as faixas negativas.

Enfim, são vinte e uma orixás lansãs intermediárias aplicadoras da Lei nas Sete Linhas de Umbanda.

Como seus campos preferenciais de atuação são os religiosos, não é de se estranhar que nossa amada mãe lansã
intermediária para a linha da Fé nos campos do Tempo seja confundida com a própria Oiá, já que é ela quem envia ao tempo os
eguns fora-da-Lei no campo da religiosidade.

lansã do Tempo, não tenham dúvidas, tem um vasto campo de ação e colhe os espíritos desvirtuados nas coisas da Fé,
enviando-os ao Tempo onde serão esgotados. Mas, não tenham dúvidas, antes ela tenta reequilibrá-los e redirecioná-los, só optando
por enviá-los a um campo onde o magnetismo os esvazia quando vê que um esgotamento total em todos os sete sentidos é
necessário. E isto o Tempo faz muito bem!

Já lansã Bale, do Bale, ou das Almas, é outra intermediária de nossa mãe maior lansã que é muito solicitada e muito
conhecida, porque atua preferencialmente sobre os espíritos que desvirtuam os princípios da Lei que dão sustentação à vida e, como
vida é geração e Omulu atua no pólo negativo da linha da Geração, então ela envia aos domínios de Tatá Omulu todos os espíritos
que atentaram contra a vida de seus semelhantes ao desvirtuarem os princípios da Lei e da Justiça Divina.

Logo, seu campo escuro localiza-se nos domínios do orixá Omulu, que rege sobre o lado de "baixo" do campo santo.

Mas também são muito conhecidas as lansãs intermediárias Sete Pedreiras, dos Raios, do Mar, das Cachoeiras e dos Ventos
(lansã pura). As outras assumem os nomes dos elementos que lhes chegam através das irradiações inclinadas dos outros orixás,
quando surgem as Iansãs irradiantes e multicoloridas. Temos:

• uma Iansã do Ar.
• uma Iansã Cristalina.
• uma lansã Mineral.
• uma Iansã Vegetal.
• uma lansã Ígnea.
• uma lansã Telúrica.
• uma lansã Aquática.

Bom, só por esta amostra dos múltiplos aspectos de nossa amada regente feminina do ar, já deu para se ter uma idéia do
imenso campo de ação do mistério "Iansã".

O fato é que ela aplica a Lei nos campos da Justiça Divina e transforma os seres desequilibrados com suas irradiações
espiraladas, que o fazem girar até que tenham descarregado seus emocionais desvirtuados e suas consciências desordenadas!

Não vamos nos alongar mais, pois muito já foi dito e escrito sobre a "Senhora dos Ventos".

Oferenda: Velas brancas, amarelas e vermelhas; champagne branca, licor de menta e de anis ou de cereja; rosas e palmas
amarelas, tudo depositado no campo aberto, pedreiras, beira-mar, cachoeiras, etc.

TRECHOS EXTRAÍDOS DO LIVRO "O CÓDIGO DA UMBANDA" DE RUBENS SARACENI; E QUE SE ENCONTRA, TAMBÉM, NO SITE GUARDIÕES DA LUZ.



FILHOS DE IANSÃ


Iansã, a Senhora dos Ventos e das Tempestades, a Deusa Guerreira.

Seu filho é conhecido por seu temperamento explosivo. Está sempre chamando a atenção por ser inquieto e extrovertido.

Sempre a sua palavra é que vale e gosta de impor aos outros a sua vontade. Não admite ser contrariado, pouco importando se
tem ou não razão, pois não gosta de dialogar.

Em estado normal é muito alegre e decidido. Questionado torna-se violento, partindo para a agressão, com berros, gritos e
choro.

Tem um prazer enorme em contrariar todo tipo de preconceito. Passa por cima de tudo que está fazendo na vida, quando fica
tentado por uma aventura.

Em seus gestos demonstra o momento que está passando, não conseguindo disfarçar a alegria ou a tristeza. Não tem medo
de nada. Enfrenta qualquer situação de peito aberto.

Ciumento demonstra um certo egoísmo porque não se importa com que os outros sofram pelo seu gênio reconhecidamente
mal-humorado.

É leal e objetivo. Sua grande qualidade, a garra, e seu grande defeito, a impensada franqueza, o que lhe prejudica o convívio
social. Por ser tão marcante seu gênio, se este fosse controlado, o que não é difícil, seria pessoa muito mais feliz e querida.

Para definir bem a influência dos orixás nas pessoas vou contar uma estória engraçada: eu explicava para um grupo as
influências dos Orixás nas pessoas.


Veja um fato simulado:

Duas pessoas brigando. Passando um filho de Ogum, ou ele passa direto e nem olha, ou já vai se meter na briga.

Um filho de Xangô para, fica olhando, e já começa a reclamar. Coitado do baixinho! Por que será esta briga? Acho que aquele
alto não tem razão. E pior, nem sabe brigar. É um fraco. E fica questionando.

Um filho de Oxossi para, senta no chão e, rindo, fica assistindo e se deleitando com a briga. Deu a entender ter terminado.
Achei sugestiva sua explicação.

