Sábado, 26 de Dezembro de 2009

Pensamento de 26/12/2009‏

"As montanhas são antenas imensas que põem a terra em comunicação
com o Céu: elas fazem a ligação entre a terra e o Céu e é por
isso que a água que desce das altas montanhas está impregnada
dos fluidos do Céu.
Por intermédio dos seus cumes, as montanhas captam as forças e
as energias celestes, que se manifestam sob a forma de grandes
turbilhões, de ondas poderosas e luminosas. Devido à presença
dessas correntes de energias, os espíritos da Natureza,
espíritos muito evoluídos, visitam muitas vezes os cumes das
montanhas: eles banham-se nesses eflúvios para se reforçarem,
para se regenerarem, e depois partem para continuar o seu
trabalho pelo mundo."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 18:05
link do post | comentar | favorito
|

Pensamento de 25/12/2009‏

"Antes de deixar os seus discípulos, Jesus disse-lhes: «Agora eu
vou para Aquele que me enviou. Tenho ainda muitas coisas para
vos dizer, mas vós não podeis apreendê-las agora. Quando vier o
Consolador, o Espírito de Verdade, ele conduzir-vos-á a toda a
verdade». Estas palavras de Jesus significam que só o Espírito
pode dar-nos a verdadeira compreensão do seu ensinamento. Nós
devemos, pois, meditar na mensagem evangélica, impregnar-nos
dela ligando-nos às entidades celestes, a fim de exaltarmos a
sua essência em nós mesmos.
No dia em que conseguirmos sentir as grandes verdades contidas
nos Evangelhos como realidades vivas e actuantes, todo o nosso
ser interior ficará purificado, iluminado, regenerado, pois
essas vibrações que vêm do mundo da alma e do espírito são
sentidas por todo o nosso ser e, então, algo que está adormecido
em nós desperta e põe-se em movimento. Os textos evangélicos,
mesmo que certos eruditos critiquem muitas vezes o seu estilo,
são comparáveis a correntes de forças que têm o poder de
despertar a nossa alma para uma vida nova. É a isso que se chama
o segundo nascimento, o nascimento do Cristo."
 
Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 18:03
link do post | comentar | favorito
|

Pensamento de 24/12/2009‏

"As imagens santas podem ajudar-vos, mas só se souberdes como
considerá-las. Se orardes diante de representações do Cristo, da
Virgem, de santos, não é a elas que deveis dirigir-vos e não
serão elas que vos responderão, que satisfarão os vossos
pedidos. Essas imagens são unicamente intermediários… ou, se
quiserdes, escadas graças às quais vos elevais para aceder às
entidades superiores. Do mesmo modo, um templo, uma igreja, é
uma escada, pois esse espaço sagrado proporciona-vos todas as
condições para vos recolherdes, para encontrardes em vós mesmos
os meios que vos permitem contactar com as regiões celestes onde
recebereis a inspiração, a salvação. É esta a verdadeira ciência:
ela não destrói nada, ensina-nos como considerar as imagens
santas e os lugares de culto.
E se um ser de uma grande espiritualidade vos dá um objecto por
ele abençoado, aceitai-o com reconhecimento, pois esse objecto é
um talismã. Mas não imagineis que esse talismã é todo-poderoso em
si mesmo. Não, através dele, esforçai-vos por ir mais alto, mais
longe, ligai-vos à força cósmica que o impregna; nessas
condições é que o objecto agirá eficazmente sobre vós."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 18:02
link do post | comentar | favorito
|

Pensamento de 23/12/2009‏

"A maior parte das festas cristãs não passam da sobrevivência de
antigas festas pagãs, sob uma outra forma e com outro
significado. Quando elas se aproximam, organizam-se
festividades: arranjam-se “comes e bebes” em abundância,
preparam-se decorações, novos vestuários ou mesmo disfarces.
Mas um espiritualista vê na festa muita outra coisa além de uma
ocasião para comer, beber, vestir outras roupas e divertir-se.
Ele esforça-se por procurar nas regiões subtis energias que
regenerarão ou vivificarão o seu coração e a sua alma. E ele
sabe também que, nesta atmosfera de trocas alegres, benfazejas,
as entidades luminosas vêm captar elementos de que depois se
servirão para realizar o seu trabalho pelo mundo. Se quiserdes
ajudá-las nesse trabalho, confiai-lhes a vossa alegria, toda
essa riqueza espiritual que uma festa vos proporciona, para que
outros beneficiem dela. Então, essa alegria e essa riqueza
voltarão a vós amplificadas."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 18:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Previsões para 2010