Alguém indagou qual seria o comportamento das filhas do povo da água. Diante da minha negativa, alguém se propôs a
completar. Bem, disse, uma filha de Iemanjá chamaria os dois, colocaria suas cabeças em seu colo e os acalmaria recomendando paz.

Uma filha de Iansã já reclamaria e chamaria a polícia. E parou. De propósito, o esperto.

Bem, perguntou alguém, e uma filha de Oxum, que faria? Nada, respondeu. Nem poderia. Os dois estavam brigando por
causa dela...

Cor: Amarelo.

Ervas: Catinga de Mulata; Cordão de Frade; Gerânio Cor-de-Rosa ou Vermelho; Acúcena; Folhas de Rosa Branca; Erva de Santa
Bárbara.



UMA LENDA DE IANSÃ


Ogum foi um dia caçar na floresta. Ele ficou na espreita e viu um búfalo vindo em sua direção. Ogum avaliou logo à distância
que os separava e preparou-se para matar o animal com a sua espada. Mas viu o búfalo parar e, de repente, baixar a cabeça e
despir-se de sua pele. Desta pele saiu uma linda mulher.

Era Iansã, vestida com elegância, coberta com panos, um turbante luxuoso amarrado à cabeça e ornada de colares e
braceletes. Iansã enrolou sua pele e seus chifres, fez uma trouxa e escondeu num formigueiro. Partiu, em seguida, num passo leve,
em direção ao mercado da cidade, sem desconfiar que Ogum tinha visto tudo.

Assim que Iansã partiu, Ogum apoderou-se da trouxa, foi papa casa, guardou-a no celeiro de milho e seguiu, também, para o
mercado. Lá, ele encontrou a bela mulher e cortejou-a. Iansã era bela, muito bela, era a mais bela mulher do mundo. Sua beleza
era tal que se um homem a visse, logo a desejaria.

Ogum foi subjugado e pediu-a em casamento. Iansã apenas sorriu e recusou sem apelo. Ogum insistiu e disse-lhe que a
esperaria. Ele não duvidava de que ela aceitasse sua proposta. Iansã voltou à floresta e não encontrou seu chifre nem sua pele.
“Ah! Que contrariedade! Que teria se passado? Que fazer?”

Iansã voltou ao mercado, já vazio, e viu Ogum que a esperava. Ela perguntou-lhe o que ele havia feito daquilo que ela
deixara no formigueiro. Ogum fingiu inocência e declarou que nada tinha a ver, nem com o formigueiro nem com o que estava nele.
Iansã não se deixou enganar e disse-lhe: “Eu sei que escondeu minha pele e meu chifre.

Eu sei que você se negará a me revelar o esconderijo. Ogum, vou me casar com você e viver em sua casa. Mas, existem
certas regras de conduta para comigo. Estas regras devem ser respeitadas, também, pelas pessoas da sua casa. Ninguém poderá
me dizer: Você é um animal! Ninguém poderá utilizar cascas de dendê para fazer fogo. Ninguém poderá rolar um pilão pelo chão
da casa”.

Ogum respondeu que havia compreendido e levou Iansã. Chegando em casa, Ogum reuniu suas outras mulheres e
explicou-lhes como deveriam comportar-se. Ficara claro para todos que ninguém deveria discutir com Iansã, nem insultá-la.

A vida organizou-se. Ogum saía para caçar ou cultivar o campo. Iansã, em vão, procurava sua pele e seus chifres. Ela deu à
luz uma criança, depois uma segunda e uma terceira… Ela deu à luz a nove crianças. Mas as mulheres viviam enciumadas da beleza
de Iansã.

Cada vez mais enciumadas e hostis, elas decidiram desvendar o mistério da origem de Iansã. Uma delas conseguiu
embriagar Ogum com vinho de palma. Ogum não pôde mais controlar suas palavras e revelou o segredo. Contou que Iansã era, na
realidade, um animal; Que sua pele e seus chifres estavam escondidos no celeiro de milho.

Ogum recomendou-lhes ainda: “Sobretudo não procurem vê-los, pois isto a amedrontará. Não lhes digam jamais que é um
animal!” Depois disso, logo que Ogum saía para o campo, as mulheres insultavam Iansã: “Você é um animal! Você é um animal!!”

Elas cantavam enquanto faziam os trabalhos da casa: “Coma e beba, pode exibir-se, mas sua pele está no celeiro de milho!”
Um dia, todas as mulheres saíram para o mercado. Iansã aproveitou-se e correu para o celeiro. Abriu a porta e, bem no fundo, sob
grandes espigas de milho, encontrou sua pele e seus chifres.

Ela os vestiu novamente e se sacudiu com energia. Cada parte do seu corpo retomou exatamente seu lugar dentro da pele.
Logo que as mulheres chegaram do mercado, ela saiu bufando. Foi um tremendo massacre, pelo qual passaram todas. Com
grandes chifradas Iansã rasgou-lhes a barriga, pisou sobre os corpos e rodou-os no ar.