publicado por luzdecuraeamor às 22:37
link do post | comentar | favorito
|

O verdadeiro significado do Natal

publicado por luzdecuraeamor às 21:46
link do post | comentar | favorito
|

Pensamento de 22/12/2009‏

"Nos caminhos da vida, nós temos dois guias: a sabedoria e o amor.
Devemos aprender a trabalhar segundo as leis da sabedoria e os
métodos do amor.
A sabedoria e o amor podem ser comparados aos ponteiros do
relógio: a sabedoria é o ponteiro pequeno, que marca as horas, e
o amor é o ponteiro grande, que marca os minutos. Graças à
sabedoria, nós escolhemos uma orientação, um programa para
realizar, válido para a eternidade. Mas, para o realizar,
devemos adoptar os métodos do amor, isto é, viver cada minuto
com alegria e entusiasmo, sem nunca perder o nosso impulso. É
assim que conciliamos o programa do dia com o da eternidade. A
sabedoria mostra em que direcção caminhar e o coração mantém o
movimento."


Omraam Mikhaël Aïvanhov

publicado por luzdecuraeamor às 17:38
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

2010: Ano regido por Vênus

Ao se aproximar o início do ano de 2010, do nosso calendário ocidental, os astrólogos, com outros esotéricos, procuram oferecer orientações a fim de ajudar as pessoas a entrarem em sintonia com as energias cósmicas que irão prevalecer no ano em questão. Muitos são os métodos usados e todos eles são válidos, consolidados pela tradição esotérica. Por essa razão, existe uma grande liberdade de escolha e cada um irá optar por aquele método, ou aquela previsão que mais lhe agradar intuitivamente. A astrologia, assim como muitas outras ciências, permite várias interpretações que dependem de tradições diferentes. A Astrologia hindu é diferente da chinesa que é diferente da muçulmana que é diferente da ocidental. Mas todas elas têm seu valor pois transmitem conhecimentos milenares de sabedoria e tradição. Por essa razão, todo esse conhecimento é útil para servir de orientação na programação do novo ano. Com a visão da astrologia ocidental, tentarei esclarecer algumas das formas usadas para escolher o Regente do Ano.

Os astrólogos mais esotéricos buscam nos antigos caldeus este conhecimento que é baseado na chamada "Estrela dos Magos", uma estrela de sete pontas onde são colocados o Sol, a Lua e mais cinco planetas (aqueles que são visíveis a olho nu e que eram conhecidos na antiguidade). A seqüência em que são colocados os planetas não é clara, pois não segue a ordem lógica (de afastamento dos planetas em relação ao Sol ou em relação à Terra, por exemplo) e não vamos esclarecê-la neste artigo.

Os caldeus utilizavam as regências na seqüência mostrada pela figura abaixo, contando o Ano Zero sempre como sendo o Ano regido pelo Sol. E como encontrar o Ano Zero? Simplesmente dividindo o ano em questão pelo número 7 (sete eram os planetas conhecidos e são vistos a olho nu) e obtendo como resultado um número de "sobra". Esta sobra é o numero correspondente ao planeta regente do Ano. Quando a sobra for "zero" teremos então um ano Solar que iniciará novamente um ciclo. O último ano zero foi 2009.
Fazendo esse cálculo, 2010 nos deixa um numero de sobra que é 8 e portanto o regente do ano seria o planeta Vênus.