Iansã poupou seus filhos que a seguiam chorando e dizendo: “Nossa mãe, nossa mãe! É você mesma? Nossa mãe, nossa
mãe! Que você vai fazer? Nossa mãe, nossa mãe! Que será de nós?” O búfalo os consolou, roçando seu corpo carinhosamente no deles
e dizendo-lhes: “Eu vou voltar para a floresta; lá não é bom lugar para vocês.

Mas, vou lhes deixar uma lembrança.” Retirou seus chifres, entregou-lhes e continuou: “Quando qualquer perigo lhes ameaçar,
quando vocês precisarem dos meus conselhos, esfreguem estes chifres um no outro. Em qualquer lugar que vocês estiverem, em
qualquer lugar que eu estiver, escutarei suas queixas e virei socorrê-los.” Eis por que dois chifres de búfalo estão sempre no altar de
Iansã.

LENDAS AFRICANAS DOS ORIXÁS - DE PIERRE FATUMBI VERGER - TRADUÇÃO: MARIA APARECIDA NÓBREGA - EDITORA: CORRUPIO

 

 

tags: ,
publicado por luzdecuraeamor às 15:24
link do post | comentar | favorito
|

MÃE NANÃ

 

 


MÃE NANÃ


Na Umbanda, ela não costuma ser considerada chefe de falange, sendo sua figura arquiétipa muitas vezes associada à Omulu e
outras vezes aos domínios de Iemanjá. Nanã é descrita como uma velha senhora que teria rejeitado seu filho Omulu mas este filho
foi adotado pela amorosa Iemanjá.

O sincretismo de Nanã com Sant'Ana, avó maternal de Jesus, e padroeira dos professores, reforça a impressão de que ela é
muito antiga e que sua chegada ao Brasil foi anterior a dos Iorubas.

Nanã é dona da lama do fundo dos rios, lama com qual foram modelados os homens. Rege nos pântanos. Tem também
relações com a morte.

Este orixá vem de épocas tão distantes, que nenhuma pesquisa foi capaz de identificar suas origens. Seu culto se espalhou,
através dos tempos, de Leste a Oeste. Nanã é um termo que expressa deferência por qualquer pessoa idosa e significa "Mãe" em
diversos dialetos africanos.

Na Umbanda, Nanã vem incorporada de forma calma, curvada e com movimentos circulares nas mãos, muito associada também
aos Pretos-Velhos.

Nanã desconhece o ferro e outros metais por tratar-se de um Orixá da Pré-história. O termo NANÃ significa raiz, aquela que se
encontra no centro da terra.

TRECHOS EXTRAÍDOS DO LIVRO "O CÓDIGO DA UMBANDA" DE RUBENS SARACENI; E QUE SE ENCONTRA, TAMBÉM, NO SITE GUARDIÕES DA LUZ.



FILHOS DE NANÃ


Um filho desse Orixá pode ter um perfil de uma pessoa austera, introvertida, calma, lenta, leal, honesta, maternal, trabalhadora,
perseverante, guerreira, econômica, bondosa, imbatível, rancorosa.

São conservadores e presos aos padrões convencionais estabelecidos pelos homens.

Calmos e as vezes mudam repentinamente, não gostam de brincadeiras nem tão pouco de brincar com as pessoas; levam muito
a sério aquilo que lhe falam, podendo até tomar atitudes drásticas, apenas por não ter gostado daquilo que ouviu.

São protetoras, ciumentas, possessivas, querem toda a atenção para si. O mais importante é o respeito acima de tudo.

As pessoas ligadas pelo elo do amor aos filhos de Nanã tem que ter muita paciência, pois as mesmas são demasiadamente
desconfiadas.



UMA LENDA DE NANÃ


Nanã é um Orixá feminino de origem daomeana. Segundo as lendas, é a primeira esposa de Oxalá, tendo com ele três filhos:
Obaluaiê (Omulu), Oxumarê e Irôko, os dois últimos não cultuados na Umbanda tradicional.

Este grande Orixá, padroeiro da família, tem o domínio sobre as enchentes, as chuvas, bem como o lodo produzido por essas
águas. Nanã, a mais velha Mãe D'água, Orixá mãe e avó é protetora dos homens e criaturas idosas.

No culto anterior à chegada de orixás iorubanos à região da atual Nigéria, teria Nanã um posto hierárquico semelhante ao de
Oxalá ou até mesmo de Olurum (Zambi angolano). Nos cultos afro-brasileiros, Nanã é apresentada como Orixá indiscutivelmente
feminino e associada sempre à maternidade.

É por isso, a mais velha divindade das águas, tendo associações tanto com a vida, como com a morte ou com posição reservada
aos velhos em qualquer sociedade. O elemento primordial de Nanã é a lama, o lodo do fundo dos rios e dos mares.

É por extensão o Orixá dos pântanos, o ponto de contato da terra com as águas, a separação entre o que já existia (água) e o
que foi libertado por mando de Zambi (a terra), sendo portanto sua criação simultânea à da criação do mundo.

 

 

 

tags: ,
publicado por luzdecuraeamor às 15:14
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

 

 

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Compreensão, o momento por que passais pede compreensão.

Vossos corpos físicos ainda estão muito densos para absorver o enorme acumulo de energia que flui para vosso planeta.