Vênus será então o regente de 2010. Apesar de Vênus ser chamado de 'pequeno benéfico' ele também, como todos os outros planetas, possui um lado positivo e um lado negativo. Mas vamos primeiro examinar os atributos deste planeta: na Astrologia, Vênus é o planeta que manifesta os atributos de Harmonia e Beleza, e que através dos seus ciclos manifesta a presença da Divindade em todo seu esplendor, especialmente naquilo que é manifestado aos nossos olhos agraves do esplendor da natureza. Aliás, 'esplendor' é atribuído a Vênus! Todas as civilizações adoravam uma deusa que enaltecia a prosperidade e a beleza da mãe natureza. A Vênus de Terra - em Touro, ou a Vênus de Ar, em Libra, são varias faces da mesma Deusa. Os Maias e Astecas tinham Quetzalcoatl, vista como a deusa do amor, e os gregos veneravam Afrodite, Ishtar os Sumérios e Vênus os romanos. Enfim, cada mitologia traduz uma face dessa misteriosa deusa e a posição deste planeta em nosso mapa manifesta todo nosso potencial na busca da perfeição, do prazer e do amor.

Em astrologia mundial este planeta rege os produtos femininos, os produtos de beleza e de luxo, as manifestações artísticas, as exposições e eventos sociais. Ele rege também as finanças, os bens materiais, o alimento, e os produtos da terra. Sob a regência de Vênus buscaremos o entendimento, os acordos de paz, os tratados, e estaremos mais propensos a dividir nosso pão com os menos favorecidos. Um povo que não tem essa noção não é civilizado! Em 2010, será o lado da Grande Deusa que acabará prevalecendo no mundo inteiro onde teremos destaque de figuras femininas. Os assuntos ligados à saúde e à proteção da mulher serão muito salientados pela mídia e não faltarão eventos de moda, sociais, artísticos que estarão em expansão. O feminino representado por Vênus não é igual ao feminino representado pela Lua: o arquétipo lunar corresponde ao Arcano II do Taro, a Sacerdotisa e Vênus corresponde ao Arcano III, a Imperatriz, dois arquétipos diferentes que enaltecem dois tipos diferentes de energia feminina. Como Saturno estará em trânsito em Libra (signo regido por Vênus) teremos como tema principal do ano vindouro o desenvolvimento da 'responsabilidade social' e aumentarão os casamentos, se firmarão os acordos e tratados, melhorará o intercâmbio cultural e econômico entre os países e será mais fácil sentar à mesa das negociações. Aliás, o campo artístico terá um grande destaque e o luxo e os produtos da moda impulsionarão a economia mundial. As muitas mulheres 'sustento do lar' receberão mais atenção dos governantes e serão votadas leis que as protegerão. Tomara que Vênus em sua regência torne o mundo melhor! Eu acredito que 2010 será um ano mais feliz, apesar das previsões astrológicas mundiais indicarem que não haverá ainda uma diminuição dos conflitos entre países inimigos! Mas, o que fazer, as mulheres precisam ter voz mais ativa até mesmo na política se quiserem reverter essa situação catastrófica onde o mundo se encontra! Em breve, publicarei também as previsões astrológicas para 2010 no site e vocês poderão ler mais detalhadamente o que esperar deste novo ano.

Na Cabala, Vênus corresponde à Sefirah de nº 07 - Netzah, chamada de Vitória ou Esplendor. Ela representa psicologicamente a imaginação criadora, a natureza manifestada em nosso planeta e a emoção face à manifestação do amor entre pessoas. Vênus é um planeta magnético, que atrai, por isso tenho sempre a visão da Vênus pintada por Botticelli (pintor renascentista italiano) que a retrai 'saindo das águas'! Sim, Vênus nasce da espuma do mar criada pelo esperma do pai Urano derramado na água de nosso planeta Terra. Esta é visão da Beleza triunfante materializada. A Natureza em sua manifestação é uma obra de arte. O Criador coloca na frente de nossos olhos sua Criação. Também nesta Sefirah encontramos a noção da vitória, de triunfo do belo sobre o feio, do nascimento sobre a morte, da flor sobre as cinzas. Porém, Vênus não é estática ou passiva: ela age, interfere, nutre e acolhe. Lembremos que é somente com muito labor e determinação que colhemos os frutos da terra. Vênus/Netzah dirige nosso instinto básico do prazer, da satisfação. (leiam mais sobre esta sefirah na seção Cabala do site).