As últimas configurações planetárias, ocorridas em vossos céus, geraram forte pressão sobre vossas vidas.

Concluir vossos processos de purificação é tarefa indispensável se quereis verdadeiramente seguir em frente no caminho da ascensão.   

Esse caminho não comporta mais conflitos, emoções contraditórias, julgamentos; a ele só tem acesso aqueles que já abriram seus corações e reaprenderam a exercitar a compaixão.

Compaixão, amados nada mais é do que a manifestação da compreensão em relação a tudo e a todos que vos cercam.

Se quiserdes alcançar vosso objetivo maior, que nada mais é do que o resgate da plenitude em vossas vidas faz-se mister substituir rapidamente o julgamento pela compaixão.

O julgamento só gera limite, enquanto a compaixão tem o poder de expandir a luz em vossas vidas.

Sabeis já que onde existe luz existe alegria, felicidade, paz e todos os atributos que devolvem ao homem a felicidade.

Atentai, pois para cada pensamento, sentimento ou ação que praticais na energia de julgamento e tentai, tentai com toda força de vosso ser, excluir o julgamento de vossas vidas.

Quem julga não é merecedor da misericórdia divina.

Não importa quão injusto, quão agressivo, quão contundente possa ser a manifestação daqueles que vos rodeiam. Deixai o julgamento de lado, para que possais vos despojar do limite e da densidade que ele contém, e olhai para além do horizonte, para que vossa visão se expanda e com ela a vossa sensibilidade. Assim podereis verdadeiramente compreender, assim podereis exercitar o perdão, assim não mais criareis amarras em vossas vidas, assim podereis cada vez mais vos aproximar da tão esperada liberdade.

Liberdade de pensar, liberdade de sentir, liberdade de agir. Só é livre aquele que exercita a compreensão e, sem mágoas, segue em frente, mais leve, mais equilibrado, mais feliz.

 Lembrai-vos que no novo tempo do novo mundo que buscais com tanto afinco só existe luz, e a luz não comporta julgamento, a luz não comporta qualquer amarra ou limite, a luz só é plena de uma única energia, o amor.

Amai, pois com o pensamento livre e o coração leve, amai sem restrições, amai incondicionalmente, tudo e todos; essa é a missão de um Filho da Luz.

Bem amados, longa ainda é a jornada! Não desanimeis, não vos entregueis ao desespero ou ao desanimo; não mergulheis na inércia; perseverai, perseverai sempre, não importando quão grande é o obstáculo, não importando quão difícil possam parecer as provas que se apresentam no vosso dia a dia.

O caminho será sempre e mais suave, a cada obstáculo vencido, a cada prova ganha. Acreditai!

Orai, pois, orai sempre e mais para que vossas orações possam alimentar os alicerces do novo mundo, do mundo destinado a todos os Filhos da Luz.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos, e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-17/08/2010-Mensagem de Mãe Maria-23-2010 recebida por Jane M. Ribeiro.

publicado por luzdecuraeamor às 21:45
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Agosto de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

 

 

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Longo tem sido o caminho rumo ao novo tempo, ao novo mundo.

Atravessastes já grande parte do tortuoso percurso que, passo a passo, vos permitiu emergir da ilusão para a verdade.

Todavia, para muitos de vós a verdade tem se revelado assustadora, difícil de ser encarada, difícil de ser vivenciada, difícil de ser ancorada em um mundo que ainda está longe de refletir essa virtude do Pai Criador.

É preciso, contudo, superar vosso medo de expressar a verdade frente a um mundo onde a mentira impera quase soberana.

É a vossa verdade – somada a de tantos irmãos que como vós chegaram a este nível de percepção – que será o farol para que outros – que ainda se acham mergulhados na escuridão que permeia o mundo ilusório – encontrem o caminho da luz.

O medo nada mais é do que a ausência de luz, e no mundo da verdade – onde a luz impera soberana - só existe paz.

Buscai, pois reencontrar a paz em vossos corações. Ela é a força que hoje, neste tempo, impulsiona os Filhos da Luz para a conclusão da trajetória de autotransformação a que estiveram sujeitos por suas próprias escolhas, para tornar possível a implantação na Mãe Terra de um novo ciclo, a era da Luz, onde a tônica é o amor e a liberdade.

Amor e liberdade são o que o novo tempo vos promete, amados!

Correi atrás dessa dádiva que a vida vos oferece concluindo essa longa viagem solitária pelos espaços escuros do mundo da ilusão, onde enxergar o verdadeiro caminho sempre foi um exercício de fé, fé que nem sempre foi suficiente em vós para evitar vossa paralisia frente aos desafios, e para dissolver vossas crenças limitadoras para que pudesses acreditar em vosso poder divino e, assim, seguir de encontro a luz.

Vossas crenças limitadoras sempre vos repetiam a cada desafio, a cada passo, que viestes ao mundo para sofrer, e esse era o preço a pagar para ser merecedor da felicidade que os céus poderiam vos ofertar em um futuro distante; foi essa repetição continuada que calou fundo em vosso ser substituindo a verdade de que viestes para ser feliz.

Eu vos asseguro que o céu, amados, sempre esteve ao vosso alcance, permeando vossos pés; o céu é esse planeta paraíso que habitais, e que o homem quase destruiu para atender seu desejo insano de poder.

Vivenciar esse céu, onde a regra é ser feliz, é vossa escolha, lembrai-vos desta verdade!

Porque é tão difícil a vós, humanos, acreditar em vosso poder de ser feliz?

Porque é tão difícil, a vós humanos, cultivar a fé e a determinação em manter vosso poder como instrumento norteador de vossas escolhas?

Porque é tão difícil ainda, a vós humanos, acreditar que sois filhos de Deus, todos vós, todos iguais, todos com os mesmos dons, todos com o mesmo propósito, todos com as mesmas oportunidades de atingir esse propósito maior?

Crer, amados, é preciso crer, urgentemente é preciso crer!

Sem a crença do que sois, em verdade e em espírito, impossível alcançar o mundo novo, o mundo do amor e da liberdade, o mundo onde o estado de ser é a paz infinita.

Parai, pois de alimentar o caos e a ilusão, e buscai mergulhar em vós na busca do reconhecimento de vossas crenças.

É hora de responder a pergunta:- Em que eu acredito? Quem eu sou?

É hora de vos questionar, profundamente, para que possam cair por terra todas às barreiras invisíveis que criastes ao longo da jornada, e que ainda vedam vosso acesso a vossa verdadeira essência, ao vosso verdadeiro “Eu Sou”.

Aceitai esse confronto com vós mesmos, para que vossa verdade não seja mais assustadora, mas sim a impulsionadora de vossa metamorfose final, para que a borboleta que sois saia finalmente do casulo e possa experenciar a beleza da vida e toda a perfeição que o Pai ofertou a sua Criação.

Criador e Criatura necessitam se unir novamente.

Esse é o tempo, esse é o propósito maior, e esse é o passo final que encerra o capítulo da vossa ascensão.

Bem amados, que vossas orações se intensifiquem e sejam direcionadas para alimentar vossos irmãos que famintos já não encontram forças para concluir o caminho que os leva a Redenção.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos, e envolvendo a todos no meu manto de proteção porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-02/08/2010 – Mensagem de Mãe Maria-21-2010 recebida por Jane M. Ribeiro.

publicado por luzdecuraeamor às 22:04
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

O eclipse do último domingo possibilitou a abertura de um imenso portal de luz, mas, também, trouxe inúmeros desconfortos como conseqüência da densidade que ainda permeia vossos corpos e vosso planeta, desconfortos físicos, emocionais e mentais.

Vossos corpos físicos tentam assimilar a poderosa irradiação que trouxe novas freqüências de luz as vossas células, moléculas e átomos.

Todo vosso corpo vibra e se expande, e quanto mais baixa for a vossa vibração maior desconforto ireis experimentar.

Cuidai, pois de vossa alimentação e purificai vosso corpo ingerindo o elemento água em abundância, para minimizar os efeitos desconfortáveis por que passais.

Vossas emoções estão à flor da pele; tudo é motivo para vos desequilibrar; palavras, gestos, atitudes, tudo se potencializa exigindo de vós um grande esforço para manterdes o tênue equilíbrio que manifestais neste tempo de profundas mudanças e transformações.

Cuidai, pois de vosso emocional não vos permitindo reagir, mas sim tentando compreender o que ocorre em vós e ao vosso redor.

Vossas mentes parecem mais um furacão que tenta varrer tudo que surge a sua frente; a luta entre vossas polaridades resultam em um a guerra entre bons e maus pensamentos, e essa guerra exige de vós muita fé e determinação para que a luz vença a escuridão.

O caos a vossa volta se potencializa, também, tornando quase impossível manterdes a serenidade para poderdes reconhecer o que verdadeiramente importa para vossas almas de tudo isso que vos cerca.

Clamai, pois por compreensão, amados!

Primeiramente, abri vosso coração, para que a vontade de vossa alma – há tanto tempo represada – possa jorrar para fora de vós, liberando toda a compreensão que necessitais para ultrapassardes essa parte do caminho onde cada passo se torna mais e mais difícil.

Difícil, mas não impossível, amados!

Deixai que vossos pés resgatem do caminho que percorreis toda a sabedoria legada por vossos ancestrais, e que se fazem presentes no solo sagrado de vossa Mãe Terra.

Cada passo vos concede mais e mais sabedoria, sabedoria essa que, absorvida por vossos corações, se transforma em pensamentos claros e cristalinos, pensamentos luminosos que tornam possível o que parecia impossível para vós. 

Nada é impossível para os Filhos da Luz, lembrai-vos!

Não desanimeis, pois se o momento vos parece intransponível.

Olhai para dentro de vós, mergulhai em vosso interior, em vosso templo sagrado para comungar com o Criador, unindo-vos a Ele pela força da oração e da contemplação, pelo poder que Dele recebestes de ser ilimitado.

Basta de limites, basta de dor, basta de sofrimento.

A vida só é penosa para aqueles que não reconhecem a dádiva de ser um Filho da Luz que encarnou na Mãe Terra com a missão de aprender a merecer a plenitude, sendo pleno, sendo capaz, sendo amoroso e compreensivo, sendo fraterno na unidade com todos os seus irmãos.