Definições de Vênus na Cabala:
Imagem mágica: Uma bela mulher nua (usada para a meditação)
Nome Divino: JEOVAH TZABAOTH ( Deus dos Exércitos)
Arcanjo: HANIEL (Graças a Deus)
Ordens Angelicais: ELOHIM (os Deuses)
Planeta correspondente: Vênus
Cartas do Tarô: Os quatro Sete.
Cor em Briah(manifestação na terra): Verde Esmeralda.
No corpo humano: rege o timo e a tireóide, a garganta a boca e o pescoço.
Leiam também o artigo sobre essa Sefirah na seção de Cabala do meu site pessoal.

Para a passagem do ano, vistam alguma coisa na cor verde esmeralda, ou usem enfeites, bijuterias ou jóias com esta pedra e isso irá trazer a felicidade no casamento e nos relacionamentos e poderá atrair um parceiro para aqueles que estão solteiros! Aproveito para acrescentar que Oxum é a deusa relacionada com Vênus, portanto, usem acessórios dourados no final do ano para trazer muito 'ouro' para seus cofrinhos!

Pouco antes da meia noite do dia 31 de dezembro, acendam uma vela verde, escrevam o nome da pessoa amada e o seu próprio nome (na vela de baixo para cima). Coloquem a vela sobre um prato branco, em torno pétalas de rosas, acendam um incenso de mirra, canela ou baunilha. Borrifem tudo com Lavanda ou Alfazema e escrevam sobre um papel deixado sob o prato os seus desejos para 2010! Podem também colocar 5 moedas sob o prato para atrair muito $$$! A prosperidade e a felicidade amorosa serão objetivos principais para 2010. Entreguem para os Céus seus pedidos, rezando o salmo do Gênio Mihael, de nº 97: "A frente Dele avança um fogo devorando seus inimigos ao redor. Lembrou-se do amor e fidelidade em favor da casa de Israel" assim reza o salmo do senhor em seu versículo 3. Lembrem-se que também podem orar o salmo de nº 91 que é o mais esotérico dos salmos e ajuda a resolver qualquer tipo de problema. Escrevam esse salmo com lápis num papel branco e guardem-no em sua bolsa o ano inteiro para proteção. Também o Salmo 90, escrito a lápis num papel dobrado pode ser colocado em seu carro para evitar assaltos e seqüestros. Pensem positivamente e usem a 'lei da atração' para atrair os bons fluidos de 2010 para a sua vida!
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas
e dirige a Sirius Astrology.
publicado por luzdecuraeamor às 22:42
link do post | comentar | favorito
|

Uma História de Natal

Uma História de Natal
-Paulo Coelho-

Conta uma antiga e conhecida lenda, cuja origem não pude verificar, que uma semana antes do Natal o Arcanjo Miguel pediu que seus anjos visitassem a Terra; desejava saber se estava tudo pronto para a celebração do nascimento de Jesus Cristo.

Enviou-os em duplas, sempre um anjo mais velho com um mais jovem, de modo que pudesse ter uma opinião mais completa do que ocorria na Cristandade.

Uma destas duplas foi designada para o Brasil,e terminou chegando tarde da noite. Como não tinham onde dormir, pediram abrigo numa das grandes mansões que podem ser vistas em certos lugares do Rio de Janeiro.

O dono da casa, um nobre à beira da falência (o que, aliás, acontece com muita gente que habita aquela cidade), era católico fervoroso, e logo reconheceu os enviados celestiais, por suas auréolas douradas na cabeça.
Mas estava muito ocupado, preparando uma grande festa para celebrar o Natal, e não queria desarrubar a decoração quase terminada: pediu que fossem dormir no porão.

Embora os cartões de Boas Festas sejam sempre ilustrados com neve caindo, a data no Brasil cai em pleno verão; no lugar para onde os anjos foram enviados fazia um calor terrível, e o ar - cheio de humidade - era quase irrespirável.

Deitaram-se em um piso duro, mas antes de começar suas orações, o anjo mais velho notou uma rachadura na parede.
Levantou-se, consertou-a usando os seus poderes divinos, e voltou para prece noturna. Passaram a noite como se estivessem no inferno, tão quente que estava.
Dormiram muito mal, mas precisavam cumprir a missão que lhes fora confiada por Deus. No dia seguinte, percorreram a grande cidade - com seus 12 milhões de habitantes, suas praias e montanhas, seus contrastes, suas paisagens belas e seus recantos horríveis. Preencheram relatórios, e quando a noite tornou a cair, comecaram a viajar para o interior do país.
Mas, confundidos pela diferença de hora, de novo se encontraram sem lugar para dormir.
Bateram à porta de uma casa humilde, onde um casal veio atende-los. Por não terem acesso às gravuras medievais que retraram os mensageiros de Deus, não reconheceram os dois peregrinos - mas se estavam precisando de abrigo, a casa era deles.