Resgatai, pois o encanto da vida, vos deixando embalar pelas diretrizes ditadas por vossos corações, transformando vossas mentes na porta de entrada da luz do Criador, para que a abundância de tudo que necessitais se manifeste em um minúsculo lapso de tempo, e com ela possa ser assimilada a nova frequência da casa que escolhestes para evoluir, vosso planeta azul.

A Mãe Terra se transforma rapidamente, purificando-se da densidade criada pelo ser humano, reagindo contra toda a devastação que lhe foi impingida ao longo das eras, fechando todas as feridas abertas pela ganância dos filhos que nela habitam, e que precisam corrigir rapidamente seus erros para merecer continuar habitando esse solo sagrado, gozando de sua beleza, nutrindo-se dos seus frutos, voltando a respirar o prana puro e sutil oculto em vosso ar, até agora tão poluído, experenciando a longevidade pela ingestão continuada da água que resgata a misericórdia divina voltando a ser o elixir para a conquista da imortalidade.

Bem amados, acordai para este momento precioso, quando a manifestação da herança divina dos Filhos da Terra está prestes a se tornar realidade.

Buscai fazer a vossa parte, para que possais ser parte dessa revolução dos Filhos da Luz que vitoriosos seguem caminho consolidando a grandeza do planeta azul e de seus habitantes.

Bem amados, é hora de alimentar fé e determinação, vontade e pureza de coração, alegria e compreensão, para que a transição ocorra rapidamente para todos vós.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP- 13/07/2010 – Mensagem de Mãe Maria-19-2010 canalizada por Jane m. Ribeiro.

publicado por luzdecuraeamor às 21:36
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

Mãe Maria, trouxe-me uma mensagem hoje. Dia 27 de Junho de 2010.

 

Quero compartilhar com todos, a minha emoção e alegria hoje, nos últimos minutos do dia 27 de junho de 2010. Esta mensagem chegou para mim, mas pode ser também para você, por isso compartilho agora.

 

Logo pela manhã, me peguei pensando em como seria a mensagem de Maria, em quem e como a receberiam.
Pois Maria em suas mensagens anteriores, disse que receberíamos sua mensagem diretamente. E muito em breve não seria necessário esperarmos por canalizadores. Que nos dias 07, 17 e 27 de cada mês, Maria diretamente ou através de uma de suas doze irmãs trariam as mensagens diretamente a cada pessoa.

 

Assim, passou o dia, não vi mensagem alguma na internet e nada mais. À noite, fui até Embu das Artes, com meu filho, e durante a viagem de volta. Começamos a falar sobre os avós dele, ou seja meu pai e minha mãe, que já fizeram a passagem a alguns anos e a saudade que ele sentia.

 

Então meu filho, me contou que quando do falecimento de minha mãe, época em que ele tinha 6 anos de idade, ele ficou na casa de uma tia para dormir, e eu fui para o velório. Disse-me que nessa noite, ele era pequeno, mas a lembrança era como se tudo tivesse ocorrido ontem.

 

Ele estava triste, pois sabia que não veria mais a avó, e adormeceu, mas acordou no meio da noite, e viu Nossa Senhora, em pé, com um manto azul lindo, ao lado da cama que ele estava. Ele hoje tem 25 anos e nunca, nunca tinha contado isso pra ninguém. Só sentiu vontade de contar pra mim, sua mãe, aquela hora.

 

Eu quando ouvi aquela estória da boca de meu filho, fiquei feliz, e pensei: Puxa, que coisa linda ele está me contando. Nossa Senhora, o amparava naquele momento difícil.

 

Quando entrei na minha casa, a ficha caiu, e eu despenquei a chorar de emoção e gratidão. Essa era a minha mensagem, essa era a mensagem de Mãe Maria que eu aguardava. E a mensagem veio através do meu filho.

 

Mãe Maria nos protege e nos ampara em todos os momentos. Somos seus filhos amados, mesmo que não podemos vê-la, Ela está ali, ao nosso lado.

 

Como um filme, minha vida passou pela minha cabeça; tantos momentos de dificuldades já passamos juntos e a todos superamos.

 

Mãe Maria sempre esteve presente amparando minha caminhada e também ao meu filho. Como sou feliz.

 

Agradeci humildemente pela proteção e auxilio em toda minha vida. E naquele momento, compartilhei com o Universo minha alegria, emoção e compreensão .

 

Esta é minha estória, é minha mensagem, que compartilho também com
vocês meus Anjos Amigos.

 

Somos abençoados, mesmo quando passamos por problemas e dificuldades, naqueles momentos em que já nos sentimos sem forças, estes momentos, que chamamos de “problemas” não são e não são castigos, mas sim, exercícios que temos que passar para nosso crescimento, fortalecimento e evolução. E nesses momentos difíceis, nunca estamos sozinhos.

 

Paz, Luz e Alegria a todos. Maria sempre nos acompanha em nossa caminhada. Tenha fé. E comece a sentir sua presença.

 

 

 

 

 

 

publicado por luzdecuraeamor às 22:02
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Junho de 2010

MÃE MARIA E O SOLSTÍCIO

 

MÃE MARIA E O SOLSTÍCIO

 

Alexiis, 21 de junho, 2010, 9,07 am

Bom dia amados Mestres, embora por aqui tudo esteja cinza e chuvoso mas sinto fortemente o chamado de algum de vocês e aqui me apresento encantada de poder transmitir uma mensagem. Fico esperando…por favor, eu sei que há alguém aí mas não consigo captar quem é…

 

Sou a MÃE Maria, Alexiis. Venho para enviar uma palavra de fôlego a todos meus filhos.

Todos vocês são profundamente amados, mas igualmente peço que prestem atenção a todos os eventos que se possam produzir no dia de hoje. Com isto não quero dizer que haverá eventos
cataclísmicos. Nós não damos datas, isso já se sabe, pois bastante se repetiu.

Entretanto o dia de hoje é de suma importância pela grande entrada de energia que se está ofertando ao planeta. Isso não é previsão, isso é realidade e o que eu devo pedir a todos meus filhos é que se aproveitem disso ao máximo. Trabalhem em si mesmos, aproveitem as oportunidades que lhes são oferecidas.

Sabemos perfeitamente que estas energias são tão fortes que a alguns os afetará demais, a outros os fará sentir enjoados ou muito cansados, ou seja o que seja. Portanto façam o que o corpo lhes peça para fazer, porque inclusive nos momentos de sono, se vocês chegarem a dormir, nós
estaremos trabalhando. Estamos trabalhando para ajudá-los a avançar o mais possível, aproveitando esta energia gloriosa que entra no dia de hoje.


Amamos vocês profundamente e aproveitamos cada instante para poder lhes transmitir este Amor e esta luz para seu próprio crescimento e evolução.

Envolvo-os a todos em meu enorme abraço.

Eu sou a MÃE Maria.

 

Colaboração de Anthar, de www.eternoagora.com

 

Sobre o evento do Solstício há muitas fontes confiáveis que vocês podem acessar. No meu entender, o que importa são os avisos e orientações que este Solstício traz, em 2010, especialmente para os próximos 3 meses. Entre elas:

Primeiro: a energia espiritual, amorosamente estará revolvendo todos os registros de emoções passadas que possam estar ainda impregnadas de energias negativas para que vocês possam entender e perdoar a si mesmos por terem sofrido tanto tempo por conta “disso” (seja o que ‘tiver sido’). Envolvam tudo o que se referir a estas lembranças em Luz e solte tudo. Deixe ir. Deixe ir.

Segundo: de maneira suave, porem firme, fale consigo mesmo sobre a necessidade de expressar seus sentimentos, especialmente os ligados às coisas materiais. Há necessidade de desapegar-se (tirar a importância) de tudo a que vocês estejam dependentes.

Terceiro: o trabalho será uma área profundamente atingida por essas energias, para que vocês possam, finalmente, entender o verdadeiro conceito de TRABALHO em suas vidas. Em outras palavras: sem realizar o trabalho interior não há possibilidade de encontrarem
harmonia e prosperidade em seu trabalho exterior (profissional). Não há mais como fugir desta questão. Se quiserem sucesso “lá fora”, trabalhem “aqui dentro” (dentro de vocês).

Quarto: haverá necessidade imperiosa de mudarem seus sistemas de crenças. URGENTE. E, de uma vez por todas, acreditem: tudo que lhes acontece (ou acontecerá) é reflexo direto de suas próprias crenças. Acontece, nas suas vidas particulares, o que acreditam. Se algo não está bem em suas vidas, mude seu modo de pensar a respeito. Entendam isso, por favor.

http://alexiis-vozdelaluz.blogspot.com/

Colaboração, edição e participação: M/A

tags: , , , ,
publicado por luzdecuraeamor às 15:01
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Junho de 2010

Mensagem de Mãe Maria

Mensagem de Mãe Maria

 

 

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Muitos são os canais em vosso mundo que transmitem as minhas bênçãos.

Hoje, através deste canal, eu vos transmito alento.

Que possais compreender que só o amor pode vos ajudar a vencer todos os obstáculos, e vos dar o alento para ultrapassá-los sem nunca esmorecer.

Mergulhai, pois no fluxo contínuo do amor que jorra de todas as esferas para o vosso mundo, e para cada um de vós, e alimentados por sua força e poder dai mais um passo, e outro mais, consciente de vossa capacidade de tudo vencer, consciente da doce freqüência que tem o poder de curar todas as feridas, atuando como um bálsamo que faz cicatrizar revolta e sofrimento, mágoa e remorso, injustiça e dor.

Contudo, amados, absorver a frequência do amor exige compreensão, exige desprendimento, exige humildade, exige CRER.

Crer no Pai Criador.

Crer na igualdade entre todos os filhos do homem.

Crer na Mãe Natureza, a grande mantenedora do sustento de vossos corpos.

Crer na força da vida que se revela pelo pulsar de vossos corações.

Crer no Poder Divino que vos impulsiona.

Crer na Sabedoria Divina que nutre vossa mente e flui para o mundo através de vossas ações.