Prepararam um jantar, apresentaram o pequeno bebê recem-nascido, e ofereceram o próprio quarto, pedindo desculpas porque eram pobres, o calor era grande, mas não tinham dinheiro para comprar um aparelho de ar condicionado.

Quando acordaram no dia seguinte, encontraram o casal banhado em lágrimas. O único bem que possuiam, uma vaca que dava leite, queijo, e sustento para a família, havia aparecido morta no campo.

Despediram-se dos peregrinos, envergonhados porque não podiam preparar um café da manhã.

Enquanto andavam pela estrada de barro, o anjo mais jovem demostrou sua revolta:

- Não posso entender tal maneira de agir! O primeiro homem tinha tudo o que precisava, e ainda assim voce o ajudou.

Quanto a este pobre casal, que nos recebeu tão bem, voce não fez nada para aliviar o sofrimento deles!

- As coisas não são o que parecem - disse o anjo mais velho. - Quando estavamos naquele porão horrível, notei que havia muito ouro armazenado na parede daquela mansão, deixado ali por um antigo proprietário.
A rachadura estava expondo parte do tesouro, e resolvi esconde-lo de novo, porque o dono da casa não sabia ajudar quem precisava.

"Ontem, enquanto dormíamos na cama que o casal nos oferecera, notei que um terceiro convidado havia chegado: o anjo da morte.
Fora enviado para levar a criança, mas como eu o conheço há muitos anos, convenci que tirasse a vida da vaca, em seu lugar."

"Lembre-se do dia que está prestes a ser comemorado: como as pessoas dão muito valor à aparência, ninguém quis receber Maria.
Mas os pastores a acolheram, e por causa disso, tiveram a graça de serem os primeiros a contemplar o sorriso do Salvador do Mundo."

publicado por luzdecuraeamor às 22:38
link do post | comentar | favorito
|

TRANSIÇÃO PLANETÁRIA - EMMANUEL FALA SOBRE RAMATÍS


"Emmanuel fala sobre Ramatís"

A mensagem abaixo reproduzida contém a íntegra de uma entevista realizada com o médium Francisco Cândido Xavier e seu Instrutor Espiritual chamado Emmanuel, recentemente publicada pela “Revista Espírita Allan Kardec”, em sua edição de nº 43.

Logo que apareceram as primeiras publicações da “Conexão de Profecias*”, de Ramatis (atualmente com o nome “Mensagens do Astral”), fomos a Pedro Leopoldo, a fim de ouvir a palavra autorizada de Emmanuel, através daquele aparelho maravilhoso que é Francisco Cândido Xavier. Isto, porque o que era dito pelo espirito de Ramatís, parecia-nos perfeitamente lógico. Mas, como constituía novidade, não queríamos aceitar de pronto algo que não passasse pelo crivo de várias manifestações mediúnicas, através de diversos aparelhos. *Obs. Hoje com o título: “Mensagens do Astral”.

Desta forma, munidos do aparelho de gravação em fita, fomos atendidos gentilmente pelo médium, que respondeu às perguntas que fazíamos, repetindo as palavras da resposta, que eram ditadas por Emmanuel. A gravação foi feita no dia 5 de janeiro de 1954. Conservamos até hoje o rolo gravado em nosso poder.

Passamos a estampar as perguntas e respectivas respostas.

Pergunta: – Poderíamos ter alguns informes a respeito de Antúlio?

Chico Xavier: – Vejo, aqui, nosso diretor espiritual, Emmanuel, que nos diz que um estudo acerca da personalidade de Antúlio exigiria minudências relacionadas com a história, no espaço e no tempo, que, de imediato, não podemos realizar. De modo que, tão somente, pode afiançar-nos que se trata de uma entidade de elevada hierarquia, no plano espiritual; vamos dizer; um ASSESSOR, ou um daqueles ASSESSORES, que servem nos trabalhos de execução do plano divino, confiado ao Nosso Senhor JESUS CRISTO, para a realização do progresso da Terra, em geral.