Sim, para absorver a luz do amor, e prosseguir na jornada, se faz necessário crer no poder/amor/sabedoria que o Pai vos ofertou!

Só crendo no dom que herdastes do Pai podereis ser amor, dar amor e no eterno compartilhar do amor construir um mundo melhor!

O mundo do ser pleno, o mundo onde habita Seres de Luz.

Oh, amados! Tendes enfrentado tantos desafios que muitas vezes vos esqueceis de vossa origem e vos deixai abater pelo desânimo, pela angústia, pelo sofrimento e pela dor.

 Acordai!

Sois poderosos seres que movidos pela força do amor podem vencer todos os obstáculos!

Não desanimeis, pois, neste ponto de vossas jornadas.

Lembrai-vos que o caminho cada vez se estreita mais, e só aqueles que crêem encontram espaço para nele transitar, passo a passo, dia após dia, certos de que o alvorecer está próximo trazendo com ele a Luz da Redenção.

Rendei-vos, amados! Esse é o vosso objetivo nesse tempo; rendei-vos ao sagrado na certeza de que através dele tendes a oportunidade de resgatar vossa estampa divina, e com ela vossa verdadeira identidade, a identidade que vos foi ofertada pelo Pai.

É através dela que podereis dissolver todas as emoções, todos os desejos egoístas, todas as mentiras, toda hipocrisia, toda falsidade criada no mundo da ilusão até que reste em vós somente Amor Divino.

O Amor Divino vos faz mergulhar em uma profunda alegria, uma alegria que só faz crescer vossa sintonia com o Criador, a sintonia onde vossa percepção é ilimitada, onde não existe qualquer barreira a transpor, onde tudo é pleno, farto, abundante, feliz.

Não existem palavras em vosso vocabulário limitado para descrever o “estado de ser” com o Pai Criador.

Lembrai-vos, que mergulhastes no mundo da ilusão para resgatar esse estado, para merecer esse estado de plenitude constante onde a vida é, onde ser é a condição constante que revela o verdadeiro sentido da palavra viver.

Cultivai, pois o alento que vos impulsiona a romper todas as barreiras existentes entre vós e a suprema felicidade.

Deixai pensamentos, sentimentos e ações negativas para trás; buscai a outra face dessa moeda a que chamais vida, a face positiva, o lado brilhante, claro, transparente, reafirmando a crença de que podeis sim escolher a luz, escolher o bem, escolher pensar positivo e expressar sentimentos e ações que reflitam somente a beleza da vida, a luz do amor incondicional.

Utilizai a poderosa ferramenta da oração para iluminar vossas vidas, ajudando-vos a dissolver todas as sombras que ainda pairam em vós e sobre vós.

Libertai-vos de toda escuridão que tolda vossa visão.

Mergulhai, diariamente, no fundo de vosso ser para que possais compreender a natureza de vossos pensamentos, sentimentos e ações e, assim fazendo, dar a eles uma nova direção, a direção apontada por vossos corações que sempre vêem um propósito maior em tudo que vos é ofertado pela vida e que, dependendo de vossas escolhas, vos levarão a manter a manifestação do verdadeiro ser divino que sois.

Bem amados, vosso mundo precisa despertar para o verdadeiro sentido do amor.

Ajudai-vos e ajudai vossos irmãos a reencontrar o caminho do coração, cultivando a esperança de que o caos, a dor e o sofrimento não precisam mais fazer parte da vida dos Filhos da Terra; ajudai-vos e ajudai-os a escolher refletir no mundo da ação somente a verdade do Pai Criador, verdade que precisa se impor definitivamente para que a paz seja a nova realidade a imperar na Mãe Terra.

Que possais, pois vos manter centrados em vossos corações, para que possais sempre ouvir somente vossas almas concluindo, assim, rapidamente vosso processo de transformação.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-07/06/2010- Mensagem de Mãe Maria-16-2010 recebida por Jane M. Ribeiro

publicado por luzdecuraeamor às 18:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

Princípios do Reiki: Hoje eu abandono a raiva----- Hoje eu abandono as minhas preocupações------ Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos------ Hoje eu honro os meus pais, o meu próximo, os meus mestres e os meus alimentos------ Hoje eu ganho a minha vida honestamente------ Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas------

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Mensagem de Mãe Maria

. Mensagem de Mãe Maria

. MÃE IANSÃ

. MÃE NANÃ

. Mensagem de Mãe Maria

. Mensagem de Mãe Maria

. Mensagem de Mãe Maria

. Mãe Maria, trouxe-me uma ...

. MÃE MARIA E O SOLSTÍCIO

. Mensagem de Mãe Maria

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008


.tags

. -

. 2010

. a

. anael

. anjos

. arcanjo

. as

. através

. autres-dimensions

. benção

. canalização

. canalizada

. com

. da

. de

. deus

. do

. dos

. e

. em

. fevereiro

. hilarion

. janeiro

. luz

. mãe

. maria

. marlene

. meditação

. mensagem

. mensagens

. mestre

. mestres

. miguel

. o

. oração

. os

. para

. pensamento

. por

. salusa

. todas as tags

.recomendados

DominiodosAnjos