Esclarece nosso amigo que JESUS CRISTO, como GOVERNADOR de nosso mundo, no sistema solar, conta, naturalmente, com grandes instrutores, para a evolução física e para a evolução espiritual, na organização planetária. E, subordinados a esses ministros, para o progresso da matéria e do espirito, no plano que nós habitamos presentemente, conta Ele com uma assembléia de múltiplos INSTRUTORES, de variadas condições, que lhe obedecem as ordens e instruções, numa esfera, cuja elevação, de momento, escapa à nossa possibilidade de apreciação. Antúlio forma no quadro destes elevados servidores.

Pergunta: – Que pode o irmão dizer-nos a respeito do astro que se avizinha, segundo a predição de Ramatís?

Chico Xavier: – Esclarece nosso orientador espiritual que o assunto alusivo à aproximação de um Planeta ou de Planetas, da zona – ou melhor da aura da Terra – deve, naturalmente, basear-se em estudos científicos, que possam saciar a curiosidade construtiva das novas gerações renascentes no mundo.

O problema, desse modo, envolve acurados exames, com a colaboração da ciência e da observação de nossos dias. Razão por que pede ele que não nos detenhamos na expressão física dos acontecimentos que se vizinham, para marcar maiores acontecimentos – acontecimentos esses de natureza espetacular – na transformação do plano em que estamos estagiando, no presente século.

Afirma nosso amigo que o progresso da óptica e das ciências matemáticas, serão portadoras, naturalmente, de ilações, conclusões da mais alta importância para os nossos destinos, no futuro próximo.

Pergunta: – Pode Emmanuel dizer-nos algo a respeito da verticalização do eixo da Terra e das transformações que esta sofrerá, segundo Ramatís?

Chico Xavier: – Afirma nosso Orientador espiritual que não podemos esquecer que a Terra, em sua constituição física, propriamente considerada, possui os seus grandes períodos de atividade e de repouso.

Cada período de atividade e cada período de repouso da MATÉRIA PLANETÁRIA, que hoje representa o alicerce de nossa morada temporária, pode ser calculado, cada um, em duzentos e sessenta mil (260.000) anos. Atravessando o período de repouso da matéria terrestre, a vida se reorganiza, enxameando de novo, nos vários departamentos do Planeta, representando, assim, novos caminhos para a evolução das almas.

Assim sendo, os GRANDES INSTRUTORES da Humanidade, nos PLANOS SUPERIORES, consideram que, desses 260.000 anos de atividade, 60 a 64 mil anos são empregados na reorganização dos pródomos da vida organizada.

Logo em seguida, surge o desenvolvimento das grandes raças que, como grandes quadros, enfeixam assuntos e serviços, que dizem respeito à evolução do espírito domiciliado na Terra.

Assim, depois desses 60 a 64 mil anos de reorganização de nossa Casa Planetária, temos sempre grandes transformações, de 28 em 28 mil anos.

Depois do período dos 64 mil anos, tivemos duas raças na Terra, cujos traços se perderam, por causa de seu primitivismo.

Logo em seguida, podemos considerar a grande raça Lemuriana, como portadora de urna inteligência algo mais avançada, detentora de valores mais altos, nos domínios do espírito.

Após a raça Lemuriana – em seguida aos 28.000 anos de trabalho lemuriano propriamente considerado – chegamos ao grande período da raça Atlântida, era outros 28.000 anos de grandes trabalhos, no qual a inteligência do mundo se elevou de maneira considerável.

Achamo-nos, agora, nos últimos períodos da grande raça Ariana.

Podemos considerar essas raças, como grandes ciclos de serviços, em que somos chamados de mil modos diferentes, em cada ano de nossa permanência na crosta do planeta, ou fora dela, ao aperfeiçoamento espiritual, que é o objetivo de nossas lutas, de nossos problemas, de nossas grandes questões, na esfera de relações, uns para com os outros.

Assim considerando, será mais significativo e mais acertado, para nós, venhamos a estudar a transformação atual da Terra sob um ponto de vida moral, para que o serviço espiritual, confiado às nossas mãos e aos nossos esforços, não se perca em considerações, que podem sofrer grandes alterações, grandes desvios; porque o serviço interpretativo da filosofia e da ciência está invariavelmente subordinado ao Pensamento Divino, cuja grandeza não podemos perscrutar.

Cabe-nos, então, sentir, e, mais ainda, reconhecer, que os fenômenos da vida moderna e as modificações que nosso “habitat” terreal vem apresentando nos indicam a vizinhança de atividades renovadoras, de considerável extensão.

Daí esse afluxo de revelações da vida extra-terrestre, incluindo sobre as cogitações dos homens; esses apelos reiterados, do mundo dos espíritos; essa manifestação ostensiva, daqueles que, supostamente mortos na Terra, são vivos na eternidade, companheiros dos homens em outras faixas vibratórias do campo em que a humanidade evolui.

Toda essa eclosão de notícias, de mensagens, de avisos da vida espiritual, devem significar para o homem, domiciliado na Terra do presente século, a urgência do aproveitamento das lições de JESUS. Elas devera ser apreciadas em si mesmas, e examinadas igualmente no exemplo e no ensinamento de todos aqueles que, em variados setores culturais, políticos e filosóficos do globo – lhe traduzem a vontade divina, que na essência é sempre a nossa jornada para o Supremo Bem.

*Os termos da comunicação obtida em Curitiba (a “Conexão de Profecias”, de Ramatís) são de admirável conteúdo para a nossa inteligência, de vez que, realmente, todos os fatos alusivos à evolução da Terra, e referentes a todos os eventos, que se relacionam com a nossa peregrinação para a vida mais alta, estão naturalmente planificados, por aqueles MINISTROS de Nosso Senhor JESUS CRISTO; os quais, de acordo com Ele, estabelecem programas de ação para a COLETIVIDADE PLANETÁRIA, de modo a facilitar-lhe os vôos para a divina ascensão.

Embora, porém, esta mensagem, por isso mesmo, seja digna de nosso melhor apreço, contudo, na experiência de companheiro mais velho, recomenda-nos nosso Orientador Espiritual (Emmanuel) um interesse mais efetivo, para a fixação de valores morais em nossa personalidade terrena, de conformidade com os padrões estabelecidos no Evangelho de nosso Divino Mestre. Porque, para nossa inteligência, os fenômenos renovadores da existência que nos cercam têm qualquer coisa de sensacional, de surpreendente, nosso coração de inclinar-se, humilde, diante da Majestade do Senhor, que nos concede tantas oportunidades de trabalho, em nós mesmos, a revelação dos grandes acontecimentos porvindouros; novo soerguimento íntimo, novo modo de ser, a fim de que estejamos realmente habilitados a enfrentar valorosamente as lutas que se avizinham de nós, e preparados para desfrutar a Nova Era que, qual bonança depois da tempestade, facilitará nossos círculos evolutivos.

Será, todavia, muito importante encarecer, que não devemos reclamar, do TERCEIRO MILÊNIO, uma transformação absolutamente radical, nos processos que caracterizam, por enquanto, a nossa vida terrestre.

O prazo de 47 anos (1953-2000) é diminuto, para sanar os desequilíbrios morais, de tantos séculos, em que o nosso campo coletivo e individual adquiriu tantos débitos, diante da sabedoria e diante do amor, que incessantemente apelam para nossa alma, no sentido de nos levantarmos, para uma clima mais aprimorado da existência.

Não podemos esquecer, que grandes imensidades territoriais, na América, na África e na Ásia, nos desafiam a capacidade de trabalho. Não podemos olvidar, também, que a Europa, superalfabetizada, se encontra num Karma de débitos clamorosos, à frente da LEI, em doloroso expectação, para o reajuste moral, que Ihe é necessário.

Aqui mesmo, no Brasil, numa nação com capacidade de asilar novecentos (900) milhões de habitantes, em quatrocentos e alguns anos de evolução, mal estamos – os espíritos, encarnados na Terra em que temos a bênção de aprender ou recapitular a lição do Evangelho – mal estamos passando das faixas litorâneas.

Serviços imensos esperam por nossas almas no futuro próximo.

E, se é verdade que devemos aguardar, em nome de Nosso Senhor JESUS CRISTO, condições mais favoráveis para a estabilização da saúde humana, para o acesso mais fácil às fontes da ciência; se nos compete a obrigação de esperar o melhor para o dia de amanhã cabe-nos, igualmente, o dever de não olvidar que, junto desses direitos, responsabilidades constringentes contam conosco, para que o Mundo possa, efetivamente, atender ao programa Divino, através, não somente da superestrutura do pensamento científico – que é hoje um teto brilhante para os serviços de inteligência do mundo – mas também, através de nossos corações, chamados a plasmar uma vida, que seja realmente digna de ser vivida por aqueles que nos sucederão nos tempos duros; entre os quais, naturalmente, milhões de nós os reencarnados de agora, formaremos, de novo, como trabalhadores que voltam para o prosseguimento da tarefa de auto acrisolamento, para a ascensão sublime, que o Senhor nos reserva.

Considerando, assim, a questão sob este prisma, cabe-nos contar com o concurso da ciência, no setor das observações de ordem material; com a evolução dos instrumentos de óptica; com o avanço dos processos de exame, na esfera da QUÍMICA PLANETÁRIA, na qual os mundos podem ser analisados, como ÁTOMOS DA AMPLIDÃO DE UNIVERSOS, que se sucedem uns aos outros, no infinito da Vida.

Será lícito, então, esperar que certas afirmativas, referentes a vida material, se positivem satisfatoriamente, para mais altas concepções da MENTE PLANETÁRIA; de vez que, muito breve, o homem estará ligado à glória da RELIGIÃO CÓSMICA, da Religião do Amor e da Sabedoria, que o CRISTIANISMO RENASCENTE, no Espiritismo de hoje, edificará para a Humanidade, ajustando-a ao concerto de bênçãos, que o grande porvir nos reserva.

Pergunta: – Foi, de fato, há 37.000 anos que submergiu a Atlântida?

Chico Xavier: – Diz nosso Amigo (Emmanuel) que o cálculo é, aproximadamente, certo, considerando-se que as últimas ilhas, que guardavam os remanescentes da civilização atlântida, submergiram, mais ou menos, 9 a 10 mil anos, antes da Grécia de Sócrates.

Pergunta: * – Acha nosso irmão que a Mensagem de Ramatís deva ser divulgada com amplitude?

Chico Xavier: – Diz nosso Orientador que a Mensagem é de elevado teor… E todo trabalho organizado com o respeito, com o carinho e com a dignidade, dentro dos quais essa Mensagem se apresenta, merece a nossa mais ampla consideração, de vez que todos nós, em todos os setores, somos estudiosos, que devemos permutar as nossas experiências e as nossas conclusões para a assimilação do progresso, com mais facilidade em favor de nós mesmos.

Revista Boa Vontade, Ano 1, nº 4 – Outubro de 1956.
publicado por luzdecuraeamor às 22:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

Princípios do Reiki: Hoje eu abandono a raiva----- Hoje eu abandono as minhas preocupações------ Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos------ Hoje eu honro os meus pais, o meu próximo, os meus mestres e os meus alimentos------ Hoje eu ganho a minha vida honestamente------ Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas------

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pensamento de 3 de Janeir...

. Energia e Astrologia do d...

. CHEQUES DA ABUNDÂNCIA - F...

. Pensamento 2 de Janeiro d...

. Pensamento 1 de Janeiro d...

. Mensagem de Mãe Maria

. SUA CENTELHA DE DIVINDADE...

. ATIVAÇÃO para 10.10.2010 ...

. Corrente Portal de 10 de...

. Por que a arruda funciona...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008


.tags

. -

. 2010

. a

. anael

. anjos

. arcanjo

. as

. através

. autres-dimensions

. benção

. canalização

. canalizada

. com

. da

. de

. deus

. do

. dos

. e

. em

. fevereiro

. hilarion

. janeiro

. luz

. mãe

. maria

. marlene

. meditação

. mensagem

. mensagens

. mestre

. mestres

. miguel

. o

. oração

. os

. para

. pensamento

. por

. salusa

. todas as tags

.recomendados

DominiodosAnjos